Google+ Badge

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Olhar sobre o Mundo - O verdadeiro Cristo

Bruno Boghossian - O Estadao de S.Paulo

Visto de longe, é humanamente impossível ver o desgaste das pastilhas que cobrem o Cristo Redentor no Rio de Janeiro, inaugurado em 1931. Contudo, chegando mais perto, é possível ver os estragos causados pela ação do tempo. O Cristo, eleito em 2007 mais uma das sete maravilhas do mundo, entra em reforma. Vai ficar dois meses parcialmente encoberto. O repórter fotográfico Wilton Junior visitou as obras e traz imagens de detalhes do monumento bem pouco conhecidos.








Estadão

quarta-feira, 31 de março de 2010

Economia - CAPITALISMO MODELO EIKE

1. CAPITALISMO IDEAL - Você tem duas vacas. Vende uma e compra um touro.Eles se multiplicam, e a economia cresce.Você vende o rebanho e aposenta-se, rico!

2. CAPITALISMO AMERICANO - Você tem duas vacas.Vende uma e força a outra a produzir o leite de quatro vacas. Fica surpreso quando ela morre.

3. CAPITALISMO JAPONÊS - Você tem duas vacas.Redesenha-as para que tenham um décimo do tamanho de uma vaca Normal e Produzam 20 vezes mais leite. Depois cria desenhinhos de vacas chamados Vaquimon e os vende para O mundo inteiro.

4. CAPITALISMO BRITÂNICO - Você tem duas vacas. As duas são loucas.

5. CAPITALISMO HOLANDÊS Você tem duas vacas. Elas vivem juntas, não gostam de touros e tudo bem.

6. CAPITALISMO ALEMÃO - Você tem duas vacas.Elas produzem leite regularmente, segundo padrões de qualidade,Quantidade e horário previamente estabelecido, de forma precisa e lucrativa.Mas o que você queria mesmo era criar porcos.

7. CAPITALISMO RUSSO - Você tem duas vacas.Conta-as e vê que tem 5 vacas.Conta de novo e vê que tem 42 vacas.Conta de novo e vê que tem 12 vacas.Você pára de contar e abre outra garrafa de vodca.

8. CAPITALISMO SUÍÇO - Você tem 500 vacas, mas nenhuma é sua.Você cobra para guardar a vaca dos outros.

9. CAPITALISMO ESPANHOL - Você tem muito orgulho de ter duas vacas.

10. CAPITALISMO PORTUGUÊS - Você tem duas vacas. E reclama porque seu rebanho não cresce...

11. CAPITALISMO HINDU - Você tem duas vacas. E ai de quem tocar nelas.

12. CAPITALISMO ARGENTINO - Você tem duas vacas.Você se esforça para ensinar as vacas a mugirem em inglês... As vacas morrem.Você entrega a carne delas para o churrasco de fim de ano ao FMI.

13. CAPITALISMO BRASILEIRO - Você tem duas vacas.Uma delas é roubadaO governo cria a CCPV - Contribuição Compulsória pela Posse de Vaca. Um fiscal vem e lhe autua, porque embora você tenha recolhido corretamente a CCPV, o valor era pelo número de vacas presumidas e não pelo de vacas reais. A Receita Federal, por meio de dados também presumidos do seu consumo: Leite, queijo, sapatos de couro, botões, presume que você tenha 200 vacas. E para se livrar da encrenca, você dá a vaca restante para o fiscal deixar por isso mesmo...

14. CAPITALISMO EIKE BATISTA - Você não tem nenhuma vaca. Vende para um fundo de pensão americano 30% da Centennial Cow LLC por US$1 bilhão de dólares, e compra 1 milhão de vacas por R$ 1.000 reais cada. Você contrata a melhor equipe de engenharia genética do país por US$ 5 milhões de dólares por ano, e estima que os netos das vacas valerão R$ 8.000 cada. Faz um business plan no melhor Power Point e vende 20% da COWX no maior IPO da história, por US$ 10 bilhões. No final você tem 56% da COWX, empresa que vale R$ 80 bilhões na Bovespa, já com a promessa de liderar a consolidação do mercado global de carne. Aparece entre os top 50 da Fortune e avisa Bill Gates que está chegando!

terça-feira, 30 de março de 2010

Eleições 2010 - A largada oficial da pré-campanha (deu no blog da Denise)


A largada oficial da pré-campanha Às vésperas do feriado de Semana Santa, a surpresa dos próximos dias ficará por conta do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Ele deve deixar o cargo para concorrer ao governo de Goiás, mas ainda faz mistério.

No mais, teremos Dilma Rousseff apresentando o PAC 2 hoje ao lado do presidente Lula. O programa envolve recursos da ordem de R$ 1 trilhão. Depois, a ministra terá a sua despedida do governo, na quarta-feira. José Serra, por sua vez, faz uma solenidade de despedida do cargo de governador no mesmo dia, para transferir a administração de São Paulo ao seu vice, Alberto Goldman.

Como os candidatos ainda não podem fazer campanha abertamente, Dilma e Serra vão se dedicar a reuniõe partidárias pelo país afora. São aqueles encontros eleitorais disfarçados de palestras e de debates. E a hora também de acertar os palanques nos estados que, diante do cenário de disputa acirrada, têm mais importância do que muitos imaginam. É a essa tarefa que Dilma e Serra vão se dedicar agora.

Outra 1
O presidente Lula comentou dia desses com amigos que o deputado Ciro Gomes (PSB) passou dos limites. E foi mais além: disse que quem vai ter que conversar com o cearense é o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente do PSB. "Eu não quero mais saber", disse o presidente, cansado da saraivada de críticas que Ciro tem feito ao PT, à gestão da saúde no governo Lula e ao que considera falta de projeto do governo como um todo. Lula também não está nada satisfeito com o fato de Ciro a toda a hora falar do mensalão do PT, uma crise que, na cabeça do presidente Lula, é coisa do passado.

Outra 2
Ontem, no programa 3x1 da TV Brasil, Ciro voltou a acionar a sua metralhadora. Falou mal do PT, do pré-candidato do PSDB, José Serra, de José Dirceu. E foi incisivo: "Eu não tenho o que explicar. O SErra tem e o PT também", referindo-se à aliança do tucano com o DEM e à parceria do PT com o PMDB.

Pará - eleições - Um elefante se balançava...


Peço respeito e elevar o nível dos debates e informações sobre política e principalmente, peço não ofender a honra das pessoas, nem dos animais e menos a honra das autoridades legítimamente constituídas, mesmo não concordem com suas ideologias.


Não esquecer que algúm dia, segundo as normas da democracia, podem ser outros que estejam no governo e não vão querer que sejam tratados com esse absurdo e desproporcionado desrespeito, com que estão sendo tratadas nosas autoridades. Esse é fascismo, coronelismo decadente e ignorancia declarada.


Chega de se aproveitar de um meio público, gratuito e democrático para proferir gosserias do mais baixo calibre e ofender a honra das pessoas.

Certos blogueiros caem em descrédito ao utilizar analogias com animais, próprias das teorias evolucionistas darwinianas ou mais recentemente dos teóricos da evolução, Nelson & Winter, autores que utilizam o pensamento "evolucionário" para explicar processos de mudança em diferentes arenas (política, economia, etc.). Esses autores estão certos, nossos blogueiros são apenas uma caricatura.  
Mesmo se desculpem por utilizar essas analogias animalescas, ou de forma mais abstrata, conceitos da biológia, com suas correspondentes analogias darwinianas, -que permite uma explanação unificada dos processos mais gerais dos fenômenos evolucionários-, esses blogueiros não conseguem explicar a realidade da política paraense que é mais complexa. Utilizando a biologia: são BURROS. Gostou?.

Eles, sem querer ofendem a inteligência dos seus leitores, a inteligência da sua família, dos próprios animais, cujas práticas devem ser respeitadas e, sobretudo, diminuem sua qualidade como ser humano que vive em sociedade.

Até hoje só sabem que o Vice Prefeito renuncio, grande notícia.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Política - Quadro eleitoral paraense. Erraram mais uma vez.

Acabaram as águas de março estão chegando as do abril e as definições que todos os "experts" adelantavam, não aconteceram. Havia os que  falavam da certeza de que Dudú seria candidato ao Senado, que Jader iria ao governo, que Hildegardo seria um bom executivo para o governo e a Valéria seria, outra vez, "a" grande Vice, que já foi (na imaginação do esposo). Ela vai ser a  A WOMAN em qualquer chapa. Nada disso aconteceu, o que há de concreto é a saída do Vice, da Prefeitura (na foto), apenas para ficar em liberdade e, se quiser, ser candidato a alguma coisa, Senado, Vice, na chapa de jader ou sei lá. Político é a raça mais interesseira que existe. Definido assim, pelo dicionario: "tem por objetivo primordial satisfazer seus próprios interesses, adotando, para este fim, procedimento falsamente sociável com aqueles que lhe possam ser úteis", você eleitor, eu, nós, que votamos neles.
Anivaldo já foi tucano e por interesse pessoal migrou para um PRP, partido desconhecido até que o Vice Presidente, José alencar lhe deu vida. E agora está bombando no seu novo partido.

Para mim, na semana de 5-10 de abril, Jader anuncia sua decisão sobre sua candidatura (governo do Estado). O partido pede para ele ser candidato a governador. Está com cerca de 45% das preferências do eleitor, será apoiado pelo Presidente da República, da mesma forma que a governadora. 

Lamantável, o PT não coseguiu, no primeiro turno,  fazer uma aliança com o PMDB, outra vez. Não foi culpa só do PT, mas foi dele principalmente, de alguns militantes do PT, não do conjunto do PT que fez o impossível por concretizar essa aliança, duvida?, pergunte ao Zé Dirceu, ao Ministro Padilha, ao P. Rocha, ao presidente do PT o Dutra. 

Falando de  interesse pessoal, individualismo, egocentrismo. a candidatura do Jatene não decola, por isso mesmo. Mais informação pergunte a ele mesmo, ao Zenaldo, Almir, Mario Cuoto.

Do DEM, ela está aí, pronta para compor com qualquer chapa, sua pretenções não são muitas, só algumas coisas ou coisitas (DAS, orçamento, secretarias, etc.) é olha que tem quem fala que o PT só está interessado  em DAS.

domingo, 28 de março de 2010

Eleições - Muitas sorpresas com os resultados da pesquisa Data Folha

Serra cresce entre eleitorado feminino e de baixa renda, dois nichos de Dilma

A vantagem do governador nos 3 Estados do Sul, de 28 pontos, é a maior dianteira na estratificação por regiões do levantamento Datafolha

DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

A recuperação de José Serra na pesquisa Datafolha tem fatores principais, entre eles seu desempenho na região Sul, no eleitorado mais pobre e com o público feminino. Dilma Rousseff, que havia crescido em todas as regiões em fevereiro, agora ficou estagnada ou até oscilou negativamente em vários segmentos do eleitorado.

No Sul, que concentra 14% dos eleitores do país, Serra subiu dez pontos percentuais, de 38% para 48%. Dilma, que fez carreira política no Rio Grande do Sul, não se consolidou ainda entre os gaúchos e registrou uma queda de 24% para 20%. Os 28 pontos percentuais de diferença no Sul são a maior dianteira de Serra sobre Dilma no aspecto geográfico das intenções de voto do Datafolha.

Entre os eleitores que ganham até dois salários mínimos (R$ 1.020), ou 52% da amostra do Datafolha, Serra subiu de 30% para 35%. Dilma oscilou de 29% para 26% -apesar de um dos principais programas do governo Lula ser o Bolsa Família, que beneficia a população de baixa renda. Serra aumentou sua vantagem no eleitorado feminino. Em fevereiro, o tucano já liderava (33% a 24%).

Agora, tem 15 pontos a mais (37% a 22%). Do ponto de vista apenas numérico, os quatro pontos percentuais que Serra obteve na soma geral da pesquisa Datafolha (de 32% para 36% das intenções de voto no país) tiveram as seguintes origens: um ponto de Dilma (que caiu de 28% para 27%), um ponto de Ciro Gomes (cuja taxa oscilou de 12% para 11%) e dois pontos entre os que declaram ter intenção de votar em branco, nulo ou em nenhum nome.

Dilma, que variou negativamente dentro da margem de erro, manteve seus percentuais em segmentos importantes. Por exemplo, na região Sudeste (42% do eleitorado), Dilma ficou com 24%, o mesmo percentual de fevereiro. Serra oscilou para cima, na margem de erro, de 38% para 40%. No Nordeste (28% do eleitorado), Dilma tinha 36% em fevereiro e agora está com 35%.Serra saiu de 22% e foi a 25%, numa região na qual o PT conta como seu maior reduto por causa da popularidade de Lula.

 (FERNANDO RODRIGUES)

Diretor de "Avatar" pede que Brasil desista de hidrelétrica

James Cameron comparou luta de índios e ribeirinhos contra usina à dos Na'vi


Cineasta afirma que obra no rio Xingu "ameaça destruir grandes territórios" e nega que a sequência do filme seja rodada na Amazônia

No último dia do Fórum Internacional de Sustentabilidade, realizado em Manaus, o diretor do premiado filme "Avatar", James Cameron, "implorou" ao presidente Lula que reconsidere a intenção de construir a usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu.

O cineasta comparou a luta dos índios caiapós e ribeirinhos, que se opõem à usina, à dos Na'vi, povo criado por ele no filme e que vive na floresta de Pandora.

"Belo Monte ameaça destruir grandes territórios e a barragem será a terceira do mundo. Foi aprovada recentemente pelo governo brasileiro e vai mudar a direção do rio Xingu, afetar as populações e os caiapós, que lutaram muito para defender seus direitos à propriedade", disse Cameron.

"O que temos aqui são povos ameaçados, como os Na'vi. Mas eles não têm pessoas aladas, como no filme." Em estudo da ONG ambientalista WWF, disse ele, ficou demonstrado que, se o Brasil for investir em eficiência de energia, poderia gerar 14 vezes mais energia. "Eu imploro que o governo Lula reconsidere esse projeto e depois, eu imploro para ele se envolver em grupos que estão lutando por causas ambientais e direitos indígenas", disse. O governo brasileiro já anunciou que o leilão da hidrelétrica de Belo Monte será em abril. Leia a reportagem completa na Folha Aqui

Mudança Climática - Filme "AVATAR" feito para concientizar o planeta sobre aquecimento globla


O diretor de cinema canadense James Cameron afirmou hoje no coração da Amazônia que seu último filme, "Avatar", foi feito para combater o ceticismo e conscientizar as pessoas sobre a necessidade de fazer algo contra a mudança climática. "Essa é a magia dos filmes: podem mudar a percepção da realidade" disse Cameron, que participou hoje em Manaus do Fórum Internacional sobre Sustentabilidade da Amazônia.

O cineasta explicou que as pessoas tendem a negar as consequências negativas da mudança climática expostas pelos cientistas ou em documentários como "Uma verdade inconveniente" do ex-vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore, que também participou ontem do Fórum.

Cameron ressaltou que os argumentos racionais dos cientistas "não servem contra a carga emocional da negação" mas que, por outro lado, a emotividade de um filme pode sim mexer com as consciências. "Não pretendo ser um cientista nem um especialista, mas talvez seja preciso um artista para falar sobre a mudança climática", afirmou o cineasta, que acrescentou que "Avatar" pretende retratar a forma como a sociedade tecnológica trata a natureza. O diretor explicou que da mesma forma que os "Na'vi" (moradores do planeta em que se passa "Avatar") acham que todos os seres viventes estão conectados, os ambientalistas atuais demonstraram que todos os sistemas do planeta afetam uns aos outros e que, por esse motivo, nossas ações têm repercussões globais.

Leia a reportagem completa no UOL Aqui

Aquecimento Global - O mundo apagou


Centenas de locais mundialmente famosos, como o Cristo Redentor, a Torre Eiffel ou a Cidade Proibida, ficarão às escuras neste sábado (27) durante a Hora do Planeta, uma ação destinada a promover a luta contra o aquecimento global durante o qual se prevê a participação de milhões de pessoas.

(Foto do rio ao lado)

Nesse dia, entre 20h30 e 21h30 - na hora local de cada país, sempre à noite -, mais de 1.200 edifícios apagarão suas luzes. Organizada pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF), a operação adquiriu uma dimensão mundial em 2008. Esta quarta edição, que acontece três meses depois do fracasso da cúpula do clima de Copenhague, promete ser a mais seguida, com 125 países participantes ante os 88 do ano anterior, anunciaram os organizadores. "A acolhida dada à Hora do Planeta foi imensa.

A taxa de resposta é muito superior à do ano passado", afirmou com satisfação o fundador do movimento, Andy Ridley. "Supõe-se que a operação Hora do Planeta vai ultrapassar as fronteiras geográficas e econômicas", acrescentou. O movimento nasceu em Sydney em 2007, quando 2,2 milhões de pessoas permaneceram às escuras durante 60 minutos para sensibilizar a opinião pública sobre o consumo excessivo de eletricidade e a poluição por dióxido de carbono.

Muitas multinacionais como o Google, Coca-Cola, Hilton, McDonalds, Canon, HSBC ou Ikea aceitaram participar do apagão pelo planeta. Rotativa - Sydney será, pela diferença horária, a primeira a mergulhar na escuridão, com o apagar das luzes da Ópera. Depois as luzes serão apagadas nas Pirâmides do Egito, a Fontana de Trevi e a Torre de Pisa, na Itália, ou a Torre Eiffel de Paris.

No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor permanecerá às escuras e a prefeitura organiza várias atividades como uma vigília à luz de velas na Lagoa Rodrigo de Freitas. Em Brasília, o Congresso Nacional - Câmara dos Deputados e Senado Federal - também apagará suas luzes. Em Pequim, a Cidade Proibida e o emblemático Ninho do Pássaro, estádio dos Jogos Olímpicos de 2008, também ficarão às escuras. Estes apagões adquirem um significado especial neste país, símbolo de um crescimento econômico fulgurante acompanhado de uma contaminação que ostenta o título de maior poluente do mundo.

No Japão, o Memorial da Paz de Hiroshima participará da operação, enquanto os grupos Sony, Sharp e Asahi apagarão suas luzes em Tóquio. Em Dubai, a Burj Khalifa, a maior torre do mundo, sumirá na escuridão. Em dezembro, a Conferência de Copenhague, sob patrocínio da ONU, desembocou em um acordo de mínimos entre 30 países, dos 192 participantes. O acordo fixa como objetivo limitar a dois graus a elevação média da temperatura do planeta, mas é impreciso sobre como se conseguirá ao não cifrar objetivos a curto prazo (2020) nem a médio (2050). Os grandes países em desenvolvimento, como a China e a Índia, se negam a aceitar obrigações vinculantes e consideram que os objetivos dos países industrializados estão muito longe de sua responsabilidade na poluição do planeta.

(Fonte: Folha Online)