Google+ Badge

sábado, 30 de maio de 2009

CHILE - PRESO EX-SOLDADO ASSASSINO DE CANTOR "VICTOR JARA" DURANTE DITADURA DO PINOCHET

A Justiça do Chile informou ontem que o ex-soldado José Paredes Márquez será processado pela acusação de ser um dos assassinos do cantor Víctor Jara, em 16 de setembro de 1973, cinco dias após instaurada a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990) no país.
Paredes está preso em Santiago desde terça-feira. Ele confessou ter sido, com outros soldados, ordenado a fuzilar Jara com 44 tiros, num estádio (que hoje tem o nome do cantor) onde a ditadura deteve milhares de pessoas. Outros 14 foram mortos com Jara.
Segundo testemunhas, antes de ser morto Jara passou por uma sessão de tortura, teve sua língua arrancada e suas mãos trituradas com golpes de culatra de um fuzil.
Paredes, hoje um pedreiro de 54 anos, disse à imprensa que a Justiça deve "buscar os altos mandantes" do crime.
Víctor Jara era um emblema da esquerda chilena e um opositor do regime militar. Ficou conhecido por suas canções de forte cunho social. Como ele, outras 3.000 pessoas foram mortas durante o regime de Pinochet.
Folha

EDUCAÇÃO - O porquê de uma crise crônica

Postado por Luiz Weis
“Contextualizar” é um daqueles verbos abomináveis arrancados a fórceps de um substantivo – no caso, contexto.
Mas contextualizar é o que mais se cobra, com razão, do jornalismo, para que vá além da notícia em estado bruto, com informações adicionais que lhe deem sentido e perspectiva.
É o bom e velho por quê – ou os porquês – das coisas.
Sinal de como os jornais brasileiros pouco se empenham em oferecer ao leitor esse acompanhamento que o ajudará a digerir o prato principal, a “contextualização” é bem mais frequente no noticiário do exterior, seja porque as agências internacionais se encarregam disso, seja porque os editores transcrevem textos desse tipo saídos na imprensa estrangeira. O exemplo da hora são as matérias que procuram ligar os pontos da história da explosão de uma bomba atômica na Coreia do Norte.
Por isso quando sai algo do gênero em relação a um assunto nacional – e quando esse algo é de primeira qualidade – seria injusto não destacar o esforço bem sucedido.
Na íntegra no Observatório da Imprensa

AQUI EM BRASÍLIA, CIDADES - "A praça não interfere no plano piloto", defende Niemeyer - square of the sovereignty of Oscar Niemayer


Um dia após divulgar o novo projeto para a Praça da Soberania, Oscar Niemeyer voltou a defender a proposta. Após saber da repercussão em torno da segunda versão, o arquiteto reafirmou que a solução adotada está correta. “A capital do Brasil é importante demais para receber os seus visitantes na pequena praça existente grudada à Estação Rodoviária. A praça que projetei não interfere em nada no Plano Piloto. A avenida de pedestre que desenhei acompanha a praça em toda a sua extensão. Embaixo dessa avenida fica o estacionamento, que em nada interfere na construção da praça”, explicou. “Uma cidade se distingue pelo valor de sua arquitetura e de seu urbanismo, e é justo que eu defenda o meu trabalho de arquiteto”, ressaltou.
Na íntegra no Correio

MÚSICA - Edith Piaf & Charles Aznavour - Plus bleu que tes yeux

SAÚDE - José Alencar retorna amanhã ao Brasil após tratamento experimental nos EUA


TODO BRASIL ESTA TORCENDO PELA SAÚDE DO VICE-PRESIDENTE JOSÉ ALENCAR.
DEIXE AQUI SUA TESTEMUNHA E COMENTÁRIO

O vice-presidente José Alencar retorna amanhã ao Brasil após participar nos Estados Unidos de um tratamento experimental contra o câncer. A previsão é que ele desembarque em Brasília no início da noite e dê continuidade ao tratamento no Brasil.Alencar viajou para Houston (Texas) na última terça-feira (26) para tentar se qualificar para um tratamento experimental no centro oncológico M.D. Anderson. No dia seguinte, ele fez exames preliminares que aprovaram sua participação no tratamento.O vice-presidente luta desde 1997 contra a doença e passou por duas cirurgias nos últimos três anos. Menos de quatro meses após sua última operação, em janeiro, exames indicaram a volta de tumores malignos no abdome.O oncologista Paulo Hoff, que acompanha Alencar nos Estados Unidos, disse antes de embarcar que o tratamento é feito com dois medicamentos que estão em fase de testes. Ele explicou que os remédios são novos e não têm nome, mas que vêm mostrando mais eficiência no tratamento contra o sarcoma --tipo de câncer do vice-presidente-- do que as drogas usuais.


Correio Braziliense

TRABALHO - Sindicatos ameaçam invadir caso Vale demita em massa

Revoltados com o anúncio de novas demissões, sindicalistas ameaçaram hoje invadir unidades da Vale caso a mineradora promova uma demissão em massa. "Estamos em estado de alerta. Se eles vieram com demissões em massa, vamos fazer algo mais sério do que uma greve. Vamos ocupar as instalações", afirmou Carlos Roberto de Assis, vice-presidente do sindicato Metabase Itabira.

Hoje, a Vale confirmou que irá demitir de 250 a 300 empregados. Mas o sindicato informa que o número é bem superior e pode chegar a 850 trabalhadores. A previsão, segundo Assis, foi feita pelo próprio diretor de Recursos Humanos da mineradora, André Teixeira, durante um encontro com funcionários esta semana. A Vale, porém, não confirma esse número. Desde o agravamento da crise mundial no final do ano passado, a companhia já demitiu 1 3 mil trabalhadores.

O presidente do Metabase Itabira, Paulo Soares de Souza, reclama que a Vale mentiu ao garantir em reunião com sindicalistas, no último dia 22, que não pretendia promover novas demissões enquanto a situação econômica não piorasse e ainda garantiu que os 1,3 mil funcionários em licença remunerada seriam reintegrados a partir de junho.
Na íntegra no Correio Braziliense

sexta-feira, 29 de maio de 2009

ELEIÇÕES - Lula diz que fará sucessor e indica Dilma com uma flor

RIO DE JANEIRO - Acompanhado da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira que fará seu sucessor nas eleições do ano que vem. Sem mencionar seu nome, Lula indicou sua candidata ao dar uma flor para Dilma.

"Eu não posso falar de política aqui, mas todo mundo sabe que nós vamos ganhar as eleições de 2010", disse Lula em discurso. Em seguida, ele ofereceu a Dilma uma flor branca que fazia parte da ornamentação do palco.

O presidente, ministros, o governador do Rio, Sergio Cabral (PMDB), e o prefeito Eduardo Paes (PMDB) participaram da entrega de casas a moradores do Complexo do Alemão, na zona Norte do Rio. O presidente vem sendo acusado pela oposição de realizar campanha eleitoral antecipada durante eventos públicos.
Leia na íntegra no Estadão

SAÚDE - JOSÉ ALENCAR SE DIZ OTIMISTA COM TRATAMENTO

Após exames preliminares aprovarem sua participação em tratamento experimental contra o câncer no abdome, José Alencar retornou ontem pela manhã ao centro oncológico M.D. Anderson em Houston (Texas) para novos testes.
"Vai dar certo, se Deus quiser", afirmou o vice-presidente, ao deixar o hotel com destino ao hospital. Ele deverá ficar nos EUA por mais sete a dez dias e então seguir com o tratamento no Brasil.

Aqui Na Folha

POLÍTICA - Fala a direita brasileira "quem fala o que não deve....."Uma Petrobrás para Lula" - A Petrobrás for Lula

Chávez manda na PDVSA mais do que Lula manda na Petrobrás. Talvez o presidente brasileiro inveje o colega venezuelano e as palavras ditas em Salvador, no encontro de terça-feira, fossem mais sérias do que pareceram naquele momento: "Se eu conseguir eleger a Dilma, vou ser presidente da Petrobrás", disse Lula. E completou: "Você, Gabrielli, vai ser meu assessor e o acordo vai sair." O tom foi de brincadeira, mas convém desconfiar da aparência. O acordo entre as duas empresas para a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, está emperrado. O principal obstáculo não é a disposição de Lula, mas a insistência de Sérgio Gabrielli, o chefe da estatal brasileira, em respeitar, em primeiro lugar, os interesses financeiros e econômicos da empresa e de seus acionistas. O presidente brasileiro, ao contrário, tem-se mostrado quase sempre inclinado a usar as companhias controladas pelo Tesouro para os objetivos de sua diplomacia. Nem as empresas privadas têm ficado imunes a essa perigosa mistura de política e negócios. Ameaçadas por barreiras comerciais impostas por vizinhos, não recebem apoio do governo, mas conselhos para se acomodar, negociar e não criar conflitos.

Lula nem chegou perto dos extremos a que chegou Hugo Chávez, mas nunca renunciou a politizar a gestão das estatais. Desde o começo de seu mandato, pressionou a Petrobrás para fazer encomendas a estaleiros nacionais, como se a empresa, além de trabalhar pela segurança energética do País, ainda tivesse de funcionar como instrumento de uma extemporânea política de substituição de importações. As tentativas de ingerência aumentaram com a descoberta do pré-sal, quando o presidente chegou a tratar a Petrobrás como se a sua gestão fosse incompatível com a defesa dos interesses nacionais.

Na íntegra no Jornal Estado

MEIO AMBIENTE - Ministro Minc desabafa com Lula e reclama que colegas fazem jogo duplo na área ambiental e travam negociações paralelas no Congresso

BRASÍLIA - O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, fez um desabafo nesta quinta-feira, 28, ao deixar o Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde despachou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele disse que na conversa com o presidente criticou colegas de ministério, que segundo Minc, estariam com suas "machadinhas" esquartejando a área ambiental. Ele reclamou que combina uma coisa com os ministros e depois os colegas fazem negociações paralelas no Congresso. "Foi uma conversa a sós, tête-a-tête, olho no olho. E falei para o presidente que a área ambiental está sendo muito agredida no Parlamento e na sociedade."Minc afirmou que concedeu muitas licenças ambientais, citando as obras das hidrelétricas de Belo Monte e Jirau, mas que não estaria havendo compensações e solidariedade para área ambiental. O ministro disse também que não concorda com a obra de restauração e asfaltamento da rodovia BR 319, na Amazônia. "Eu respondi para o presidente que estava eticamente e moralmente impedido de dar uma licença que não cumprisse rigorosamente aquelas condições emanadas por um grupo de trabalho", afirmou. "A licença já é um desastre ambiental de grande proporções, e será maior se não forem respeitadas as condições."

Veja na Agência Estado

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Ciência e Tecnologia - Portal de Periódicos da Capes disponibiliza documentos para avaliação

Estão disponíveis, até o dia 30 de junho, no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), documentos, títulos e informações indexadas por três editoras. A primeira, a SPIE Digital Library, possui conteúdo que abrange os campos interdisciplinares da óptica, fotônica e imagiologia, com aplicações em biomedicina, comunicação, energia, ciência aeroespacial, defesa, manufatura, computação, entretenimento e eletrônica. O conteúdo pode ser acessado por este link. A biblioteca disponibiliza acesso a mais de 270 mil documentos técnicos de periódicos e procedimentos publicados a partir de 1990.
Também até o dia 30 de junho, alunos, professores e pesquisadores da área de engenharia poderão avaliar as informações publicadas pela editora British Standards Online (BSOL). Poderão ser visualizados mais de 45 mil normas e padrões britânicos e europeus. É permitido aos usuários fazer o download do texto completo de normas que ainda não foram publicadas ou que não entraram em vigência. As avaliações acerca do conteúdo da BSOL podem ser feitas por meio deste link.
Já a editora MedicinaNet é uma base de medicina baseada em evidências. Traz, também, comentários, artigos e uma coleção de livros produzidos por autores brasileiros. O conteúdo vai ficar disponível até o dia 30 de maio. Ele pode ser acessado por este link.
Informações sobre o Portal de Periódicos podem ser obtidas no site Periódicos da Capes.

Informações do Portal de Periódicos.

PARÁ, VIOLÊNCIA - Bandidos explodem carro-forte em estrada a 60 km de Belém

Um grupo de aproximadamente dez bandidos armou um plano audacioso, mas que não obteve resultados nesta quinta-feira (28). A quadrilha metralhou e explodiu um carro-forte no km 60 da Alça Viária, próximo ao município de Acará, nordeste paraense. Duas pessoas foram presas.

De acordo com o major César Melo, comandante da Companhia de Polícia Rodoviária, os bandidos montaram uma emboscada contra um carro-forte da empresa Norsergel. Pelo menos quatro veículos foram usados pelos assaltantes para fazer o bloqueio do carro-forte, no momento em que ele passava por uma ponte na Alça Viária. 'Eles utilizaram uma metralhadora anti-aérea calibre ponto 50, utilizada em tanques pelas Forças Armadas, para atirar contra o carro', explicou o major. Houve troca de tiros e dois vigilantes da empresa responsável pelo carro-forte ficaram levemente feridos.

Após o tiroteio, o grupo armou explosivos na lateral do carro-forte. 'Mas a dinamite não foi detonada adequadamente e apenas amassou a lataria do carro', disse o comandante. Ao mesmo tempo, o sistema de monitoramento do carro-forte emitiu uma mensagem para a central da empresa, que acionou a polícia. 'Nesse momento, tínhamos uma equipe no km 68 da estrada e mandei que outra partisse de Belém, fechando o cerco contra os bandidos', afirmou o major Melo;

Veja na íntegra aqui no O Liberal

PARÁ, PEDOFILIA - Era de se esperar, o fuero íntimo do desembargador falou mais alto e concede liberdade ao Pedófilo Luiz Sefer

Ex-deputado foi preso no Rio sob acusação de abuso sexual
O desembargador Raimundo Holanda Reis, do Tribunal de Justiça do Pará, concedeu hábeas corpus liberatório ao ex-deputado estadual Luiz Affonso Sefer que foi preso na última terça-feira no Rio de Janeiro acusado de abuso sexual contra uma menina.

O ex-deputado foi preso na última terça-feira sob acusação de estupro. Ele deveria ser transferido para Belém no final da noite de hoje. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, o processo de transferência do acusado começou na tarde de ontem e contou com policiais civis que se deslocaram para o Rio. Policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil do Rio, também participaram da ação.
Leia aqui no diário do Pará

POLÍTICA - Sarney e mais três deputados recebem auxílio-moradia irregularmente

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e mais três parlamentares --João Pedro (PT-AM), Cícero Lucena (PSDB-PB) e Gilberto Gollner (DEM-MT)-- receberam irregularmente o auxílio-moradia mensal de R$ 3.800, revela reportagem de Adriano Ceolin e Andreza Matais, publicada hoje na Folha. Sarney mora em imóvel próprio, mesmo tendo à disposição a residência oficial e fazendo uso dela. João Pedro, Lucena e Gollner moram em apartamentos funcionais cedidos pelo Senado.
A reportagem diz que todos eles informaram que pediram o cancelamento do benefício após serem contatados pela Folha.

Leia mais aqui Sarney pede desculpas

ENERGIA - Acidente radioativo em Angra 2 contaminou quatro funcionários - Radioactive accident

Problema ocorreu no dia 15, mas só foi divulgado ontem pela Eletronuclear

Carla Rocha e Tulio Brandão escrevem para “O Globo”:

Um acidente com material radioativo na Usina de Angra 2, que aconteceu há 11 dias, só foi informado oficialmente nesta terça-feira pela Eletronuclear — empresa que fornece eletricidade gerada a partir de energia nuclear. No dia 15, durante a manutenção de um equipamento — não especificado — quatro funcionários foram contaminados. Eles tiveram que passar por um processo de descontaminação. A causa do acidente teria sido falha humana, levando inclusive ao afastamento de um dos empregados.

A Eletronuclear, de início, falava na contaminação de três pessoas. À tarde, a Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) divulgou que, na verdade, quatro funcionários haviam sido contaminados em níveis abaixo de 0,1% dos limites estabelecidos pela norma 3.01 da Cnen.

A própria equipe de proteção radiológica da Eletronuclear iniciou a descontaminação, com lavagem do corpo e de uniformes. Em seguida, os funcionários passaram pelos portais da área controlada da usina e nenhum alarme foi acionado, o que confirmaria que a contaminação havia sido removida.

Cnen diz que não houve danos à saúde de funcionários.
Leia mais aqui

quarta-feira, 27 de maio de 2009

CPI PETROBRAS - Sarney, CPI será instalada na próxima terça-feira

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), anunciou nesta quarta-feira (27) no Plenário que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras será instalada na próxima terça-feira (2) às 14h. Quem presidirá a sessão de instalação será o senador Paulo Duque (PMDB-RJ), o mais idoso do colegiado. Na ocasião deverão ser eleitos o presidente e o vice-presidente da comissão, o relator será indicado pelo presidente da CPI.

Desde a noite de terça-feira (26) até a manhã desta quarta os líderes partidários oficializaram junto à Secretaria-Geral da Mesa as indicações dos 11 membros titulares e sete suplentes da CPI, cujos nomes foram lidos por Sarney na tarde desta quarta. São eles:

Pelo Bloco de Apoio ao Governo serão titulares Ideli Salvatti (PT-SC), Marcelo Crivella (PRB-RJ) e João Pedro (PT-AM). Inácio Arruda (PCdoB-CE) e Delcídio Amaral (PT-MS) atuarão como suplentes (anteriormente, o governo havia anunciado que Arruda seria o titular e Crivella o suplente).
Agência Senado

CLIMA - Cúpula empresarial sobre clima pede mais apoio à tecnologia

A Cúpula Empresarial Mundial sobre Mudança Climática terminou nesta terça-feira (26) em Copenhague, com uma declaração genérica para que o próximo acordo global sobre clima inclua objetivos concretos para reduzir as emissões de gases estufa e aumentar os incentivos econômicos para novas tecnologias verdes.

A declaração de Copenhague, definida por 500 líderes empresariais de 47 países, reivindicou que o acordo que será negociado dentro de seis meses na capital dinamarquesa estabeleça um caminho de estabilização, com objetivos de reduções para 2020 e 2050 baseados em dados científicos, mas sem fixar números concretos.

O novo acordo global, que substituirá o Protocolo de Kyoto a partir de 2012, deve ser "ambicioso e efetivo" para acabar com a incerteza e criar padrões previsíveis para que as companhias possam investir em um crescimento econômico sustentável.

A ação "urgente" contra as mudanças climáticas e a recuperação da crise financeira são complementares, ressalta o documento, que respalda as conclusões do último relatório divulgado pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) da ONU.

A declaração ressalta a necessidade de medir e verificar efetivamente as emissões de gases estufa, o que será a base para sua redução e um elemento confiável para investidores e cidadãos.
Na íntegra aqui

EDUCAÇÃO - Senado defende Cristovam para Unesco

O presidente da Comissão de Educação, do Senado Federal, Flávio Arns (PT-PR), enviou hoje (26) um pedido ao presidente Lula para que apóie a indicação do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) para o cargo de diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). O parlamentar pede que Lula intervenha na decisão do Itamaraty em apoiar o egípcio Farouk Hosni, que disputa o cargo e tem o Brasil como aliado. Segundo o presidente da comissão, o pedido manifesta a vontade da maioria do Senado. Cristovam Buarque agradeceu o esforço dos colegas e lembrou que, além dele, há também o nome do brasileiro Márcio Barbosa na disputa. O ministro Celso Amorim (Relações Exteriores) já declarou que não mudará a decisão. Segundo ele, o apoio do Brasil à indicação do egípcio faz parte de uma “política brasileira de aproximação com o mundo árabe”.

Leia aqui na coluna do Cláudio Humberto

PARÁ - Novo secretário de Comunicação do Governo

Paulo Roberto Ferreira será o novo secretário de comunicação do governo.

O jornalista Paulo Roberto Ferreira, profundo conhecedor da mídia santarena, deve ser confirmado amanhã pela governadora Ana Júlia Carepa como o novo secretário de comunicação do governo do estado.

Fonte o Estado do Tapajós

terça-feira, 26 de maio de 2009

PEDOFILIA - MySpace remove 90 mil criminosos da rede - MySpace removes 90 thousand criminal network

Guilherme Pavarin, de INFO Online

SÃO PAULO – Depois de uma intimação, a rede social MySpace irá entregar à justiça o nome de 90 mil usuários que tenham feito alguma agressão sexual na rede, nos últimos dois anos.
A ação, que bane permanentemente os criminoso da rede, foi facilitada pelo software Sentinal SAFE que o próprio site ajudou a desenvolver.

Dentro do programa há perfis de mais de 700 mil agressores sexuais registrados, com 120 pontos de identificação, incluindo detalhes de nome, data de nascimento, fotos, cicatrizes e tatuagens, que bloqueiam o acesso dos violentadores, caso identificados.
Muitos dos nomes foram entregues pelo KIDS Act, de 2007, que obrigou os criminosos sexuais da rede a registrarem dados de contas de e-mail e messengers junto ao National Sex Offender.

Por outro lado, alguns investigadores americanos alertam para a migração dos usuários mal intencionados para o Facebook, que não possui o software, tampouco uma ferramenta própria para identificar e punir os que usam a rede para realizar atividades ilegais de cunho sexual.
Leia mais aqui

AMAZÔNIA, PARÁ - Ex-deputado pedófilo é preso no Rio de Janeiro - political pedophile is arrested in Rio de Janeiro


O ex-deputado estadual Luiz Afonso Sefer foi preso no final da manhã de hoje (26) pela chamada Polícia Interestadual (Polinter), no Rio de Janeiro (RJ). A Secretaria de Segurança Pública do Pará confirmou a prisão do parlamentar que é acusado de abusar sexualmente de uma menina de 9 anos que trabalhou na casa na casa dele.

O caso ganhou repercussão nacional após ter sido denunciado pelo bispo do Marajó, Dom Luiz Azcona, e que virou uma das principais investigações da CPI da Pedofilia. A prisão do deputado é um cumprimento do mandado de prisão expedido pelo juiz Paulo Jussara Júnior, da Vara de Crimes Contra a Criança e Adolescente, que atendeu a um pedido do Ministério Público Estadual.

Leia no Diário do Pará

MEIO AMBIENTE - Minc critica "afã produtivista" do governo

Questionado se Lula está sensibilizado com a pressão dos ruralistas, ministro diz que "o presidente não se pronunciou". Minc defende tratamento distinto para a agricultura familiar e afirma que não vai aceitar o cultivo da cana no entorno do Pantanal Marta Salomon escreve para a “Folha de SP”:Com a legislação ambiental sob pressão do agronegócio e de empreendedores de grandes obras, o ministro Carlos Minc (Meio Ambiente) critica o "afã produtivista" que, segundo ele, repercute no governo e põe em risco metas assumidas para frear o aquecimento global.Cobrado por ambientalistas a reagir às pressões, Minc acusa ruralistas (liderados pela Confederação Nacional da Agricultura) de terrorismo e busca aliança com pequenos agricultores para barrar mudanças nos limites de desmatamento.Minc reconhece que perdeu na definição do novo cálculo da compensação ambiental para empreendimentos em razão de compromissos assumidos por Lula. Mas adianta que não assinará o zoneamento da cana caso o presidente autorize o plantio no entorno do Pantanal.

Leia entrevista com o ministro aqui

MINERAÇÃO - Vale S.A. passa a ser o nome oficial da mineradora

Vale S.A passa a ser o nome legal da maior mineradora brasileira. Em comunicado, a empresa, antes denominada Cia. Vale do Rio Doce, diz que a mudança do nome é um outro marco no processo de unificação da marca. Em novembro de 2007, foi lançada a nova identidade global, usando o nome comercial "Vale" em todos os países onde a empresa opera. Também foi adotada a nova identidade visual global.

AMAZÔNIA - Para o PIB crescer, não é preciso construir hidrelétricas na Amazônia, dizem especialistas

Bruno Calixto
As hidrelétricas voltaram à pauta da imprensa nos últimos dias. O assunto ressurgiu com a paralisação das obras da usina de Jirau (RO); com o anúncio feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), sobre a construção de sete usinas no rio Tapajós (PA) e com a desistência do governo brasileiro em construir a hidrelétrica de Santa Isabel, que seria feita no rio Araguaia (PA).
Para explicar sobre os problemas dessas hidrelétricas e como foi o anúncio da desistência do governo da hidrelétrica de Santa Isabel, o site Amazonia.org.br convidou para um bate-papo dois especialistas em energia e meio ambiente: Telma Monteiro, pesquisadora da Associação de Defesa Etno-Ambiental Kanindé e Glenn Switkes, da organização International Rivers.

Veja aqui na íntegra

segunda-feira, 25 de maio de 2009

AMAZÔNIA - PT divulga nota criticando leis ambientais do governo Lula

Aquilo que era uma conquista histórica para Stephanes, Unger e Minc está sendo duramente criticado até pelo Partido dos Trabalhadores - PT.

Não são apenas as ONGs que têm desaprovado as medidas provisórias que o governo Lula editou sobre a Amazônia. Nesta quinta-feira (21), um ‘fogo amigo‘ veio da Secretaria Nacional de Meio Ambiente e Desenvolvimento do próprio Partido dos Trabalhadores. Em nota publicada em seu site, o PT faz eco às reclamações divulgadas durante a vigília pela floresta que ocorreu no Senado no último dia 13.

O principal ataque se deu à MP 438, que permite a venda de terrenos de até 1.500 hectares sem licitação. O objetivo da medida é corrigir a bagunça de terras na Amazônia, mas seus críticos afirmam que ela beneficia grileiros – os criminosos que se apropriam de áreas que pertencem ao país.

“A Medida Provisória 458, embora busque responder à necessidade de regularização fundiária na Amazônia, ao ampliar para além dos quatro módulos fiscais, permite que o grande latifúndio possa se legitimar na região. Também ao dissociar a regularização fundiária da reforma agrária com critérios ecológicos, permite que essa reivindicação do movimento camponês e dos povos da floresta seja sucumbida numa agenda compensatória para o campo”, afirma a nota do PT.


Veja na ìntegra aqui.

AMAZÔNIA, PARÁ - Magistrados fazem campanha pelo fim do trabalho escravo - slave labor in the Amazon

A Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 8ª Região (Amatra) promoveu durante a manhã de ontem, na praça da República, campanha pela erradicação do trabalho escravo e pela aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 438, que trata sobre a expropriação de terras em que forem encontradas situações análogas à de escravo.

De acordo com o presidente da Amatra, Gabriel Velloso, o combate ao trabalho escravo e a denúncia deste tipo de crime é uma das principais ferramentas para que a ação seja erradicada no Pará, uma vez que o Estado ainda lidera o ranking de denúncias e casos sobre este tipo de trabalho. 'Muitos ainda desconhecem o trabalho escravo e não sabem como identificar. Nosso objetivo é fazer com que a sociedade tenha consciência de que é preciso combater esse trabalho. Se estivermos unidos e mobilizados, poderemos mudar esta realidade', acredita Velloso.

Gabriel explica ainda que outra forma de combate seria a mobilização da sociedade para pressionar a aprovação da PEC 438. Ele afirma que, com a medida, a luta contra a prática do trabalho escravo estaria mais reforçada. O senador José Nery, também envolvido com a causa, acredita que a PEC seja aprovada ainda este ano. 'Se nos mobilizarmos e fizermos pressão, acredito que a medida poderá ser aprovada o mais rápido possível. É uma causa social e urgente, que não podemos deixar para depois', diz.
Na íntegra no Jornal Amazônia

CINEMA - Filme que retrata exploração sexual de crianças teve pre-estreia em Belém - Film that depicts the sexual exploitation of children

Filme retrata exploração sexual de crianças e jovens
Pré-estreia de “Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado” reuniu entidades do governo e ongs no hangar

Cenas fortes da exploração sexual de crianças, mulheres, e travestis. Histórias tristes contadas pelos atores da vida real, no documentário 'Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado', produção do cineasta Joel Zito Araújo, que teve pré-estreia ontem em Belém, em sessão no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, com a presença do cineasta e convidados das entidades governamentais e não-governamentais que lutam contra a exploração sexual de crianças e adolescentes.

O lançamento do filme em Belém é parte das mobilizações espalhadas por todo Brasil pelo 'Dia Nacional de Luta contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes', que ocorreu no último dia 18. Na telona estão depoimentos marcantes, histórias que retratam o turismo sexual no Brasil, a dura realidade do tráfico internacional de seres humanos e o sonho de mulheres que querem encontrar o príncipe 'gringo' que vai tirá-las de uma vida de miséria e exploração sexual.

Participaram da sessão representantes do governo estadual, por meio da secretária Eutália Rodrigues, de desenvolvimento social; do governo federal, por meio de Rosário Ferreira, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, e ainda Elizabeth Gomes, presidente do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência e Exploração Sexual, todos com um discurso pelas melhorias das políticas públicas para enfrentar a calamidade da exploração sexual. Também participaram entidades como o Centro de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescentes (Cedeca-Emaús), Agência Unama de Comunicação e Unicef, entre outras, além de voluntários dos movimentos sociais pela causa.

Apesar de Belém não ter feito parte do roteiro de filmagens, Joel Zito Araújo, diretor do longa de 106 minutos, tem consciência de que as maiores rotas do turismo sexual passam por Belém e Fortaleza (CE).

Aqui no Jornal da Amazônia


domingo, 24 de maio de 2009

AMAZÔNIA - Floresta pode ajudar a tirar o Brasil da crise financeira - Forest can help you get the Brazil's financial crisis

País pode ser "melhor que a Suécia" se investir em uso sustentável, diz diretor do Bird

CLAUDIO ANGELO
EDITOR DE CIÊNCIA

O BRASIL pode dar um salto de desenvolvimento se aproveitar a farra de gasto público ocasionada pela crise econômica global para investir em três setores: reforma na Previdência, inovação tecnológica e... preservação ambiental. Quem sugere essa receita inusitada não é um ambientalista maluco, mas sim um dos caciques do Banco Mundial, o economista indiano Vinod Thomas, 59. Na semana passada, ele apresentou no Fórum Nacional, no Rio, uma análise sobre como os Brics (Brasil, China, Índia e Rússia) podem fazer frente às duas crises que se abatem ao mesmo tempo sobre o mundo, a financeira e a climática. E disse que o Brasil investe pouco ou investe errado justamente na área em que teria mais vantagem sobre os outros países: o uso sustentável de seus recursos naturais.

Leia a seguir a entrevista que Thomas concedeu à Folha na última quinta-feira

The New York Times - Câncer de Rousseff está sob o microscópio no Brasil

Alexei Barrionuevo
Em Brasília
Eles a chamam de "Dama de Ferro", a mulher que, segundo os analistas políticos, ajudou a resgatar o segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dilma Rousseff, ministra-chefe da Casa Civil de Lula, também é a escolhida para ser sua sucessora, e deve carregar a bandeira do presidente, que goza de grande popularidade, nas eleições do ano que vem.

Mas as notícias de que ela está passando por um tratamento contra o câncer deram um ar de imprevisibilidade para a corrida presidencial, renovando as especulações de que Lula pode mudar a Constituição para concorrer a um terceiro mandato.

A situação também transformou Rousseff numa obsessão da mídia, com uma cobertura ofegante sobre qualquer desenrolar de seu tratamento, desde a peruca que ela admitiu estar usando até as dores nas pernas que a obrigaram a ir para um hospital em São Paulo no começo da semana passada.

"A doença de Dilma desequilibra todo o jogo eleitoral no Brasil", disse Amaury de Souza, analista político do Rio de Janeiro. "Políticos de todos os tipos e eleitores bem informados estão em dúvida quanto a sua candidatura".

Ele cita a chamada "síndrome Tancredo Neves", referindo-se ao trauma pós-eleitoral de Tancredo Neves, um amado político brasileiro que ficou gravemente doente um dia antes de assumir o mandato em 1985 e morreu antes de fazer o juramento.

A crise de saúde de Rousseff se tornou pública no mês passado, quando ela revelou que os médicos haviam removido um tumor de sua axila esquerda. Ela começou um tratamento quimioterápico de quatro meses para o linfoma, e seu oncologista estimou suas chances de recuperação em 90%.

Lula, cuja taxa de aprovação gira em torno de 75%, ficou do lado de Rousseff, dizendo a repórteres em Pequim na quarta-feira (20) que havia conversado com os médicos e continua convencido de que ela está "totalmente curada".

Entretanto, ele foi obrigado a se desvencilhar de perguntas frequentes sobre se ele tem outro candidato para um Plano B, ou se fará mudanças constitucionais que o permitam concorrer novamente à presidência.

Na íntegra aqui

BOM DOMINGO DE UM NÉCIO

POLÍTICA FUNDIÁRIA - Governo do Estado fez 58 reintegrações de posse em dois anos

Da Redação
Secretaria de Comunicação
- Recebemos do governo passado 173 mandados de reintegração de posse, e hoje faltam 63 para ser cumpridos.

- Desde o início da atual gestão, em janeiro de 2007, o Governo do Estado realizou 58 reintegrações de posse no Pará e está cumprindo dezenas de mandados, de acordo com a lei.

- Os números de mandados de reintegração se referem a mandados expedidos e não a mandados vigentes. Vários foram revogados pela própria Justiça, mas essas revogações nem sempre são comunicadas ao Executivo. Assim, os números são menores. Por exemplo: a Vara Agrária de Castanhal havia notificado o Estado para o cumprimento de 76 mandados de reintegração de posse. Na última reunião entre representantes do Estado e o juiz titular da Vara, esse número caiu para 34 mandados, pois as decisões, tomadas inicialmente em caráter liminar, eram precárias e foram revistas, sendo muitas delas revogadas.

- Dos 34 mandados existentes na Vara Agrária de Castanhal, no início do mês de abril, o Governo do Estado já cumpriu 8, e restam 26.

- Pelo último levantamento feito nas Varas Agrárias, no mês de março deste ano, o número de mandados a se cumprir em Santarém passou de 11 para 1. Em Altamira, passou de 12 para 8. Em Marabá, de 21 para 14. Na Vara Agrária de Redenção, há 10 mandados.

- Portanto, o número de 111 reintegrações de posse alardeado pela Confederação Nacional de Agricultura (CNA) e pela Federação da Agricultura do Pará (Faepa) é falso. Os cálculos baseados em levantamentos junto às Varas Agrárias apontam em torno de 60 mandados a serem cumpridos.

- Houve reintegrações importantes, delicadas e caras nas ocupações da Hidrelétrica de Tucuruí, da Alcoa (em Juruti), da Comigasp (Serra Pelada) e da ferrovia de Carajás (Parauapebas).

Na íntegra aqui

ECONOMIA, PARÁ - Governo estuda incentivos fiscais para setor de panificação

A governadora Ana Júlia Carepa confirmou que o governo do Estado estuda a possibilidade de conceder incentivos fiscais ao chamado "pão brasileiro", o pão feito com adição de fécula de mandioca ao trigo, e ainda uma forma de incluir o pão na licitação da merenda escolar para a rede estadual de ensino. A notícia foi dada ao setor da panificação na noite da sexta-feira (22), durante a solenidade que marcou a posse da nova diretoria do Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Pará e Amapá (Sippa), na sede da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa).
"Temos apoiado integralmente a iniciativa do Governo Federal em relação ao pão brasileiro, com a preocupação também de incentivar a agricultura familiar. Farei a solicitação ao presidente Lula para que ele lance o programa aqui no Pará", disse a governadora, atendendo à solicitação feita minutos antes pelo novo presidente do Sippa, Elias Pedrosa, e pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria da Panificação e Confeitaria, Alexandre Pereira, que pediram apoio para ampliar o setor no Pará e incentivar a legalização dos negócios informais.
De acordo com o Sippa, no Pará existem atualmente 2.185 empresas legalizadas com atividades em panificação e/ou confeitaria, sendo 743 delas em Belém. A estimativa é de que existam hoje três padarias informais para cada uma legalizada.

Veja na íntegra aqui

Segundo especialista MP 458 só serve aos interesses de grileiros e funcionários do Incra

Segundo o que se ve no cardápio do ambientalismo brasileiro, não existe opinião única sobre a regularização fundiária.

Um pesquisador da USP, veja texto abaixo, "A MP 458 não é necessária, pois já existe legitimação das posses destas terras na legislação. A medida surgiu somente devido ao interesse de funcionários do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária)"


Contrariando as últimas declarações polêmicas do Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que colocou a Medida Provisória 458 como uma "Vitória Ambientalista", o especialista em ocupação humana e conflitos agrários na Amazônia e professor do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP), Ariovaldo Umbelino de Oliveira, criticou a medida e afirmou que "A MP fere o princípio constitucional de função social da terra". As declarações foram dadas em uma conferência de imprensa realizada pela empresa Oboré e Projetos Especiais de Comunicação e Arte - no sábado (16).Oliveira entende a 458 como uma terceira tentativa de legalizar a grilagem de terras, sucedendo as medidas 252 ("MP do Bem") e 422. "A MP 458 não é necessária, pois já existe legitimação das posses destas terras na legislação. A medida surgiu somente devido ao interesse de funcionários do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária)", afirmou.Durante sua exposição, que durou cerca de 30 minutos, Oliveira criticou também os projetos fundiários do governo na Amazônia Legal. "O Estado não deveria alimentar assentamentos na Amazônia. Não há esta necessidade. O problema é que o Estado não criou mecanismos para regular suas próprias terras. Estão ao sabor das elites", afirmou o pesquisador.

Veja na íntegra

TECNOLOGIA - Imagem, no Google, da casa de Paul McCartney cria problemas de segurança

RIO - Até Paul McCartney está contra o Google Street View. O ex-Beatle pediu que imagens de sua residência em Londres fossem retiradas do site, e teve seu desejo atendido, segundo o jornal inglês The Sun.

De acordo com o The Sun, a preocupação de Paul com segurança aumentou muito depois da morte de John Lennon, assassinado em 1980. A equipe de segurança de Sir Macca, que monitora o acesso à casa 24 horas por dia, fez a reclamação ao Google.

- Ele ficou preocupado quando soube que os usuários do Google poderiam ter uma visão de 360 graus de sua propriedade - teria dito uma fonte ao The Sun.

Na íntegra aqui
E aqui na Folha

EDUCAÇÃO - 28% dos jovens abandonam cursos para trabalhar

Dos 14 milhões de analfabetos do país, 547 mil frequentavam cursos de alfabetização de adultos em setembro de 2007

Para André Lazaro, do MEC, é preciso melhorar a qualidade dos cursos, ainda pouco atraentes e com metodologia ultrapassada

ANTÔNIO GOIS
DA SUCURSAL DO RIO

Para um país que ostenta altas taxas de repetência e evasão, um caminho natural para acelerar a escolarização seria a educação de jovens e adultos (antigos supletivos). No entanto, uma pesquisa divulgada ontem pelo IBGE mostra que 43% dos 8 milhões de brasileiros que já frequentaram esses cursos não os concluíram.
Os motivos mais citados para o abandono foram a falta de horário compatível com o trabalho (28%) ou com os afazeres domésticos (14%).
Esta foi a primeira vez que o instituto investigou, a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2007, especificamente este segmento, além da educação profissional.
A pesquisa informa que a frequência a cursos de alfabetização de adultos em setembro de 2007 era de apenas 547 mil pessoas. O país tem 14 milhões de analfabetos.
Para o secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do MEC, André Lazaro, é natural que a evasão em supletivos seja maior do que em outros níveis, pois se trata de um público que precisa conciliar o horário de trabalho com os estudos.
Mas ele admite que é preciso melhorar a qualidade dos cursos, ainda pouco atraentes e com metodologia ultrapassada, e, mais importante, atrair mais pessoas de volta à sala.
"O que mais preocupa não é a evasão, mas o fato de haver pouca procura pela educação de jovens e adultos, já que temos uma população adulta ainda pouco escolarizada", diz.
Sobre o pequeno número de matriculados na alfabetização de adultos, Lázaro afirma que, por serem cursos de curta duração, a pesquisa do IBGE -cujo mês de referência é setembro- não capta o total de matriculados num ano.
Para ele, é preciso considerar que a frequência cresceu. Do total de 1,9 milhão de adultos que afirmaram já terem feito esses cursos, 991 mil cursaram entre 2003 e 2007.
NA ÍNTEGRA NA FOLHA

Premio Nobel de Economía 2001, Joseph Stiglitz. - 中国:大危机的胜利

China: El Gran Ganador de la Crisis
Las medidas adoptadas por el gobierno chino junto a los elevados niveles de ahorro, han permitido al gigante asiático soportar en buenas condiciones la crisis económica, e incluso se ha vuelto más factible que alcance la meta de crecimiento de 8% este año
La rápida y eficiente respuesta del Gobierno junto a los elevados niveles de ahorro han permitido a China soportar en buenas condiciones la crisis internacional, tanto así, que el gigante asiático podría surgir como “un ganador” de la actual coyuntura, como lo señalara recientemente el Premio Nobel de Economía 2001, Joseph Stiglitz.
El optimismo, en todo caso, es bastante generalizado, como se ha apreciado en el alza del índice Shanghai Composite, que acumula un aumento cercano a 60% en lo que va del año, mientras que cada vez son más los que estiman que es factible que la economía alcance este año la meta de crecimiento de 8% que se han trazado las autoridades.

Na íntegra no Jornal Estratégia do Chile