Google+ Badge

sábado, 16 de maio de 2009

CPI PETROBRAS - Para evitar se desgastar, Sarney deu aval a tucanos

O desfecho da sessão de ontem, no Senado, quando foi criada a CPI da Petrobrás, teve o aval explícito do presidente do Congresso, senador José Sarney (PMDB-AP). Mas se Sarney é o "pai" do fato consumado, a "mãe" é briga política entre PSDB e DEM, destravada com a decisão dos democratas de apoiar o ex-presidente para o comando do Senado, em fevereiro.

A rusga na oposição cresceu com o debate interno sobre a criação da CPI da Petrobrás: o DEM, liderado pelo senador Agripino Maia (RN), é majoritariamente contra a instalação imediata da comissão, enquanto a maioria dos tucanos tem pressa de abrir a investigação. "A maioria da minha bancada tem posição mais cautelosa de ouvir o presidente da Petrobrás primeiro", explica Agripino.

Não foi por acaso que Sarney deu sinal verde a seu primeiro-vice, senador Marconi Perillo (PSDB-GO), para que assumisse a presidência da sessão e fizesse a leitura do requerimento da CPI. Como presidente, Sarney seria o único que poderia tirar o vice da cadeira e impedir a leitura. Consultado por telefone, ele não só garantiu a Perillo que não iria ao Senado, como acrescentou que o tucano tinha legitimidade para proceder a leitura. Mais que isso: contou que avisara ao Planalto, na véspera, que não se desgastaria em um duelo com a oposição para evitar a CPI.
Leia na íntegra no Estadão

Domingo na Folha: Sem-terra também vão receber Bolsa Família

O governo federal fará uma varredura nos acampamentos da reforma agrária para incluir todos os sem-terra no Bolsa Família e trocar a cesta básica pelo cartão do programa, informa reportagem de Eduardo Escolese, publicada na Folha deste domingo (que já está nas bancas).

A ideia é fazer a mudança ainda neste ano. Em 2008, o governo distribuiu 925,5 mil cestas a 225 mil famílias. A média é de uma cesta a cada quatro meses. Com o cartão, o benefício é mensal e em dinheiro.

"A cesta não incentiva o comércio local", afirma Lúcio Modesto, do Ministério do Desenvolvimento Social. "A ideia é que a médio prazo não tenha mais esse atendimento [com cestas]."

A iniciativa encontra resistência do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), cujas lideranças temem que a inclusão no Bolsa Família desmobilize suas bases.

O Bolsa Família, maior programa de transferência de renda do governo federal, pagará R$ 11,4 bilhões neste ano em benefícios entre R$ 20 e R$ 182 a mais de 11 milhões de famílias. Os beneficiários do Bolsa Família só podem ter renda até R$ 137 mensais por pessoa da família.

LEIA MAIS AQUI

MÚSICA - Dois reis da salsa - com a música no sangue - Two kings of salsa - the music in the blood

TECNOLOGIA - Hackers lançam ataque a usuários do Facebook

BOSTON, Estados Unidos (Reuters) - Hackers lançaram um ataque aos 200 milhões de usuários do Facebook nesta quinta-feira, conseguindo com sucesso as senhas de alguns deles.

O porta-voz do Facebook, Barry Schnitt, informou na quinta-feira que o site estava em processo de remoção dos danos causados pelo ataque. Ele acrescentou que o site está bloqueando contas comprometidas, mas não revelou quantas foram invadidas.

Os hackers conseguiram as senhas por meio de uma estratégia conhecida como ataque phishing, invadindo contas de alguns membros do Facebook para enviar emails a amigos solicitando o clique em links que levam a sites falsos.

Estes sites foram projetados para se parecerem com a página principal do Facebook. O propósito deste tipo de ataque normalmente é roubo de senhas e difusão de spam.

Os domínios falsos incluem www.151.im, www.121.im e www.123.im. O Facebook deletou todas as referências feitas a estes domínios de seus sistemas.

Leia mais aqui

MUDANÇA CLIMÁTICA - ONU divulga textos para negociação de tratado climático - UN publishes texts for negotiation of climate treaty

A Organização das Nações Unidas (ONU) avançou em direção a um novo tratado climático na sexta-feira (15) ao divulgar os primeiros textos para discussão a fim de superar as diferenças entre os países ricos com relação à redução nas emissões de gases-estufa.
Dois documentos com 68 páginas no total também dispuseram opções sobre assuntos controversos, como energia nuclear, comercialização de emissões, florestas, navegação ou aviação sob um novo pacto da ONU contra o aquecimento global, previsto para ser aprovado em Copenhague em dezembro.
"Isso tem como objetivo fazer avançar o processo de negociação", disse à Reuters por telefone John Ashe, embaixador de Antígua e Barbuda na ONU. Ashe foi quem reuniu os textos como chefe de um grupo da ONU que analisa os futuros cortes nas emissões dos países ricos.
"Há uma diferença enorme entre os diversos números apresentados pelas partes", afirmou ele. "Não será possível agradar a todos. Todos ficarão insatisfeitos com o resultado de Copenhague, mas minha esperança é de que o resultado disso seja bom para o planeta.
"Os países em desenvolvimento, que culpam os ricos de provocar o aquecimento global por queimar combustíveis fósseis desde a Revolução Industrial, pedem por cortes muito maiores do que os planejados pelos governos dos países desenvolvidos, agora atingidos pela recessão.
Uma das sugestões mais radicais pede que os países ricos cortem suas emissões em mais da metade do que era registrado em 1990 até 2018-2022 a fim de deter o aquecimento global, que, segundo o Painel Climático da ONU, provocará o aumento no nível dos oceanos, ondas de calor, enchentes e secas.

O presidente Barack Obama, por exemplo, visa reduzir as emissões dos EUA para os níveis de 1990 até 2020, aproximadamente 14 por cento abaixo dos níveis de 2007.

Leia mais aqui

sexta-feira, 15 de maio de 2009

NOTICIAS - Lula diz que CPI da Petrobras parece 'briga de adolescentes' e você que pensa?

VOTE AQUI DO LADO, SUA OPINIÃO É IMPORTANTE.

JB Online
BRASÍLIA - Antes de embarcar para uma viagem à Ásia, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a CPI da Petrobras não é do Congresso, mas sim do PSDB. - Acho estranho que um partido que ficou oito anos no governo e que tem dezenas de governadores tome uma decisão irresponsável como esta - afirmou o presidente.

Lula enfatizou que a criação da CPI parece uma 'briga de adolescentes'. - Neste momento em que estamos viajando o mundo em busca de dinheiro para o pré-sal, alguém levar ideias da CPI da Petrobras é, no mínimo, pouco patriótico - criticou.

O requerimento para abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito foi lido em plenário na sessão de hoje do Senado.

VEJA MAIS AQUI

Leia as manchetes de hoje dos principais jornais do país

VALOR ECONÔMICO


- Cade avaliará previamente a fusão de Sadia e Perdigão

- Lula vê disputa ´técnica´ com a Petrobras

- Inadimplência começa a cair

- Balanços acendem a luz amarela

- Sócios do Pactual ainda sem acordo

FOLHA DE S.PAULO

- Crescimento pode ser zero neste ano, admite governo

- Fusão da Sadia com a Perdigão dará origem à Brasil Foods

- Enem deve ser obrigatório para obtenção de diploma

- Corrupção policial faz crime crescer, afirma secretário

O ESTADO DE S.PAULO

- Governo vê risco político e adia mudança no IR de fundos

- Processados juízes que apoiaram De Sanctis

- Enem será obrigatório para aluno do ensino público

- Prefeitura cumpre 1/3 da meta do Clube-Escola

- Plano prevê livro didático com temática homossexual

O GLOBO

- Lista de chefe de milícia mostra propina para PMs

- PAC tem 84 obras que ainda nem começaram

- MEC quer Enem obrigatório para a rede estadual

- Congresso resiste à nova poupança

- Mais 1.445 cargos para a Justiça

JORNAL DO BRASIL

- Informais e ilegais lucram com a crise

- Sai o plano nacional de cidadania gay

- Imperador não aceita jogar agora

- Com Batman, uma liga de extermínio

- Combate à gripe até na internet

ECONOMIA - Mantega admite crescimento zero em 2009

DA AGÊNCIA FOLHA, EM FLORIANÓPOLIS

Governo trabalha com previsão de alta de 2%, parâmetro utilizado para projetar arrecadação e liberar gastos públicos

Consultorias veem recessão técnica com dados do 1º tri; para Lula, economia vive recuperação "extraordinária" e sairá rapidamente da crise.

O governo admitiu ontem pela primeira vez que a economia brasileira pode ter um crescimento nulo em 2009. "Acredito que fechamos o ano em torno de 0 a 2% positivos", disse o ministro Guido Mantega (Fazenda). Para o ministro, o país saiu do fundo do poço. A declaração contrasta tanto com o discurso de crescimento de integrantes do governo como com a expectativa oficial de avanço de 2% do PIB.
Leia mais aqui

POLÍTICA - Senado quebra acordo e instala CPI para investigar a Petrobras

Após o bate-boca de ontem entre tucanos e o democrata Heráclito Fortes (PI), o Senado criou hoje uma CPI para investigar a Petrobras. O vice-presidente do Senado, Marconi Perillo (PSDB-GO) atendeu o pedido da oposição e autorizou a leitura do requerimento que pede uma investigação para apurar possíveis irregularidades constatadas pela Polícia Federal na empresa. (Saiba o que a CPI quer investigar sobre a Petrobras). A Petrobras não se manifestou.

A CPI também vai apurar denúncias de sonegação fiscal e supostas irregularidades no repasse de royalties a prefeituras.

Os 32 senadores que integram o requerimento de instalação da CPI têm até a meia noite de hoje para retirar as assinaturas. Na prática, a leitura do requerimento já representa a criação a CPI. Mas se as assinaturas forem retiradas e não houver um mínimo de 27 nomes a favor da investigação, a CPI é desinstalada.

Perillo foi autorizado pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a quebrar o acordo de líderes que suspendeu a instalação da CPI até que o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, prestasse esclarecimentos no plenário da Casa.

"O presidente Sarney me telefonou dizendo que era regimental a leitura do requerimento", disse Perillo.

Durante a sessão, também foram criadas outras duas CPI para apurar denúncias na área de Educação e a Amazônia (demarcação da reserva Raposa/Serra do Sol).
Leia mais na folha Online

quinta-feira, 14 de maio de 2009

EDUCAÇÃO - Participantes de audiência na Comissão de C&T do Senado sugerem novo marco regulatório para universidades

Como forma de garantir transparência ao setor, o presidente da SBPC, Marco Antonio Raupp, pediu maior participação da sociedade civil nos conselhos administrativos das fundações
As universidades e suas fundações de apoio deveriam contar no futuro com um novo marco regulatório, que permita aliar a necessária transparência dos gastos com a agilidade indispensável à produção do conhecimento. Esta foi uma das principais sugestões apresentadas nesta quarta-feira (13) por participantes de audiência pública promovida pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT).
O tema foi levantado pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF), um dos autores do requerimento de realização da audiência, que contou com a participação do presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados, deputado Eduardo Gomes.

LEIA MAIS AQUI

INTERNACIONAL - As contradições da globalização - Le contraddizioni della globalizzazione

Itália endurece legislação contra imigração clandestina.

Por enquanto o mundo mais se globaliza as difuldades de transitar de um país a outro aumentam.

ROMA, Itália, 14 Mai 2009 (AFP) - Sob forte pressão da extrema direita, os deputados italianos adotaram nesta quinta-feira uma polêmica lei de segurança interna e imigração que transforma a Itália em um dos países mais severos no combate à imigração ilegal.

O texto foi aprovado com 297 votos a favor, 255 contra e 3 abstenções.

A lei cria um crime "de imigração e estada" clandestina, punido com uma multa que pode variar entre 5.000 e 10.000 euros (entre 6.800 e 13.600 dólares), tornando possível a denúncia judicial de imigrantes em situação irregular.

Além disso, amplia de dois para seis meses o tempo de detenção dos imigrantes nos centros de identificação e de acolhida.

"Fechamos as portas (da imigração), e só voltaremos a abri-las para aqueles que vierem para trabalhar e se integrar", resumiu nesta quinta-feira o chefe de governo, Silvio Berlusconi.

Segundo Il Cavaliere, 76% dos italianos apóiam a posição do governo.
Na integra aqui

Mudança climática é maior ameaça à saúde no século XXI

A mudança climática é a maior ameaça à saúde mundial no século XXI, segundo um relatório feito pela revista médica The Lancet e por cientistas do University College de Londres, que destaca a necessidade de uma ação urgente.

"Isto não é um filme de catástrofes com final feliz, é algo real", ressaltou o professor Anthony Costello, diretor do relatório, que acrescentou que "a mudança climática é uma questão de saúde que afeta bilhões de pessoas e não só um problema ambiental que atinge os ursos polares e as florestas".

O estudo é um esforço conjunto de especialistas em saúde, antropologia, geografia, climatologia, engenharia, economia, direito e filosofia, que pretende servir de modelo para que os Governos atuem de maneira multidisciplinar contra a mudança climática.O impacto do que já está acontecendo "não será algo que perceberemos em um futuro distante, mas durante nossas vidas e, definitivamente, nas vidas de nossos filhos e netos", alertou Costello na entrevista coletiva na qual apresentou o relatório.

O especialista em obstetrícia, que admitiu que até um ano e meio duvidava da mudança climática, disse que o aumento da temperatura média da Terra é uma realidade e que é questão de tempo perceber seus efeitos.

LEIA MAIS AQUI

BIOTECNOLOGIA - EXCLUSIVO: Especialista norte-americano fala dos riscos dos transgênicos - North American expert speaks risks of transgenic

Danielle Jordan / AmbienteBrasil

As discussões sobre os possíveis problemas causados pelo consumo de organismos geneticamente modificados ganharam força esta semana quando algumas entidades de defesa do consumidor questionaram o descontrole das produções. (Veja mais em: Idec cobra ação sobre descontrole de transgênico)

Ontem (12), em Curitiba (PR) o diretor-executivo do Instituto pela Tecnologia Responsável, por Jeffrey M. Smith, apresentou estudos que comprovam os danos à saúde. Ele lembrou que, na última sexta-feira (8), a Academia Americana de Medicina Ambiental exigiu a moratória dos transgênicos nos Estados Unidos.

Segundo ele uma segunda organização médica prepara uma resolução semelhante. “Eles disseram que não há um único alimento transgênico no mundo que tenha sido devidamente avaliado e, com base na revisão de 600 trabalhos publicados, chegaram à conclusão que a presença de alimentos transgênicos na dieta dos norte-americanos é, em grande parte, responsável pelo aumento das condições ruins de saúde evidenciadas naquele país nos últimos 12 anos”, alertou.
NA INTEGRA AQUI

MÚSICA - Um presente para o espírito, não perca

Presidente Hugo Chávez faz celular virar sucesso de vendas

Da Folha de S.Paulo, em Caracas
Defensor do "socialismo do século 21", o presidente Hugo Chávez provocou uma febre de consumo digna do capitalismo mais selvagem ao se transformar em garoto-propaganda do primeiro celular fabricado na Venezuela. Lançado no fim de semana do Dia das Mães, o produto gerou filas de centenas de pessoas e se esgotou rapidamente nas lojas do país.
Anteontem, milhares de pessoas se aglomeraram diante das lojas atrás do celular, que dispõe de câmera fotográfica e capacidade de armazenar música e é vendido ao equivalente a só R$ 28. Mas logo pela manhã todos as 5.000 unidades colocadas à venda nas lojas da empresa de celular estatal Movilnet já haviam sumido das prateleiras.
Leia aqui

AMAZÔNIA - Sarney e Temer recebem lista de projetos prioritários para a Amazônia


Ao encerrar a vigília pela preservação da Amazônia na madrugada desta quinta-feira (14) a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), presidente da comissão Mista do Aquecimento Global, agradeceu ao presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP) pelo apoio ao evento.

Ideli também agradeceu aos parlamentares e artistas que participaram do movimento, aos servidores do Senado que tornaram a vigília realidade em menos de uma semana e aos mais de um milhão de brasileiros que participaram do abaixo-assinado Amazônia para Sempre.

Antes do encerramento, o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) informou que enquanto o Brasil é hoje o quarto poluidor do mundo, por causa das queimadas, é a décima economia do planeta. Para o senador, esses números mostram que nosso país está poluindo mais do que gerando riquezas.

- Se o Brasil mantivesse a posição de décima economia do mundo e acabasse com as queimadas, estaria poluindo menos do que gerando riquezas, essa seria a equação que ligaria efetivamente o sentimento de preservação ambiental com a ideia da economia que tem que avançar para gerar riqueza para uma população de 190 milhões de habitantes - argumentou Virgílio.

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) muito emocionado, leu poema de Thiago de Mello em homenagem a Chico Mendes, que abre o livro Vozes da Floresta, lançado no Acre em dezembro do ano passado. A obra foi publicada por iniciativa do Grupo de Trabalho da Amazônia (GTA), Conselho Nacional dos Seringueiros e Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab).
LEIA REPORTAGEM COMPLETA AQUI NA AGÊNCIA SENADO

quarta-feira, 13 de maio de 2009

AMAZÔNIA - Sarney pede vigilância pela Amazônia


Os presidente do Senado, José Sarney, e da Câmara, Michel Temer, saudaram, agora há pouco, em Plenário, a realização da vigília em favor da preservação da Amazônia, por iniciativa das comissões da Casa. A vigília foi aberta e está sendo presidida pela senadora Ideli Salvati (PT-SC), que agradeceu o apoio da Presidência da Casa.
Sarney salientou que a Amazônia é importante para o Brasil e para o mundo. Para ele, a vigilância em favor da preservação das florestas da região deve ser continua. "Não estamos fazendo mais nada do que fizeram nossos antepassados, que a preservaram e a deixaram a Amazônia em pé", diz Sarney.
O presidente do Senado lembra que só há preocupação no mundo com a preservação das florestas porque o Brasil impediu que as empresas colonizadoras dos países ricos - que no século 19 se organizaram para explorar e derrubar florestas elo mundo -atuassem no país.
"Somos mais uma geração com a missão de preservar a Amazônia, para dar exemplo à humanidade", afirmou, lembrando que os recursos naturais da região são vitais para todo o planeta. "Eu quero me alistar entre os soldados daqueles que defendem a Amazônia para sempre", concluiu Sarney.
Leia na Agência Senado

POLÍTICA - para o PMDB do Pará deixar de chiar - Lula afirma que PT precisa de aliança nacional com PMDB - Com carinho :-)

Menos de uma semana depois de ter ouvido queixas e pressões da cúpula do PMDB, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em Campo Grande, ter clareza de que o PT "está muito próximo" de consolidar uma aliança nacional com os peemedebistas em 2010."Estou convencido de que precisamos construir esta aliança com o PMDB. Se vai ter problema num ou noutro lugar, nós vamos resolver individualmente.

Mas nacionalmente estamos trabalhando com muito carinho para construir esta aliança", disse, em entrevista ao lado do governador André Puccinelli (PMDB), após a inauguração do Trem do Pantanal.

O ex-prefeito de Recife João Paulo, que deverá ter papel de coordenação na campanha de Dilma Rousseff (Casa Civil), minimizou ontem a importância do PMDB como aliado. "Nós ganharemos no primeiro turno com ou sem o PMDB", disse ele, após reunião do Diretório Nacional do PT. "Claro que sem o PMDB será mais apertado, mas vamos ganhar de qualquer jeito.

"João Paulo disse que em alguns Estados a aliança não será viável. "Em Pernambuco, por exemplo, é impossível." Ele também criticou a ameaça do PMDB de retaliar o governo por ter perdido apadrinhados na Infraero. "Isso é o PMDB. Não adianta tentar inventar outro."

Leia mais aqui na Folha

SAÚDE - "Situação de 2009 não é a mesma da pandemia de gripe de 1918", diz historiador da medicina



Veja como as comparações históricas não sempre são apropriadas. A Diretora da OMS Margaret Chan já tinha comparado a gripe suína com a de 1918. erradamente a Diretora foi lá atras na história a buscar argumentos para explicar o contexto da gripe suína Veja aqui mais detalhes sobre o debate

Historiador da medicina e da saúde pública no Centro de Pesquisa da Medicina, da Ciência, da Saúde e da Sociedade (Cermes, CNRS-Inserm-EHESS, Paris), Patrick Zylberman estudou as grandes pandemias, e em especial a forma como a França reagiu à gripe espanhola que, entre 1918 e 1919, fez mais de 50 milhões de mortos no mundo. Ele comenta a forma como as autoridades sanitárias compreenderam os períodos de crise sanitária, e alerta quanto às armadilhas das comparações anacrônicas.
Aqui entrevista na íntegra

Le Monde - Não é uma forma de anacronismo comparar os dois episódios?

Zylberman - Certamente. A pandemia de 1918 se tornou uma figura de retórica. Desde a Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars) em 2003, todos os médicos, epidemiologistas e dirigentes da saúde pública apresentam o retorno da gripe espanhola como o próximo "holocausto".
Entende-se bem o porquê: é preciso atingir em cheio as imaginações para que os dirigentes políticos e os cidadãos coloquem a mão no bolso para que a comunidade esteja pronta para resistir.Bem, o mundo de 1918 e o de hoje não são comparáveis de forma alguma. O vírus e seu poder patogênico não são o único parâmetro de uma epidemia ou de uma pandemia, seja no nível da morbidez, seja no nível da mortalidade.Hoje, nós dispomos de conhecimentos científicos sobre o vírus, ao contrário de 1918 (o H1N1 só foi isolado no homem em 1933).

Nós dispomos de antivirais e de vacinas. Os antibióticos permitem tratar as superinfecções. Sem falar na vigilância epidemiológica, instaurada desde 1995, e de planos de resposta epidêmica previstos, mesmo que nem tudo seja perfeito.

Leia na íntegra aqui

AMAZÔNIA - AQUI EM BRASÍLIA - É HOJE A VIGÍLIA PELA AMAZÔNIA NO SENADO - The vigil is TODAY THE AMAZON IN SENATE

Hoje é o dia da vigilia pela Amazônia no Senado Federal, em Brasília. A partir das 18:30h.

Uma vigília pela preservação da Amazônia será realizada no Plenário do Senado nesta quarta-feira (13), a partir das 18h30, horário previsto para o encerramento da sessão deliberativa. A vigília está sendo promovida pela Comissões Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas; de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA); e de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

O evento foi uma iniciativa do movimento Amazônia para Sempre, encabeçado por artistas como a atriz Christiane Torloni, que esteve esta semana no Senado. O objetivo do movimento é chamar a atenção para a necessidade de preservação da floresta, da proteção do meio ambiente, de investimentos no desenvolvimento sustentável e da salvaguarda da legislação ambiental brasileira.

Na programação, está prevista a entrega do documento Amazônia para Sempre e a apresentação de um vídeo a respeito do tema. Para a cerimônia de abertura, foram convidados os ministros de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira Unger e do Meio Ambiente, Carlos Minc, cujas presenças ainda precisam ser confirmadas. Parlamentares e representantes de movimentos ligados o meio ambiente também participarão da vigília.

Leia na íntegra aqui e Acompanhe pelo site do Senado.

Veja artigo da Ex-Ministra Marina Silva sobre o Evento aqui.

ECONOMIA - Santa China, outra vez - China, Again

Do Financial Times
Os preços do petróleo bruto atingiram o nível 60 dólares o barril, uma queda, na terça-feira pela primeira vez desde novembro. Enquanto dados da melhoria da economia (segundo líderes chineses) ajudaram à demanda de commodities "metais" que aumentam seus preço. Bom para o Brasil.
Veja na integra no Financial Times

Brasil entrou em recessão, mas já se recupera -- Ministro Miguel Jorge - Brazil entered into recession, but recover

BRASÍLIA (Reuters) - A economia brasileira entrou em recessão técnica no primeiro trimestre do ano, mas dados de alguns setores e números do emprego formal de abril já sinalizam recuperação, afirmou o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, nesta terça-feira.
"Pelos números, a recessão técnica aconteceu, porque dois trimestres consecutivos (de retração), em termos econômicos, é uma recessão técnica", afirmou Miguel Jorge a jornalistas ao chegar ao Congresso, onde participaria de audiência pública.
"Mas nossa recessão é muito mais branda do que a de alguns países, que estão em uma situação muito mais difícil."
Segundo Miguel Jorge, os números do Cadastro Geral de Emprego do Ministério do Trabalho de abril --que aponta os dados do emprego com carteira assinada-- mostram que "começa a haver uma recuperação, mas ainda lenta".
Leia na Folha na integra

terça-feira, 12 de maio de 2009

MINERAÇÃO - Empresas tentam superar conflitos com obras no Pará

No Pará, grandes empresas, como Vale e Alcoa, passaram a cumprir atividades que vão muito além da mineração e estão fazendo obras dignas de Estado, como rede de saneamento, construção de estradas, de escolas e até um Fórum judicial.

Os novos empreendimentos privados - antes comuns em empresas estatais - marcam a mudança na postura das grandes mineradoras que não querem mais conviver com um cinturão de miséria à sua volta. Ao invés de cobrar do Estado educação, moradia e outros serviços básicos escassos no Pará, como água, esgoto e energia elétrica, elas iniciaram projetos próprios com as comunidades e estão desenvolvendo cidades inteiras. A Alcoa está reconstruindo a cidade de Juruti, e a Vale está criando centrais com escola básica, cursos profissionalizantes e ampla rede esportiva junto a várias comunidades próximas aos seus projetos estratégicos.

Para solucionar os protestos locais, as empresas, no passado, procuravam soluções de curto prazo, que atendessem a reivindicações específicas e imediatas das comunidades, como a construção de uma ponte. Ou o repasse de cestas básicas para a prefeitura nas cidades atingidas pelos empreendimentos. Isso foi feito durante décadas quando a Vale era estatal e criou uma cultura paternalista entre as comunidades. Para corrigir esse passivo, grandes empresas que investem no Pará estão abandonando essa visão de “dar um troco” às comunidades.
Elas saíram do assistencialismo e estão realizando projetos estruturantes. Com isso, procuram mudar o modelo representado pela Casa da Vale - local que já recebeu visitas ilustres, como o Príncipe Charles, do Reino Unido, foi o ponto de encontro da equipe econômica durante a formulação do Plano Cruzado, em 1986, e virou símbolo da “elite” da empresa em oposição à miséria de muitas cidades paraenses.

Além da falta de infraestrutura básica e da precária condição social, o Pará convive com pelo menos três grandes “síndromes” que dificultam a realização de investimentos importantes para a economia - hidrelétrica de Tucuruí, Carajás e Eldorado dos Carajás.
A síndrome de Carajás é um sentimento local de que grandes empresas chegam ao Pará, abrem imensos buracos nas terras, tiram a riqueza e não deixam nada para a população. A pobreza local contrasta com o tamanho e o faturamento bilionário das empresas. Para superar esse contraste, Vale e Alcoa desenvolveram novas estratégias. A Alcoa abandonou totalmente o conceito de “company town” antes mesmo de se instalar em Juruti, em 2005.

As “companies towns” eram uma espécie de “campo de concentração de luxo”, onde tudo funcionava em torno da grande empresa, explicou Maria Amélia Enriquez, assessora para Mineração e Desenvolvimento do Ministério das Minas e Energia, autora de uma tese de doutorado sobre o impacto da mineração em pequenas cidades. “Isso criou castas porque o empregado da companhia ascendia a uma classe mais alta, enquanto o resto da população permanecia em outra.” Agora, as empresas querem evitar essa visão de que elas são um enclave isolado no meio de um cinturão de miséria.
Leia reportagem na integra em Notícias da Amazônia

SAÚDE -Não tenho medo da morte, tenho medo de algún dia perder a dignidade -Not afraid of death, afraid of losing some days the dignity -José Alencar


Exames comprovam retorno de tumores em José Alencar, diz hospital.

O vice-presidente da República, José Alencar, 77, está em São Paulo fazendo exames no hospital Sírio Libanês, no centro da cidade, nesta terça-feira.

Ao sair do hospital em uma cadeira de rodas, o vice-presidente negou que tivesse medo da morte. "Não tenho medo da morte, até porque não sei o que é a morte."

Visivelmente emocionado, disse que não pede a Deus nenhum dia a mais de vida do que ele possa viver com orgulho. "Quero pedir a Deus que não me dê nenhum dia de vida a mais a não ser que eu possa me orgulhar desse dia de vida, que esse dia seja objeto de orgulho não só da minha parte como da minha mulher e filhos."
Em março, ele voltou ao Sírio Libanês, dessa vez para a troca de um cateter no canal de ligação do rim com a bexiga.

O resultado dos exames realizados nesta terça-feira pelo vice-presidente José Alencar apontou o retorno de tumores malignos (sarcoma) em "alguns pontos da cavidade abdominal". A informação está no boletim médico divulgado pelo hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Segundo boletim médico, a equipe que assiste o vice-presidente está replanejando o tratamento. Não há previsão de internação.
Leia mais na Folha Online

SINOPSE DE NOTÍCIAS - 12 DE MAIO DE 2009 - SYNOPSIS OF NEWS

Sinopse das notícias veiculadas nos principais meios de comunicação do Brasil. Os números ( ) correspondem à Fonte.

NACIONAIS

- Emprego na construção. Com a abertura de 18.341 vagas com carteira assinada, o nível de emprego na construção civil brasileira cresceu 0,87% em março. Com o resultado, chegou a 36.733 o número de vagas abertas no primeiro trimestre, uma elevação de 8,88% em relação a igual período de 2008; (1)

- Balança Comercial. Semana tem superávit de US$ 547 milhões; (1)

- IPI dos automóveis. Montadoras preparam-se para reivindicar ao governo a manutenção do IPI reduzido para os automóveis. Entre as propostas está a reversão gradual do incentivo, diz o presidente da Ford, Marcos de Oliveira; (1)

- Brasil inicia produção de azeite. A primeira safra em escala comercial de azeite brasileiro deve chegar à mesa dos consumidores dentro de um ano; (1)

- Vale confirma descoberta de gás em poço na Bacia de Santos. Descoberta no poço Panoramix representa o 1º caso de sucesso exploratório da mineradora, diz comunicado; (2)

- Votorantim produz mais cimento. A Votorantim Cimentos já inaugurou duas fábricas, no Nordeste, e irá abrir mais duas até o final de 2009. Até 2011, a empresa planeja ampliar a capacidade em 40%; (1)

- A hora de buscar a casa própria. Diante da queda do Índice Geral de Preços e Mercado (IGP-M), há quem fique em dúvida se alugar um imóvel não passa a ser um bom negócio. Mas especialistas dizem ao JB que o momento é mesmo de comprar. Para a maioria, os incentivos do governo na construção civil tornam os custos de aquisição menores. E, mesmo que a parcela do financiamento venha a ser mais cara do que o aluguel, o diferencial é a chance de concretização do ideal da casa própria; (1)

- Mercado negocia dólar a R$ 2,057, baixa de 0,53%, nas últimas operações; (3)

- 4.249 vagas na Fhemig. Fundação lança edital para preencher cargos de médico, enfermeiro, analista e técnico operacional em 12 cidades de Minas. Salário varia de R$ 751,44 a R$ 4.391,39. (1)

- Socorro federal para o Nordeste. Governo editará medida provisória liberando dinheiro para socorrer estados da região. O Ministério da Integração Nacional calcula em R$ 1 bilhão o prejuízo causado pelas chuvas. Mais de um milhão de pessoas foram atingidas. Há pelo menos 49 mortos; (1)

- Violência: Chefe da PM de Formosa é pistoleiro, acusa MP. O Ministério Público de Goiás apresentou nova denúncia contra o comandante da Polícia Militar de Formosa (GO), Ricardo Rocha. Oficial, suspeito de comandar um grupo de extermínio, também é acusado de matar traficante em Rio Verde em 2007. (1)

POLITICAS

- Lula quer MP para dar recursos a Estados afetados pela chuva; (2)

- Crestana vai deixar a Presidência da Embrapa. O diretor-presidente da Embrapa, Silvio Crestana, licenciado até 31 de maio, confirmou hoje que solicitou ao Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA e ao Conselho de Administração da Embrapa – Consad que dêem início aos trabalhos do Comitê de Busca por um novo nome para assumir a presidência da Empresa. Ele participou da abertura da reunião de chefes das Unidades Centrais e Descentralizadas da Instituição, em Brasília, e explicou os motivos. “Fiz uma avaliação nesse período em que estou em licença e, por razões pessoais e familiares, opto por meu afastamento do cargo assim que houver a aprovação de um novo diretor-presidente”; (5)

- Jackson Lago será alvo de três inquéritos. Ex-governador é acusado de superfaturar gastos com aviões; (2)

O PSOL do Rio Grande do Sul voltou a acusar hoje o PSDB de uso de caixa dois na campanha que elegeu a governadora Yeda Crusius em 2006 e citou o marido da tucana, Carlos Crusius, como um dos arrecadadores. O presidente estadual do partido, Roberto Robaina, a deputada federal Luciana Genro e o vereador Pedro Ruas apresentaram à imprensa, em Porto Alegre, cópias de e-mails que, segundo eles, comprovariam as denúncias. Eles também prometeram levar os documentos ao Ministério Público de Contas, para pedir a reabertura da investigação sobre a compra de um imóvel pelo casal Crusius, e à Assembleia Legislativa, para solicitar a aceleração da análise do pedido de impeachment da governadora que fizeram no ano passado e ainda tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ); (2)

- Bancada do PT na Assembleia cobra CPI para investigar governo Yeda. A bancada do PT na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul vai cobrar amanhã a instalação de uma CPI para investigar as denúncias contra o governo de Yeda Crusius (PSDB). Segundo o líder da bancada, deputado Elvino Bohn Gass, o pedido de investigação deve ser do parlamento e não de um partido, pois toda a sociedade suspeita das irregularidades; (2)

- Deputado que 'se lixa' pagou a advogado com verba da Câmara. Sérgio Moraes deve ser afastado hoje da relatoria do caso Edmar Moreira. O deputado Sérgio Moraes (PTB-RS), que disse "se lixar" para a opinião pública, usa parte da verba indenizatória para remunerar seu advogado nas ações que tramitam contra ele no Supremo Tribunal Federal. Moraes - relator do caso Edmar Moreira, o deputado do castelo - paga aluguel mensal de R$ 2,5 mil ao seu advogado. O escritório político dele funciona dentro da firma do advogado. Moraes deverá ser afastado hoje da relatoria pelo presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo, mas disse que cairá "com armas nas mãos"; (1)

- Coleguismo e impunidade dão a deputados garantia de reeleição. Analistas comentam o caso do deputado que 'se lixa' para opinião pública e está no seu sétimo mandato; (2)

- Deputado rejeita convite para substituir relator que 'se lixa'. Moreira Mendes rejeitou proposta do presidente do Conselho de Ética para relatorar caso do dono do castelo. (2)

ESPORTES

- São Paulo perde para o Fluminense na estréia do Brasileirão. Equipe do Rio vence por 1 a 0 no Maracanã e quebra invencibilidade de 18 partidas do adversário no torneio; (2)

- Copa do Brasil. Com forte gripe, Ronaldo pode desfalcar Corinthians. Ao todo, nove jogadores estão no departamento médico e preocupam Mano para o jogo contra o Fluminense; (2)

- Futebol: África do Sul pede ajuda a vizinhos. Organização da Copa admite não ter como abrigar turistas; (1)

- F1 - Massa diz que campeonato deste ano acabou para ele e para Ferrari. 'Mesmo que nós melhorássemos o carro, isso não significa que eles não vão mais pontuar', diz. Direção da Ferrari discute futuro na F-1 nesta terça. (2)

INTERNACIONAIS

- Mulher lança campanha para pagar por exame de DNA de Lugo. Camelô tenta arrecadar fundos para provar paternidade do presidente, já que ex-bispo se nega pagar o teste; (2)

- Morales critica asilo a ex-ministros bolivianos no Peru; (2)

- Epidemia do H1N1 começa a ceder no México; já são 56 mortos; (2)

- Papa defende duas 'pátrias' para israelenses e palestinos. Em Israel, Bento 16 diz que fronteiras devem ser "internacionalmente reconhecidas"; posição se opõe à do premiê Binyamin Netanyahu; (1)

- Irã solta jornalista condenada por espionar para EUA; (1)

- Brown se desculpa por gastos de legisladores britânicos. Entre as despesas pagas com verba pública estão filmes pornôs, esterco e serviço de limpeza do irmão do premiê. (2)

BRASÍLIA/DF

- Liderança do PT sofre sequestro em Planaltina. O integrante do diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) Wilmar Lacerda, 48 anos, foi vítima de sequestro relâmpago na noite de sábado, em Planaltina, onde mora desde 1969. Por volta das 22h, ele sacou R$ 50 em uma agência bancária próxima à Adminitração Regional da cidade e, depois, fez um lanche nas proximidades. Quando se dirigia ao carro, um EcoSport, para atender uma ligação — o celular estaria no veículo —, Lacerda foi surpreendido por dois bandidos, um deles armado com um revólver; (3)

- Vendas do Dia das Mães no DF cresceram 4,2%, diz Sindivarejista; (3)

- Vacinação de idosos é prorrogada até 29 de maio; (3)

- Lituanas são presas no aeroporto de Brasília com quase 4 kg de cocaína; (3)

- UnB vai construir uma nova Casa do Estudante Universitário; (3)

CÁRCERE PRIVADO. Mulher é mantida refém pelo marido por quase 12 horas no DF. Dono de um bar, ele atirou contra o síndico e o subsíndico do prédio onde morava e depois fez a mulher refém; (2)

- O tempo em Brasília. A temperatura ficará entre 17° e 27º. Sol com algumas nuvens. Não chove; (3)

(1) Radiobrás
(2)
Estadão
(3)
Correio Braziliense
(4)
EmTempo Real

Veja mais na coluna do Honorato

segunda-feira, 11 de maio de 2009

DESMATAMENTO - Vigília pela Amazônia (ex Ministra Marina Silva) -Vigil by Amazon

NA QUARTA-FEIRA à noite haverá no Senado uma vigília em favor da preservação da Amazônia.
A ideia começou a tomar corpo com a reação inconformada da atriz Cristiane Torloni diante da dificuldade de dar consequência ao abaixo-assinado "Amazônia para Sempre", com mais de um milhão de assinaturas, encabeçado por ela, Vitor Fasano e Juca de Oliveira. Em conversa com os senadores Cristovam Buarque e Ideli Salvatti, surgiu a ideia da vigília, encampada por um grupo de senadores e apoiada pelo presidente José Sarney.
Esse ato será importante também por lembrar ao Brasil o Congresso parceiro da população, no momento em que, com justa indignação, muitos chegam a considerá-lo irrelevante. E por lembrar ao Congresso o seu papel central, de batalhar pelas demandas da maioria da sociedade.
O momento é crucial. Movimentos agressivos no governo, no próprio Congresso e em setores empresariais empenham-se em jogar no lixo décadas de construção de um arcabouço jurídico ambiental moderno, compatível com o conhecimento alcançado sobre a relação indissolúvel entre equilíbrio ambiental e desenvolvimento justo e duradouro.
Há um risco na vigília: o de virar paisagem. Um evento no qual muitos declarem seu extremado amor à Amazônia, mas literalmente da boca para fora. Não dá mais para fazer de conta e, na prática, agir para promover interesses que insistem em ignorar a necessidade de cumprir a legislação ambiental.Esse jogo está esgotado, como bem demonstram os últimos e enfáticos sinais que vêm da população. Além do número de assinaturas no manifesto dos artistas, o site GloboAmazônia contabiliza, em apenas oito meses, mais de 45 milhões de protestos contra queimadas e desmatamento. Isso dá a média de mais de 5 milhões de protestos por mês ou cerca de 180 mil protestos por dia, ou quase 8.000 protestos a cada hora. E ainda há a recente pesquisa Datafolha/Amigos da Terra, que já comentei neste espaço, segundo a qual 94% querem parar o desmatamento contra apenas 3% que permitiriam mais desmatamento para aumentar a produção agrícola.

Leia na Integra na Folha

ESPORTE - PAYSANDU É CAMPEÃO 2009!

A VOLTA POR CIMA - O PAYSANDU DE NOVO NO LUGAR DE HONRA DO FUTEBOL DO NORTE - NORDESTE.
CAMPEÃO PARAENSE
2009


ECONOMIA - Desaceleração do emprego não deve repetir a dos anos 1990 -ECONOMY - Deceleration of employment must not repeat the 1990

Mudanças estruturais na economia devem minorar impacto sobre mercado de trabalho.
Por Antonio Marcos Hoelz Ambrozio
Economista da APE
BNDES

A retomada do crescimento econômico no Brasil nos últimos anos foi um fator importante para explicar a queda da taxa de desemprego brasileira. Entre 2003 e 2008, essa taxa recuou de 12,3% para apenas 7,9%. Trata-se de uma forte queda, de 4,4 pontos percentuais, significativa tanto em termos absolutos como quando comparada
com a experiência de outros países. O cenário macroeconômico sofreu, no entanto, uma piora substancial nos últimos meses, com a desaceleração da economia mundial. A crise financeira está tendo forte impacto sobre o nível de atividade global e do emprego. As principais economias desenvolvidas já se encontram em um ciclo recessivo. No caso americano, a taxa de desemprego vem aumentando de modo significativo desde o segundo semestre de 2007(ver Visão do Desenvolvimento nº 61).
Leia aqui artigo completo sobre emprego do BNDES

POLÍTICA - 'Sem reforma há risco de instabilidade no Congresso’


Co-autor da proposta de reforma política que tramita no Congresso, o ministro Tarso Genro (Justiça) sai em defesa do voto em lista e do financiamento público da eleição.

Em entrevista ao blog, diz que o Congresso, mesmo em crise, tem legitimidade para alterar o sistema eleitoral.

Afirma que não é a mudança, mas a manutenção do atual modelo que submete o Legislativo a riscos.

“Se não melhorarmos isso aí, podemos entrar numa situação de risco de instabilidade no Congresso”.

Leia a entrevista do ministro, no blog do Joasias, na Folha Online:

INTERNACIONAL - Desculpem a molestia (Eduardo Galeano) - Sorry for the disease

Segundo a revista Foreign Policy, a Somalia é o lugar mais perigoso do mundo. Mas quem são os piratas? Os mortos de fome que assaltam navios ou os especuladores de Wall Street, que há anos assaltam o mundo e agora recebem multimilionárias recompensas por suas atividades? Por que o mundo premia os que o saqueiam? Por que a justiça é cega de um único olho? Wal Mart, a empresa mais poderosa de todas, proíbe os sindicatos. McDonald’s, também. Por que estas empresa violam, com delinqüente impunidade, a lei internacional?
O artigo é de Eduardo Galeano
Leia na integra na Revista Carta Maior

INTERNACIONAL - Mexicanos simulam como seria cruzar fronteiras com os EUA



Cena montada: sirenes tocam ao mesmo tempo em que um grupo de mexicanos corre pela escuridão até a prisão de alguns integrantes. À primeira vista, pode-se acreditar que são pessoas tentando entrar nos Estados Unidos. Na verdade, a história tem a ver… todos envolvidos são visitantes de um parque e pagaram para sofrer na carne as provações para entrar ilegalmente no país vizinho.
Reportagem da AFP e UOL Notícias.

COTIDIANO - A mulher mais bonita do Brasil é de São Gonçalo, Rio Grande do Norte (Concurso Miss Brasil)

Do Alexandro Gurgel,
Natal, RN

Larissa Costa quando desfilava para ser eleita Miss RN 2009.

Quem disse que o Rio Grande do Norte não tem mulher bonita?

E quem disse que no Brasil o nome de GONÇALO não é conhecido?. Os que levamos esse nome só podemos estar felices.

Entre as 27 canidatas dos Estados brasileiros, a são-gonçalense Larissa Costa foi eleita a Miss Brasil 2009. Na madrugada desse domingo, a TV Bandeirantes transmitiu o concurso de beleza que escolheu a potiguar, que vai concorrer ao "Miss Universo", que acontece em agosto, no Caribe.

A vencedora receberá a garantia de contratos no valor de R$ 200 mil pelo período de um ano, um carro 0 Km, joias e roupas. Além disso, ela representará o Brasil no Miss Universo. A segunda colocada foi a Miss Minas Gerais.
Blog do Grande Ponto

BIOTECNOLOGIA - Pressão de ruralistas libera transgênicos - Pressure of releasing transgenic Ruralista

CLAUDIO ANGELO
EDITOR DE CIÊNCIA
Folha
Entre 2003 e 2004, o Brasil se viu numa posição curiosa. Suas lavouras de soja transgênica se expandiram de 3 milhões para 5 milhões de hectares, segundo o Serviço Internacional de Aquisição de Aplicações de Biotecnologia Agrícola. Tornou-se o quarto maior produtor de transgênicos do mundo.
Até então, plantar transgênicos era ilegal no país. Cedendo à pressão ruralista, o governo decidiu por MP que a soja Roundup Ready da Monsanto era segura para a saúde e para o ambiente.
Seis anos depois, não há evidência de colapso sanitário ou ambiental. Só moral, pela maneira como a soja foi liberada e pela forma como o governo manobrou para alterar o quórum da CTNBio.
Devagar, o país começa finalmente a rotular seus derivados de soja. Até mesmo o óleo, que em tese nem DNA contém. Os temores, afinal, eram fantasias ecoxiitas.
Com base em raciocínio análogo, libera-se o milho transgênico. Se a soja é segura, o milho há de ser também.
É aqui que os defensores da biotecnologia cometem o mesmo erro que seus detratores: botar todos os transgênicos no mesmo balaio. A biologia não permite esse tipo de simplificação.
Em 2001, por exemplo, os pesquisadores californianos David Quist e Ignacio Chapela mostraram, em estudo na revista "Nature", que pólen de milho transgênico contaminara variedades de milho "criollo", produzidas tradicionalmente por lavradores mexicanos há milênios.
O estudo foi criticado por cientistas que recebiam financiamento de uma multinacional biotecnológica e retratado (anulado) pela revista. Em 2009, porém, uma pesquisa da Universidade Nacional Autônoma do México chegou à mesma conclusão que Quist e Chapela.
Leia mais aqui

MILHO TRANSGÊNICO AUTORIZADO NO BRASIL FOI PROIBIDO NA ALEMANHA - Maize AUTHORIZED IN BRAZIL WAS BANNED IN GERMANY

MILHO TRANSGÊNICO AUTORIZADO NO BRASIL FOI PROIBIDO NA ALEMANHAO milho Bt Mon 810, tecnologia de propriedade da multinacional Monsanto, teve a autorização de cultivo revogada recentemente na Alemanha. Esse foi o sexto país da União Europeia, região que já havia aprovado o uso da tecnologia, a revogar a autorização para o plantio. Além de proibido em solo alemão, a autorização para o cultivo também foi suspensa em Luxemburgo, Hungria, Áustria, Grécia e França. O milho vetado pelo governo alemão possui o mesmo gene inserido no DNA de variedades de milho cultivado neste momento no Brasil. Em algumas regiões do Paraná, o plantio de milho com a tecnologia atingiu 40% da área plantada.

Leia aqui

BIOTECNOLOGIA - País perde controle dos transgênicos

Produtores e cooperativas não separam lavouras convencionais de milho das geneticamente modificadas, alegando falta de estrutura

Governo não fiscaliza todas as etapas do processo, e indústria alimentícia afirma que a responsabilidade de controle não é do setor

O produtor Ademir Ferronato, que teve lote de soja contaminado por sementes transgênicas e agora teme que o mesmo aconteça com o milho, no Paraná

AGNALDO BRITO
Folha

A primeira safra de milho geneticamente modificado no Brasil ampliará o descontrole do país em relação ao controverso uso desse tipo de produto na indústria de alimentos.
Além de já representar uma ameaça de contaminação a produtores de variedades não transgênicas, o milho transgênico deverá contaminar milhões de toneladas do grão convencional devido à decisão dos produtores de não separar os dois tipos de cultivo.
A reportagem da Folha visitou regiões produtoras no interior do Paraná e ouviu de produtores e cooperativas que não existe estrutura suficiente para colheita, transporte e armazenagem da produção transgênica separada da convencional.
A Lei de Biossegurança não exige a separação da produção, mas é clara ao exigir a fiscalização de todos esses processos, o que não ocorre.
Leia na integra aqui

domingo, 10 de maio de 2009

MARABÁ SOS - Prefeitura e sociedade civil organizada lançam campanha SOS Marabá

SOS - Representantes de clubes de serviço, sindicatos, associações, conselhos, igrejas, órgãos e secretarias estiveram presentes no evento.

Fruto de reunião ocorrida (7/05/09) à noite, entre a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura (Seasp) e a sociedade organizada, a Campanha SOS Marabá, que tem como objetivo arrecadar donativos (roupa, alimento, água potável, dentre outros) para os desabrigados da cheia, foi lançada na manhã da sexta-feira, 8, pela secretária de Assistência Social Edileusa da Silva Magalhães, com a presença do prefeito Maurino Magalhães, autoridades e imprensa local.

Assim como aconteceu no Estado de Santa Catarina e mais recentemente no Maranhão, onde toda a sociedade brasileira mobilizou-se em prol dos desabrigados de enchentes, em Marabá não será diferente, todos serão convidados a ajudar nossos irmãos.
Encampa esta iniciativa, além da Seasp, os clubes de serviço Lions e Rotary, Sindicato do Comércio de Marabá, Conselho Tutelar, Associação Comercial, igrejas católicas e evangélicas, comércio em geral e Conab – Companhia Nacional de Abastecimento.
Também, como resultado da reunião de ontem, os organizadores de dois grandes shows deste fim de semana confirmaram colaborar com a iniciativa da Prefeitura, solicitando aos expectadores a doação de roupas, água potável e alimentos.
Vários postos de arrecadação com o slogan “SOS Marabá, Colabore e Junte-se a nós” serão fixados em todas as lojas Leolar e espalhados em pontos estratégicos da cidade, a exemplo do trevo de acesso aos núcleos habitacionais, além de caminhões de igual forma identificados estarão realizando as coletas pelas ruas da cidade.
Na abertura oficial, o prefeito Maurino Magalhães, presente no evento, anunciou a adesão da Vale à campanha, fato ocorrido durante o encontro que teve com o presidente da Vale, Roger Agnelli, na tarde de ontem em Brasília.

Leia aqui no Blog do Val-André Mutran