Google+ Badge

sexta-feira, 24 de abril de 2009

MEIO AMBIENTE - Alemanha proíbe plantio de milho transgênico da Monsanto - Deutschland verbietet Anbau von transgenen Mais von Monsanto



O MON 810, milho transgênico plantado na Alemanha desde 2005, foi proibido pelo governo alemão por representar risco ao meio ambiente. Essa era a única planta geneticamente modificada que se cultivava até então no país.

O governo alemão proibiu a plantação da única planta geneticamente manipulada até então permitida no país, o milho MON 810. Existem razões para se suspeitar de que esse tipo de milho geneticamente manipulado produzido pela firma norte-americana Monsanto represente um perigo para o meio ambiente, disse a ministra alemã da Agricultura, Ilse Aigner, nesta terça-feira (14/04).

O Ministério da Agricultura proibiu a plantação e a venda de sementes desse tipo de milho com base em dois estudos realizados em Luxemburgo. As pesquisas revelaram que o MON 810 ameaça a existência de borboletas, organismos aquáticos e uma espécie de joaninha.
Leia a reportagem na integra aqui
TRANSLATE

México terá vacinação em massa contra gripe suína após 60 mortes

TRANSLATE


O governo do México anunciou estar preparando uma campanha de vacinação em massa para deter o avanço de uma nova variedade de gripe suína que teria provocado a morte de 60 pessoas no país desde a metade de março.

Escolas e universidades na região da capital do país, Cidade do México, foram fechadas para evitar mais contaminação.
Na quinta-feira, o ministro da Saúde mexicano, José Córdova, fez um pronunciamento em rede nacional pedindo à população que evite a contaminação pela doença.

"Estamos enfrentando um novo vírus de gripe, que agora é uma epidemia respiratória controlável. Seus sintomas são febre acima de 39 graus que aparece repentinamente, tosse, fortes dores de cabeça, musculares e nas juntas, irritação nos olhos e secreção nasal."
"Como resultado, o Ministério da Saúde recomenda que as pessoas evitem lugares lotados ou eventos onde o comparecimento não seja estritamente necessário", afirmou.

Leia mais sobre gripe suina

PESQUISA E DESENVOLVIMENTO - Europa: A pesquisa está estagnada? - Europa: ¿la investigación está estancada?


La Comisión divulgó este verano la edición de 2005 de Cifras clave de ciencia, innovación y tecnología en Europa. El diagnóstico de estancamiento es especialmente inquietante y compromete la estrategia de Lisboa, que pretende que la inversión en I+D de la Unión Europea pase del actual 1,9 % del PIB al 3 %. De 2000 a 2003 este porcentaje apenas ha subido un 0,2 %. Además de las comparaciones habituales con los Estados Unidos y Japón, las Cifras clave de 2005 establecen la diferencia significativa que se puede establecer con la potencia emergente de China. Este país parte con una «intensidad en I+D» mucho más baja (1,31 % de su PIB en 2003), pero este índice crece en un 10 % anualmente.

El estancamiento se explica en gran parte por una disminución de las inversiones de investigación de las empresas europeas, con una tendencia de estas últimas a «deslocalizar» sus gastos en esta área. Se constata así, globalmente, que el déficit de los flujos financieros UE-EE.UU. relacionados con la I+D ha pasado, entre 1997 y 2002, de 300 millones a 2 000 millones de euros.

Si sigue esta caída de atractivo de Europa para las actividades de investigación, «la UE va a perder su oportunidad de posicionarse como un actor de primer plano en la economía mundial del conocimiento», ha advertido el Comisario Janez Potočnik, responsable Ciencia e Investigación, al comentar estos nuevos indicadores.


Para saber mais clique aqui

TECNOLOGIA - Na frente dos fatos. A exemplo de Obama, presidente Lula terá um blog - Lula will have a blog


Ideia faz parte de projeto piloto de criação de Núcleo de Relacionamento Digital para uso de novas mídias

SÃO PAULO - A exemplo do que vem ocorrendo na gestão do americano Barack Obama, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ganhará um blog e terá sua gestão divulgada por ferramentas interativas da internet. A ideia faz parte de um projeto piloto, já em estudo no Palácio do Planalto, de criação de um Núcleo de Relacionamento Digital, cujo objetivo é usar novas mídias, como blogs, Twitter e até sites de relacionamento.

Parte do projeto em estudo já tem um nome provisório: Blog do Planalto. Resultado de um pedido direto do presidente em dezembro de 2008, em razão de seu interesse pelo papel da internet na eleição presidencial americana e, depois, na própria administração de Obama, que chegou a usar a rede para defender sua proposta orçamentária em um "bate-papo" com mais de 60 mil internautas.

Em conversas reservadas, auxiliares de Lula já dizem que o novo site será "igual ao da Casa Branca". A ideia é dar um caráter menos sisudo às notícias do Executivo, contando até "curiosidades" da administração pública. "Será uma coisa mais ágil: sai o terno e gravata e entra a bermuda e a sandália", resumiu um ministro. Às vésperas do ano eleitoral de 2010, o blog reforçará a estratégia de comunicação digital do Planalto a partir do segundo semestre, quando também haverá a reformulação dos portais do governo.
Leia no Estadão

MEIO AMBIENTE - Emissão de gases do efeito estufa por países ricos sobe em 2007

A emissão de gases causadores do efeito estufa pelas nações industrializadas cresceu quase um por cento em 2007, liderada por fortes altas nos Estados Unidos, mostraram dados oficiais.

As emissões de carbono de países que assinaram o Protocolo de Kyoto oscilou 0,1 para cima em 2007, principalmente devido a aumentos no Japão e no Canadá.

"Os números são. um pouco deprimentes", afirmou Knut Alfsen, diretor de pesquisas do Centro para Clima Internacional e Pesquisa Ambiental em Oslo, dizendo que os países falharam na tarefa de substituir os combustíveis fósseis. "Isso mostra que não somos capazes de desligar o crescimento econômico das emissões."

Embora as emissões de dióxido de carbono de 2007 de algumas economias, incluindo Austrália e Ucrânia, ainda não estejam disponíveis, a análise de números com a mesma base de comparação mostrou que as emissões de países com metas devido ao protocolo de Kyoto foram 14 por cento menores do que os níveis de 1990, excedendo a meta de 5 por cento de redução até 2012.

Os dados completos de 2007 incluem Estados Unidos e Turquia, que não têm alvo pelo protocolo, mostraram uma queda de 2,1 por cento nas emissões da indústria em relação aos níveis de 1990.

Sob o protocolo, cerca de 40 países desenvolvidos se comprometeram, em 1997, a cortar, entre 2008 e 2012, suas emissões de gases provocadores do efeito estufa em uma média de 5,2 por cento abaixo dos níveis de 1990. Desde então, os EUA, historicamente os maiores emissores do mundo, decidiram não ratificar o tratado.

Cientistas de clima da ONU alertam que as crescentes quantidades de CO2 na atmosfera causarão um aumento na temperatura global, o que pode levar a doenças, fome, enchentes e secas.

Especialistas acreditam que as emissões cairão em 2008 e 2009, devido à menor produção industrial e consumo de combustíveis fósseis em decorrência da crise econômica, mas alertaram que é preciso fazer mais para impedir as temperaturas globais de subirem mais de dois graus Celsius, um perigoso limiar, segundo cientistas.
Estadão Online

ECONOMIA - FMI dobra limite de empréstimos para países mais pobres

O FMI (Fundo Monetário Internacional) anunciou nesta quinta-feira que irá dobrar o limite de empréstimos que podem ser feitos por seus países-sócios mais pobres.

A medida contemplará um total de 78 nações que integram o chamado Programa de Redução de Pobreza e Auxílio ao Crescimento do FMI, que oferece empréstimos a juros baixos.

"Desta forma, iremos multiplicar por dois a nossa capacidade de ajudar nossos membros" afirmou o diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, durante coletiva realizada nesta quinta-feira, por ocasião da reunião de primavera do FMI e do Banco Mundial, que começa neste final de semana.

O fundo também aprovou a criação do que o fundo batizou de Linha de Crédito Flexível (FCL, na sigla em inglês), que, de acordo com Strauss-Kahn, difere de práticas antigas do fundo, de exigir mudanças em políticas econômicas por parte das nações contempladas com empréstimos.

O motivo, segundo ele, é que o FCL "não possui pós-condições, ou seja, nós concordamos com o país (que recebe a linha de crédito) que a única coisa que pedimos deles é que implementem essas políticas, não que modifiquem políticas que já estão sendo implementadas".

Os países já contemplados pelo FCL foram México, Polônia e Colômbia. De acordo com Strauss-Kahn, os novos empréstimos foram muito bem recebidos pelos mercados e pela opinião pública destes países, "o que mostra que parte do estigma em lidar com o FMI, se foi. Eu digo apenas parte do estigma, mas já é um começo''.
Leia na integra na Folha OnLine

MEIO AMBIENTE - Mudança climática causará mais desastres naturais, diz ONU

Um funcionário de alto escalão das Nações Unidas informou que a mudança climática vai gerar mais desastres naturais, e por isso pediu mais cooperação internacional quanto ao assunto. A afirmação foi feita na quarta-feira (22), em Pequim, durante o Dia Mundial da Terra.

"A mudança climática vai produzir cada vez mais e mais intensos desastres, por isso precisamos trabalhar juntos como um sistema internacional para reduzir o efeito destes desastres antes que eles aconteçam", afirmou John Holmes, subsecretário-geral da ONU para assuntos humanitários e coordenador de ajuda de emergência.

Citado pela agência oficial de notícias chinesa "Xinhua", Holmes afirmou que a China deve se envolver mais em projetos humanitários multilaterais.

Neste sentido, lembrou a "grande resposta da comunidade internacional no terremoto de Sichuan", que está a ponto de completar um ano.

Energia limpa - Durante o Dia Mundial da Terra, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, promoveu seu plano energético e uma "nova era de prospecção de energias", a fim de estimular a economia e proteger o meio ambiente.

"É hora de assentarmos uma nova base para o crescimento econômico, começando com uma nova era de prospecção energética nos Estados Unidos", disse Obama.

"A nação que liderar o mundo na criação de novas fontes de energia será a nação que liderará a economia global do século 21. Os Estados Unidos podem e devem ser essa nação, mas isto não será fácil", afirmou o presidente norte-americano.

Como em outros discursos, Obama destacou que, embora os Estados Unidos representem menos de 5% da população mundial, são responsáveis por 25% da demanda total de petróleo.

"Este apetite tem um custo tremendo para nossa economia", disse Obama, ao destacar que a compra de petróleo, por exemplo, representa 20% do total das importações.

O presidente americano fez o discurso sobre energia renovável em Trinity Structural Towers, uma usina manufatureira de energia eólica em Newton, cidade ao leste da capital que enfrenta grandes problemas econômicos.

Obama afirmou na quinta-feira (23) que esse tipo de energia poderia suprir até 20% da demanda de luz elétrica nos Estados Unidos até 2030 e criaria até 250 mil empregos.

Obama lamentou que os Estados Unidos produzam menos de 3% da eletricidade através de fontes renováveis, abaixo dos 20% fabricados pela Dinamarca em energia eólica, e menos do que produzem Alemanha e Japão em energia solar.

"Não aceito que as coisas tenham que ser assim. No que se refere à energia renovável, não acho que devamos ser seguidores. Acho que é hora de liderarmos", disse Obama. (Fonte: Folha Online)

MÚSICA - Do anonimato à fama, da pobreza à riqueza. Cantora amadadora faz sucesso na Inglaterra - Beloved singer makes success

VEJA NOVAMENTE O VÍDEO QUE FOI PUBLICADO POR ESTE BLOG EM 16 DE ABRIL E HOJE ESTÁ SENDO DIFUNDIDO PELA MÍDIA

Mais de cinco milhões de pessoas assistiram este vídeo, só no You Tube. Ela confessa que nunca foi beijada e ninguém apostava nela. Hoje é a primeira indicada para a melhor cantora do mais famoso programa de talentos da Inglaterra.


Clique aqui e veja o vídeo de novo

EDUCAÇÃO - Programa Universidade para Todos (ProUni) na mira

O TRIBUNAL de Contas da União (TCU) acaba de finalizar a primeira auditoria sobre o Programa Universidade para Todos (ProUni). As conclusões apontam problemas preocupantes de controle numa política pública que, em linhas gerais, pode ser encarada como bem-sucedida.
Antes de mais nada, a ampliação acelerada na oferta de vagas tem sido perseguida sem a devida preocupação com a qualificação das instituições. Dos 15.876 cursos oferecidos no programa, 35% nunca tiveram os alunos avaliados no Enade, o antigo Provão. Entre os cursos com estudantes testados, só 12% obtêm notas 4 ou 5 nesse exame, cuja grade varia de 1 a 5.
O primeiro ciclo de avaliação das instituições, que permitiria descadastrar as piores, ainda não se completou.
Na ponta dos alunos beneficiados, também falta controle. O TCU cruzou informações dos bolsistas com dados do Renavam (cadastro de veículos), da Rais (empregos) e de matrículas em universidades públicas. Foram constatados indícios de irregularidades no caso de 30.627 bolsistas, 8% dos 385 mil beneficiários. Embora as bolsas integrais se destinem a jovens com renda mensal até R$ 697,50, mais de mil possuem carros novos, incluindo modelos de luxo.
Após a divulgação do relatório do TCU, o ministro da Educação, Fernando Haddad, promete intensificar a fiscalização contra fraudes. Mas há outras dúvidas. Instituições que não preencheram as vagas nunca receberam sanção. As 1.449 cadastradas se beneficiam de renúncia fiscal apenas oferecendo as bolsas -e, segundo o MEC, só 72% das vagas ofertadas foram preenchidas.
As mensalidades, em média, custam R$ 786 ao erário, segundo o TCU -R$ 150,27, nas contas do MEC. São muitos questionamentos para um programa que já consumiu R$ 673 milhões em renúncia fiscal desde 2005.
Leia a Editorial da Folha

NARCOTRÁFICO - Chefe do narcotráfico diz ter financiado campanha de Uribe - Jefe del narcotráfico dice que financió la campaña de Uribe

De Caracas para a BBC Brasil - Um dos mais poderosos chefes do narcotráfico na Colômbia afirmou ter financiado a campanha eleitoral do presidente colombiano, Álvaro Uribe, alegando que era a única maneira de livrar o país da "ameaça comunista".

Diego Murillo, conhecido como "Don Berna", foi condenado na quarta-feira por uma corte dos Estados Unidos a 31 anos de prisão e ao pagamento de US$ 4 milhões em multas pelo crime de narcotráfico.

Após ser condenado, "Don Berna" disse que fez campanha a favor de Uribe e que vendia drogas "para ajudar a seu povo".

"O acusado apoiou a eleição do presidente Uribe em 2002, doou grandes quantidades de dinheiro à sua campanha, fez campanha a seu favor (...) porque acreditava que a paz era importante", afirmou Margaret M. Shalley, advogada de Murillo.

"Era a única maneira de confrontar o avanço das guerrilhas comunistas", acrescentou.

Desde que chegou ao poder, Uribe tem endurecido a política de combate às guerrilhas e incentivado a desmobilização dos rebeldes com a promessa de pagamento de recompensas.

"Don Berna" foi extraditado em maio do ano passado para os Estados Unidos, junto a outros 13 chefes das Autodefesas Colombianas (AUC), grupo paramilitar de direita criado para enfrentar as guerrilhas de esquerda no país.

Governo nega

O ex-chefe de campanha de Uribe, Fabio Echeverri, por sua vez, negou a acusação do chefe narcotraficante, ao alegar que foram tomadas "precauções" para evitar a "infiltração" de dinheiro proveniente de grupos fora da lei."Tínhamos uma auditoria completa, nunca houve dúvida nenhuma, nenhum problema", afirmou Echeverri a uma rádio colombiana.

O presidente do Conselho Nacional Eleitoral, Héctor Osorio, disse que o organismo só poderá "tomar medidas" quando houver uma denúncia sustentada em evidências.

"Até agora não temos nenhuma prova que demonstre (esse apoio)", afirmou a uma televisão local.

As declarações de "Don Berna" vêm a público em um momento que em congressistas governistas tentam aprovar uma reforma constitucional e um projeto de referendo para aprovar a candidatura de Uribe a um terceiro mandato presidencial.

Criadas em 1980 com o financiamento de latifundiários e líderes de direita, sob o argumento de combater as guerrilhas, os grupos paramilitares (AUC) são responsabilizados por milhares de assassinatos e de outros crimes relacionados com o narcotráfico.

Leia também na BBC Brasil: Acusado de esquema de pirâmides diz ter financiado campanha para reeleição de Uribe BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Leia mais aqui no Estadão

TECNOLOGIA - Para associação, Brasil pode ser segundo maior exportador de tecnologia da informação

Brasil tem condições de disputar o segundo lugar no ranking mundial com países como México, Rússia, China e Filipinas, ficando atrás apenas da Índia

O Brasil subiu da décima posição, em 2005, como destino para a terceirização de serviços de tecnologia da informação e de comunicação (TIC), para o quinto lugar, em 2007, de acordo com relatório produzido pela consultoria internacional AT Kearney para a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom).

Segundo o presidente da Brasscom, Antonio Gil, o Brasil tem condições de disputar o segundo lugar no ranking mundial com países como México, Rússia, China e Filipinas, ficando atrás apenas da Índia.

O estudo referente a 2008 ainda não foi concluído, mas Gil acredita que o Brasil tenha melhorado de posição. A classificação anual dos países no mercado de TIC leva em consideração fatores como facilidades de fazer negócios, custos, conhecimento e mão-de-obra.

O mercado global de offshore outsourcing, que é a terceirização de serviços de TIC feita fora do país de origem, apresentou faturamento de US$ 1,2 trilhão no ano passado, dos quais US$ 70 bilhões foram serviços exportados. Desse total, o Brasil participou com US$ 1,4 bilhão, o que representou crescimento de 75% em relação ao ano anterior.

Para 2009, Antonio Gil revelou que o objetivo é alcançar exportações de US$ 2 bilhões, “com perspectiva de ser um pouco maior do que isso”. O total exportado mundialmente de serviços e softwares (programas de computador) deverá atingir cerca de US$ 84 bilhões no próximo ano. “Um crescimento de 20%, mesmo pós-crise financeira internacional”, observou.

O estudo mostra que entre 2008 e 2010, a exportação de offshore outsourcing passará de US$ 70 bilhões para cerca de US$ 100 bilhões, com sinais positivos para o Brasil. Partindo do pressuposto de que a Índia continuará detendo 50% desses US$ 30 bilhões adicionais, existirão no mercado US$ 15 bilhões anuais que serão disputados pelos demais países produtores de TIC, entre eles o Brasil, estimou Gil. “Dos quais nós queremos pegar US$ 2 bilhões agora e US$ 3,5 bilhões em 2010”, acrescentou.

Nas próximas duas ou três semanas, o presidente da Brasscom deverá apresentar ao governo federal um novo estudo sobre o setor de infra-estrutura de TIC.

Já batizado de Programa de Aceleração do Crescimento da Tecnologia da Informação (PAC da TI), o estudo identifica os gargalos ao crescimento do setor e o que precisa ser feito em áreas como banda larga e redução de impostos.
(Alana Gandra, da Agência Brasil, 23/4)

quinta-feira, 23 de abril de 2009

JUDICIÁRIO - GILMAR MENDES, O TRUCULENTO?

POSTO AQUI, NA INTEGRA, UM COMENTÁRIO DE UM PROFESSOR NO BLOG DO LUIS NASSIF.

Detalhe esquecido sobre os nossos ilustres membros do STF: um deles estudou na França e o outro na Alemanha. Um deles freqüenta um clube da vizinhança, simples, até modesto, para os padrões dos luxos existentes em Brasília. Um clube de classe média, de famílias que ficam aqui, na cidade nos fins de semana, lendo jornais, livros e cuidando da filharada que corre pela grama ou nada nas piscinas do clube. A gente pega uma sauna e por aí encontraremos um deles, sem cerimônia, na maior tranqüilidade, sereno e com grande respeito para seus vizinhos da sauna. Sem risadas petulantes nem comentários sarcásticos, simples, sério, entretanto, de olhar afável e calmo. O outro, nem sei, nem de longe consegui enxergar ele.

Veja o comentário do Professor:

Ontem de manhã li a pauta de julgamentos do STF de quarta-feira e achei que, pela natureza dos assuntos a serem julgados, nada merecia acompanhamento. Nossa, que engano…

Há muitos olhares sobre tal episódio tão peculiar, que é mais um dos degraus na descida ao inferno do STF. Estamos todos perplexos com o que aconteceu. Por que uma sessão de julgamento de matéria administrativa descambou naquilo? Vou fazer a minha leitura.

Como leitor de acórdãos do STF eu venho há tempos observando como GM é deselegante no trato com os colegas. Ele interfere nos votos dos outros ministros, faz apartes, desqualifica os votos que estão sendo proferidos em sentido contrário ao que pensa, faz sarcasmo com as posições divergentes etc. Tudo como manda o figurino da truculência togada e letrada. Cada um reage a isso de acordo com o seu temperamento. Sabemos que um dos principais alvos do GM é o ministro Barbosa, por conta de episódios anteriores que são conhecidos.

Ontem GM fez isso novamente e alfinetou Joaquim insinuando que a) o ministro J. Barbosa desconhecia os dados do processo por negligência, já que faltaria demais às sessões; b) a informação solicitada por J. Barbosa não seria relevante para o julgamento do caso, por não interessar à solução técnica-jurídica.

Seria mais um evento de habitual descortesia do GM contra um desafeto que não lhe é submisso. Nada custaria ao presidente da sessão permitir o esclarecimento de um dos Ministros acerca da matéria que estava sob julgamento - pelo contrário, é dever de quem julga solicitar todos os esclarecimentos acerca do tema e debatê-los com os demais julgadores, pois essa é a essência do julgamento colegiado. Mas GM não iria perder a oportunidade de esculhambar o Min. Joaquim Barbosa, posando de superior em hierarquia e melhor informado que o Min. Barbosa, tudo ao vivo na TV Justiça com transmissão para todo o país.

Só que a reação do Min. Barbosa veio num ímpeto que misturou autodefesa com desabafo. Barbosa esclareceu que todos os afastamentos estavam justificados e autorizados pela corte e que era responsabilidade da Corte Constitucional saber as conseqüências integrais das decisões que adota, inclusive as sócio-econômicas. E Barbosa está com a razão, já que as cortes constitucionais, por também exercerem poder político (tese do próprio GM), devem receber as informações que um parlamento receberia sobre os impactos de suas decisões. Isso seria o suficiente.

A defesa passou ao contra-ataque e então Joaquim Barbosa disse com todas as letras o que pensava sobre a atuação midiática e comprometidade GM à frente do STF e quais as conseqüências disso para a reputação da Corte.

O principal responsável é o atual Presidente da Corte. GM merecia ouvir tudo aquilo. O seu “despotismo obscuro” , o personalismo, a egolatria na condução dos assuntos do Tribunal, tudo levou à certeza do diagnóstico proferido na sessão passada.

Mas não adiro ao entusiasmo dos comentaristas sobre o que aconteceu, pelo contrário. O Ministro Joaquim Barbosa devia ter tido um pouco mais de sangue frio. Esse descontrole era tudo o que GM precisava para se fazer de vítima e obter a “solidariedade” já conhecida das outras figurinhas da Corte e da mídia. Já estamos vendo movimento semelhante ao que ocorreu naquela sessão de “desagravo” após o HC de Dantas.
Joaquim Barbosa ficará isolado na corte e sofrerá campanha pública de “desconstrução” de imagem.

Por outro lado, ficou muito evidente que não podemos ter Ministros do STF que sejam ao mesmo tempo professores de cursinho jurídico de propriedade de um Ministro. O constrangimento é dobrado.

Finalmente, a suspensão dos trabalhos de quinta-feira é uma coisa que não tem justificativa. A birra de GM e Joaquim Barbosa não é tão importante assim. Que todos voltem ao Plenário e continuem trabalhando como Ministros adultos e responsáveis pelos milhares de processos em tramitação do STF.

Veremos as cenas que ocorrerão a partir de hoje.

Perdoe a extensão da análise. Agradeço o espaço.

Acompanhe aqui os desdobramentos dessa polêmica e também faça seu comentário

quarta-feira, 22 de abril de 2009

JUDICIÁRIO - O GILMAR MENDES ESTÁ NA MIDIA DESTRUINDO A CREDIBILIDADE DO JUDICIÁRIO BRASILEIRO!

http://www.youtube.com/watch?v=sIUdUsPM2WA

POLÍTICA INTERNACIONAL - Pero que sim pero que não - Obama interpretou mal oferta de Raúl Castro por diálogo, afirma Fidel

A mensagem foi clara e todo mundo entendeu. Discutir sobre qualquer assunto. A agenda não deveria ser o problema de Cuba e sim uma oportunidade de entablar diálogo, não apenas com USA e sim com outros países.

O ex-presidente cubano Fidel Castro afirmou em artigo publicado em Cuba na terça-feira que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, interpretou mal a oferta de seu irmão Raúl, o atual líder cubano, para discutir assuntos polêmicos com o governo americano.

No início do mês, Raúl Castro havia afirmado estar aberto a discutir sobre qualquer assunto com os Estados Unidos, incluindo temas como direitos humanos e liberdade de imprensa.

Obama respondeu à oferta dizendo que seu governo pretende melhorar as relações com Cuba e que via a oferta de Raúl como um sinal de avanço, mas que o governo cubano deveria primeiro soltar prisioneiros políticos e reduzir a taxação às remessas de cubanos no exterior.

"Sem dúvida que o presidente interpretou mal a declaração de Raúl", afirmou Fidel Castro em um artigo publicado no site oficial cubadebate.cu.

"Ao afirmar que está disposto a discutir qualquer tema com o presidente dos Estados Unidos, o presidente de Cuba expressa que não teme abordar qualquer tipo de assunto. É uma mostra de valentia e de confiança nos princípios da revolução", diz Fidel.

Cubanos presos

Segundo o ex-presidente, "ninguém deve se assombrar" com o fato de seu irmão falar em indultar os presos políticos e enviá-los aos Estados Unidos desde que o governo americano aceite soltar cinco cubanos presos em Miami acusados de terrorismo.

Fidel, que havia liderado Cuba desde a revolução comunista de 1959, passou o poder ao irmão após submeter-se a uma operação gástrica em julho de 2006.

Desde então, não apareceu mais publicamente e apenas algumas imagens suas foram divulgadas.

Apesar de afastado oficialmente da vida pública, ele publica regularmente artigos na mídia local. As "Reflexões de Fidel", como são chamados os artigos, têm aumentado de frequência nos últimos tempos - o artigo da terça-feira foi o 13º em duas semanas.

Em seu último texto, Fidel Castro também afirma que se Obama não suspender o embargo a Cuba, estabelecido em 1962, "pode-se esperar por esse caminho um fracasso seguro como o de todos seus antecessores".

"Vivemos novos tempos. As mudanças são inevitáveis. Os líderes passam, os povos permanecem. Não teremos que esperar milhares de anos, só oito serão suficientes, para que em um carro mais blindado, um helicóptero mais moderno e um avião mais sofisticado, outro presidente dos Estados Unidos, sem dúvida menos inteligente, prometedor e admirado no mundo do que Barack Obama, ocupe esse inglorioso cargo", afirma Fidel.

Nos últimos meses, vem aumentando a pressão de países latino-americanos contra os Estados Unidos pelo levantamento do bloqueio econômico a Cuba. A questão foi o principal entrave a um consenso no documento final da Cúpula das Américas, realizada em Trinidad e Tobago no último fim-de-semana.
Leia na BBC Brasil e Raúl que dice mi hermano

TECNOLOGIA - Google refina seus serviços de busca por imagens e nomes

RIO - O Google lançou nesta terça-feira alguns novos serviços experimentais da sua marca Google Labs. O primeiro deles é uma forma mais refinada de se fazer pesquisas por imagens e fotografias. Com o Similar Images é possível procurar imagens similares dentro dos resultados de sua primeira busca, permitindo que se corrija erros em pesquisas dúbias.

Se você está buscando por imagens de "Paris", por exemplo, receberá como resultado tanto belos cenários da capital frances quanto fotografias de Paparazos da celebridade Paris Hilton. Com o novo serviço, você escolhe qual caminho seguir sem precisar refinar o texto da busca.

O Google lançou também um novo serviço para ajudar aqueles que procuram por seus próprios nomes no serviço de buscas. Por enquanto a novidade funciona apenas nos EUA, onde agora aparecem perfis na parte debaixo dos resultados das buscas.

Os perfis mostram informações abreviadas dos perfis criados no Google com aquele nome, além, de links para resultados com o mesmo nome no MySpace, Facebook, Classmates e LinkedIn.

Quem não tiver um perfil no Google precisa apenas fazer uma busca por [me] e seguir as instruções. Lembrando que se você tem um Gmail, Orkut, Blogspot ou conta no YouTube, você já tem um perfil no Google.

veja matéria no O Globo aqui

CULTURA - Unesco lança biblioteca mundial digital


A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) lança nesta terça-feira a Biblioteca Digital Mundial, que permitirá consultar gratuitamente pela internet o acervo de grandes bibliotecas e instituições culturais de inúmeros países, entre eles o Brasil.
Dezenas de milhares de livros, imagens, manuscritos, mapas, filmes e gravações de bibliotecas em todo o mundo foram digitalizados e traduzidos em diversas línguas para a abertura do site da Biblioteca Digital da Unesco (www.wdl.org).
A nova biblioteca virtual terá sistemas de navegação e busca de documentos em sete línguas, entre elas o português, e oferece obras em várias outras línguas.

Entre os documentos, há tesouros culturais como a obra da literatura japonesa O Conde de Genji, do século 11, considerado um dos romances mais antigos do mundo, e também o primeiro mapa que menciona a América, de 1507, realizado pelo monge alemão Martin Waldseemueller e que se encontra na biblioteca do Congresso americano.
Entre outras preciosidades do novo site estão as primeiras fotografias da América Latina, que integram o acervo da Biblioteca Nacional do Brasil, o maior manuscrito medieval do mundo, conhecido como a Bíblia do Diabo, do século 12, que pertence a Biblioteca Real de Estocolmo, na Suécia, e manuscritos científicos árabes da Biblioteca de Alexandria, no Egito.Até o momento, o documento mais antigo da Biblioteca Digital da Unesco é uma pintura de oito mil anos com imagens de antílopes ensanguentados, que se encontra na África do Sul.
Leia mais aqui

ECONOMIA - Lula está construindo um gigante regional único, diz 'Newsweek'


O Brasil vem se transformando na última década em uma potência regional única, ao se tornar uma sólida democracia de livre mercado, uma rara ilha de estabilidade em uma região conturbada e governada pelo Estado de direito ao invés dos caprichos dos autocratas. A afirmação é feita em artigo publicado na última edição internacional da revista americana Newsweek.

"Contando com a cobertura da proteção de segurança americana, e um hemisfério sem nenhum inimigo crível, o Brasil tem ficado livre para utilizar sua vasta vantagem econômica de seu tamanho dentro da América do Sul para auxiliar, influenciar ou cooptar vizinhos, ao mesmo tempo conseguindo conter seu rival regional problemático, a Venezuela", afirma o artigo.

Segundo a revista, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "preside uma superpotência astuta como nenhum outro gigante emergente".

O artigo foi publicado menos de um mês após Lula ter aparecido na capa da Newsweek, com uma entrevista exclusiva à revista após seu encontro com o presidente americano, Barack Obama, na Casa Branca.
não acredita?, então clique aqui para ver matéria da "Newsweek" na BBC Brasil

MUDANÇA CLIMÁTICA - Reunião preparatória para o Acordo Global de clima apresenta poucos avanços


Acabou no último dia 8 de abril, em Bonn (Alemanha), a primeira reunião preparatória da 15ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima que ocorre em dezembro em Copenhagen (Dinamarca), quando se espera que seja assinado o novo acordo global de clima que substituirá o protocolo de Quioto pós-2012. A reunião – que foi iniciada com a entrega dos votos da Hora do Planeta ao redor do mundo – tinha como principal objetivo delinear a base para o acordo global. Apesar de não ter apresentado grandes avanços, o encontro foi muito mais amistoso que os anteriores, principalmente pela presença de uma nova delegação dos Estados Unidos, disposta a se engajar e tomar parte na solução climática.
Durante a reunião, o grupo dos Países Menos Desenvolvidos (LDC, na sigla em inglês) pediu 2 bilhões de dólares para financiar a implementação de seus planos nacionais de adaptação.Para a Rede WWF, os países desenvolvidos deveriam providenciar essa quantia a tempo da nova rodada de conversações em Bonn, programadas para junho deste ano.

No dia 30 de março, para abrir a reunião, a Rede WWF e um Grupo de Escoteiros Alemão entregou uma urna simbólica ao Secretário Executivo da Convenção de Clima, Yvo de Bôer, com os votos de centenas de milhões de cidadãos de todo o planeta que votaram pela terra durante o movimento Hora do Planeta numa demonstração de que estão a favor de ações de combate ao aquecimento global.
leia na integra aqui

ECONOMIA - As previsões continuam ruins e para o FMI pioram

SÃO PAULO, 22 de abril de 2009 - O Fundo Monetário Internacional (FMI) piorou a estimativa do desempenho da economia global em 2009 e prevê um ambiente de recessão, mostra o relatório World Economic Outlook (WEO) de abril, publicado nesta quarta-feira. Os economistas agora esperam um recuo de 1,3%, ante projeção anterior de 0,5%.

Segundo o relatório, esta é a recessão mais severa desde a Segunda Guerra Mundial. "Este não é o tempo para complacência, e a necessidade de fortes políticas, tanto macro quanto nas fronteiras financeiras, é mais aguda do que nunca. Mas, com tais políticas implementadas, há luz no final deste longo túnel", disse o Olivier Blanchard, economista chefe do FMI.

A expectativa ainda é a de uma recuperação da economia em 2010, quando poderia registrar um avanço de 1,9%. Em janeiro, o Fundo esperava um avanço de 3%. A expectativa para as economias avançadas piorou para este ano, passando de -2%, para -3,8%. Para os emergentes e em desenvolvimento a projeção passou de 3,3% para 1,6%.

Para o Brasil, o Fundo diminuiu a expectativa para 2009 em 3,1 pontos percentuais, para -1,3%. Em 2010, os economistas agora esperam um avanço de 2,2%, ante a estimativa anterior de 3,5%. Segundo o relatório, a região da América do Sul e México, deve recuar 1,6% este ano e crescer 1,6% no próximo.

"O declínio no preços das commodities está afetando grandes economias da região - Argentina, Brasil, Chile, México e Venezuela, que estão entre os maiores exportadores de produtos primários", diz o relatório.

Para os EUA, os economistas apostam em retração de 2,8%, queda de 1,2 p.p. Em relação a projeção anterior. A estimativa para a zona do euro piorou de -2% para -4,2% em 2009. Para o Japão é esperada uma retração de 6,2%, ante os 2,6% anteriores. Para a China, a estimativa passou de 6,7% para 6,5%.

Leia aqui InvestNews

POLÍTICOS - Era farra mesmo - Câmara deve anunciar corte de 50% no valor da cota de passagens a parlamentares


A Câmara deve anunciar nesta quarta-feira o corte de 50% no valor da cota de passagens aos parlamentares da Casa. O corte faz parte de um pacote de medidas moralizadoras para a Casa Legislativa em resposta à onda de denúncias que arranhou a imagem da instituição nos últimos dias.
O presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), se reuniu de emergência com líderes partidários e integrantes da Mesa Diretora da Casa na noite desta terça-feira, em sua residência, para discutir o pacote. Oficialmente, Temer convocou para hoje uma reunião com líderes partidários para anunciar as medidas do pacote --que foram alinhavadas na reunião emergencial.
A Folha Online apurou que os parlamentares interromperam o feriado de Tiradentes para discutir as medidas porque têm pressa em reverter a imagem negativa da Casa --especialmente após o episódio conhecido como "farra das passagens".

leia mais na Folha Online

terça-feira, 21 de abril de 2009

MINERAÇÃO - III Encontro de Gerentes de Exploração Mineral


COORDENAÇÃO GERAL - ADIMB
Onildo João Marini
Benedicto Waldir Ramos
Gustavo de Assunção Mello
Ceres Rocha Fortes
Apresentação
A ADIMB está organizando o III Encontro de Gerentes de Exploração Mineral, que ocorrerá no Hotel Comfort Suítes Brasília, Setor Hoteleiro Norte, Brasília, DF, nos dias 23 e 24 (quinta e sexta-feira) de abril de 2009.
O Encontro terá como temática "Alternativas Frente à Crise" e constará de palestras de até 30 minutos, destinadas a levantar as questões prioritárias, seguidas de debates e definição de propostas de programas anticrise, bem como a forma de implementá-las.
Para as exposições foram convidados especialistas do setor e representantes de empresas e governo que irão expor suas experiências e expectativas frente à crise.
Além da análise da atual situação, constará da programação do evento um painel sobre Novos Serviços, Produtos e Negócios em Exploração Mineral, para o qual as empresas de serviços podem inscrever-se para apresentações de 15 minutos sobre serviços, produtos e negócios oferecidos.
Esse segmento do encontro será limitado a 14 palestras, no período da tarde do dia 24 de abril e recomendamos que, as firmas interessadas se inscrevam o quanto antes.
A programação já pode ser conferida no link abaixo:

programa

TECNOLOGIA - Fundador do Pirate Bay está confiante -founder of pirate bay is confident

SÃO PAULO – Foram duas semanas de interrogatórios e debates dentro e fora dos tribunais. Saiu a sentença final do julgamento dos criadores do The Pirate Bay.

A acusação, alegando desrespeito às leis de proteção aos direitos autorais, quer que Carl Lundstom, Frederik Neij, Gottfrid Warg e Peter Sunde, os quatro fundadores do site, paguem o equivalente a mais de R$ 20 milhões. Os suecos, por sua vez, almejam uma vitória moral emblemática, fortalecendo o P2P e os torrents pelo mundo afora.

Um dos criadores, Peter Sunde, disse em entrevista à BBC que acredita que a situação está favorável, apesar de boa parte dos produtores de conteúdo apoiarem a International Federation of the Phonographic Industry (IFPI) na acusação. “Estamos muito confiantes que vamos ganhar”, disse o sueco.

Ele ainda repetiu o discurso proferido frente às autoridades da Suécia, dizendo que as ações do The Pirate Bay estão de acordo com a lei do país, pois não compartilham arquivos, e sim links. Desta maneira, o uso dos arquivos pode ser feito legal ou ilegalmente, dependendo da postura do usuário.

Sunde afirma que o The Pirate Bay irá continuar no ar. Ainda assim, há a possibilidade de haver um apelo imediato contra a decisão.

A corte sueca condenadou, além da multa, o quarteto pode ser sentenciado à prisão.
Info On Line

Detalhes sobre o site Pirate Bay aqui

TECNOLOGIA - Criadores do The Pirate Bay são condenados


SÃO PAULO – Há pouco, a corte da Suécia condenou os fundadores do site de torrents The Pirate Bay a um ano de prisão por desrespeitar os direitos autorais e facilitar o compartilhamento ilegal de arquivos.

A sentença dada a Frederik Neij, Gottfrid Svartholm Warg e Peter Sunde também prevê que seja pago o valor de 30 milhões de coroas suecas em indenizações (aproximadamente 7,7 milhões de reais). Carl Lundstrom, o fornecedor do serviço de acesso à internet para hospedar o site, também foi condenado.

Em comunicado oficial depois do julgamento, John Kennedy, o presidente e CEO da International Federation of Phonographic Industries (IFPI), uma das associações que processou o TPB, declarou que o veredicto se trata de “uma boa notícia a todos, na Suécia e internacionalmente, que estão ganhando a vida e fazendo negócios de atividade criativa e que precisa saber que seus direitos são protegidos por lei”.

Peter Sunde, um dos condenados, postou em seu Twitter oficial: “Fiquem calmos – nada vai aconteceu ao TPB, a nós pessoalmente ou ao compartilhamento de arquivos tampouco. Isso só é um teatro para a mídia”.

Anteriormente, o mesmo Peter Sunde havia declarado que, caso perdesse no resultado de hoje,o The Pirate Bay recorreria da decisão.
Info Plantão

TECNOLOGIA - Paul McCartney está contra o Pirate Bay



SÃO PAULO – O ex-Beatle Paul McCartney achou justa a punição dada pela justiça sueca ao The Pirate Bay, o maior site de torrents do mundo. “Se você pega um ônibus, precisa pagar a passagem”, comentou o cantor, em entrevista à BBC.

Paul acredita que o download gratuito de músicas prejudica principalmente as bandas iniciantes. “Algumas delas não vão durar para sempre, mas se venderem um grande hit já terão como alimentar seus filhos pela vida inteira.”
O argumento certamente não convence os defensores dos sites de compartilhamento, pois eles acreditam que a arte deve ser distribuída gratuitamente. Além disso, creem que, no atual modelo de negócios, as gravadoras não recompensam os artistas de maneira justa.

Os quatro responsáveis pelo The Pirate Bay – Peter Sunde, Fredrik Neij, Gottfrid Svartholm e Carl Lundström – receberam na sexta-feira a sentença de culpados da justiça sueca e foram condenados a um ano de prisão e multa equivalente a cerca de R$ 7,7 milhões. Em postagem em seu blog oficial, o site afirma que não pagará o valor imposto.
Info

OBAMA - Abrir a caixa preta da CIA comandada por Bush Opening the black box of the CIA headed by Bush

Obama justifica na CIA revelação de segredo

Presidente defende publicação de memorandos da era Bush e garante pleno respaldo a membros da agência

DA REDAÇÃO da FOLHA

Pressionado pela esquerda a não deixar impune a tortura em interrogatórios autorizada pelo governo anterior e alvo de críticas dos conservadores pelo fato de ter ordenado a divulgação de memorandos secretos da CIA que detalhavam tais práticas, o presidente Barack Obama fez ontem sua primeira visita à agência de inteligência.
O democrata explicou que seria "muito difícil" argumentar juridicamente em favor da manutenção do sigilo dos documentos, cuja revelação havia sido pedida em ação judicial.
Tanto políticos republicanos quanto o ex-diretor da CIA Michael Hayden vêm acusando Obama de comprometer a segurança nacional com a ordem para divulgá-los.
O presidente reconheceu que o episódio motivou insatisfação na agência -"sei que os últimos dias foram difíceis"-, mas externou seu respaldo aos membros da CIA. "Serei tão enérgico na hora de protegê-los como vocês são na hora de proteger o povo americano."
O presidente havia dito que não buscará processar agentes que realizaram simulações de afogamento e outras formas de tortura em interrogatórios. Seu chefe de gabinete (equivalente a ministro-chefe da Casa Civil no Brasil), Rahm Emanuel, disse que o governo não processará advogados do governo Bush autores de memorandos autorizando tais práticas.
Ontem, o "New York Times" publicou que a CIA submeteu dois presos a simulação de afogamento ao menos 266 vezes.

AQUI EM BRASÍLIA - Escândalos para todos os gostos

Por Luciano Martins Costa em 21/4/2009
Observatório da Imprensa

Jornais insistem na reprodução das falcatruas sem dedicar muito esforço em decifrar o emaranhado de privilégios que fazem o Congresso parecer um circo de desqualificados.

Os escândalos do Congresso Nacional voltam a ganhar destaque nos jornais de terça-feira (21/4). Desta vez, a novidade é que os desmandos no uso de passagens aéreas atingem a cúpula e o núcleo dos parlamentares que se tornou conhecido como a "banda ética", em contraposição à notória "banda podre" do Parlamento.

Ou seja, parece que o Congresso assumiu como orientação a frase do falecido cronista Sérgio Porto, que sob o pseudônimo de Stanislaw Ponte Preta decretou: "Ou restaure-se a moralidade ou locupletemo-nos todos".

O Brasil acaba de inventar a democratização das falcatruas.

O presidente da Câmara, Michel Temer, e o deputado carioca Fernando Gabeira, aquele que levantou o dedo contra o antigo dirigente Severino Cavalcanti e ajudou a empurrá-lo para fora do cargo e do Congresso, acabam de admitir que também entraram na farra das passagens aéreas e permitiram que parentes seus viajassem ao exterior com bilhetes de suas cotas pessoais.

Temer ainda tenta justificar-se, alegando que havia o entendimento de que o sistema de passagens para os deputados e senadores funcionava como uma espécie de crédito que podia ser usado ao bel-prazer. Gabeira promete ir ao plenário pedir desculpas. Com certeza vai chorar.

Leia mais aqui.

CRIMES - Novas informações sobre os campos de extermínio de judeus. A história da vitima que se transforma em vitimário

Agora é a vez dos Palestinos serem as vitimas. Pareciera ser que o violador se inspira na sua própria história de violentado quando criança. Agora o Estado de Israel reproduz seu drama nas crianças palestinas (comentários meus).

Na cidade ucraniana de Berdicheve, as mulheres judias foram obrigadas a atravessar a nado um rio largo até afogarem-se. Em Telsiai, na Lituânia, crianças foram jogadas vivas em valas ocupadas pelos corpos dos seus pais assassinados. Em Liozno, na Belarus, judeus foram trancados em um estábulo no qual muitos morreram de frio.

Apesar dos indivíduos que negam a existência do Holocausto, o mundo está informado a respeito do assassinato sistemático de cerca de seis milhões de judeus na Segunda Guerra Mundial. As pessoas sabem o que se passou em Auschwitz e Bergen-Belsen; muitos ouviram falar das dezenas de milhares de judeus fuzilados na ravina ucraniana de Babi Yar. Mas pouco se sabe sobre as centenas, e talvez milhares, de campos menores de extermínio espalhados pela União Soviética, nos quais cerca de 1,5 milhão de judeus encontraram a morte.
Mas agora essa situação está mudando. No decorrer dos últimos anos, o museu do Holocausto e centro de pesquisa Yad Vashem, em Israel, vem investigando esses locais, examinando relatos soviéticos, alemães, de moradores locais e de judeus, e comparando os números e os métodos. O trabalho, coletado sob o título "As Histórias Não Relatadas", está longe de terminar. Mas, para celebrar o Dia de Recordação do Holocausto, que começou na noite da segunda-feira (20/04), a pesquisa está sendo divulgada publicamente no site da instituição.

"Certos lugares foram em grande parte negligenciados porque ficam em pequenas vilas e aldeias", diz David Bankier, diretor do Instituto Internacional de Pesquisas Sobre o Holocausto em Yad Vashem. "Em muitos casos, os moradores locais desempenharam um papel-chave nos assassinatos. Provavelmente em uma proporção de dez moradores locais para cada alemão. Estamos tentando entender aquele homem que um dia jogava futebol com o vizinho judeu, e no outro dia participou do assassinato deste vizinho. Isso proporciona material para pesquisas sobre o genocídio em outros locais, como a África".

Segundo a diretora do projeto, Lea Prais, para fins do trabalho um campo de extermínio é aquele que envolve a morte de pelo menos 50 pessoas. Os assassinatos começaram em junho de 1941, com a invasão alemã da União Soviética. Das repúblicas bálticas, no norte, ao Cáucaso, no sul, esquadrões da morte nazistas varreram as áreas.

A primeira evidência do ocorrido foi obtida logo após a guerra por comitês de investigação soviéticos que se concentravam principalmente na descoberta de colaboradores anti-soviéticos.
reportagem completa

LITERATURA - NOVO LIVRO DE SARAMAGO SERÁ LANÇADO EM PORTUGAL

Caderno de Saramago: o livro do blogue

Há que ver as coisas em que se mete este Saramago: pois não é que nos vem agora, na sua idade, com essa cara de homem sério, duro, de pessoa que não está para brincadeiras, com um blogue diário? Será que este homem não tem cura e necessita estar todo o dia maquinando na sua máquina? Outro livro de Saramago? Mas se ainda há tão pouco tempo apareceu “a Viagem do Elefante”, vamos, há tão pouco que ainda anda por aí, inclusive caminha nesta mesma página, e o faz em diferentes idiomas, embora não pareça ter chegado a Viena, donde creio que o querem meter numa ópera, já veremos…

Ou seja, este Saramago não pára, escreve à velocidade que outros necessitam para ler, de modo que vamos encontrar-nos de novo, escritor e leitores, por agora em Portugal, a partir de 23 de Abril, Dia Mundial do Livro, em Maio em Espanha nas edições em catalão e castelhano, paulatinamente nos países americanos que se expressam em português e espanhol, e, para depois do Verão, primeiro em Itália, a seguir na Inglaterra e nos Estados Unidos, e logo em quantos idiomas ou países forem levantando a mão.
reportagem completa

DESMATAMENTO - Governo quer ampliar metas de redução de desmate para além da Amazônia

Medidas deverão ser incluídas na primeira revisão do Plano Nacional sobre Mudança do Clima, em abril de 2010

Daniel Rittner escreve para o “Valor Econômico”
O governo pretende ampliar as metas de redução do desmatamento, hoje válidas apenas para a Amazônia, para biomas como o Cerrado e a Mata Atlântica. Essas metas deverão ser incluídas na primeira revisão do Plano Nacional sobre Mudança do Clima, em abril de 2010.

Além de enfocar biomas que despertam tradicionalmente menos atenção do que a floresta amazônica, a extensão do plano aumentará a credibilidade do Brasil nas discussões internacionais sobre o aquecimento global, acredita o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc."A questão ambiental começa a entrar, lenta mas progressivamente, no coração das tomadas de decisão do governo", diz. A intenção é estabelecer também metas para o Pantanal, o Pampa e a Caatinga. Ainda não há definição sobre os números para a queda do desmatamento. No caso da Amazônia, o plano prevê reduzir em 70% a derrubada da floresta amazônica até 2017, em etapas graduais.

Uma das situações mais preocupantes é a do Cerrado, que preserva 60,4% de sua vegetação original, em diferentes graus de conservação. Mas o ritmo de desmatamento tem sido três vezes superior ao da Amazônia: em apenas seis anos, desde 2002, perdeu 10% de sua cobertura nativa - 1,5% ao ano.

Espalhado por 11 Estados e o Distrito Federal, o Cerrado tem sido ocupado pelo plantio de soja, algodão, milho e, mais recentemente, cana de açúcar. Também abriu espaço para a criação de gado e fornece parte do carvão vegetal de origem irregular para siderúrgicas.

Na semana passada, o Ministério do Meio Ambiente deu o primeiro passo. Dois satélites - o americano Landsat e o japonês Alos - serão usados para monitorar todos os biomas. Até março de 2010 estarão prontos os mapas das alterações antrópicas desde 2002 nas áreas remanescentes. "Ter monitoramento e ter série são pré-requisitos para estabelecermos metas de emissão. A Caatinga, o Cerrado, o Pantanal, o Pampa e a Mata Atlântica exigem o mesmo cuidado que a Amazônia", disse Minc.

Outra provável novidade nos próximos meses é uma atualização do inventário brasileiro de emissões de gases causadores do efeito estufa. O último, lançado em 2004, fazia um mapeamento que tinha como base o ano de 1994.Foi ali que surgiu um número frequentemente usado nos debates no Brasil sobre aquecimento global: o de que a mudança de uso do solo - basicamente a derrubada e queimadas nas florestas - representa em torno de 75% de todas as emissões brasileiras de gases estufa à atmosfera. O novo inventário se baseará nas emissões de 2004 e deverá ser divulgado até o fim do ano.
(Valor Econômico, 20/4)

SENADO - Senador faz farra com dinheiro público e quem denuncia (seu assessor por 19 anos) sofre "disturbios psiquátricos" :-)

Denúncias
Mesmo morando em apartamento próprio em Brasília, o senador Gerson Camata e a mulher dele, a deputada Rita Camata, ambos do PMDB do Espírito Santo, recebem auxílio-moradia do Senado e da Câmara. No total, são R$ 6.800 por mês para o casal.

Ele chorou no plenário ontem, ao discursar sobre o assunto, e negou as denúncias publicadas no final de semana pelo jornal "O Globo", com base no depoimento de Marcos Vinícius Andrade, que trabalhou 19 anos com o senador.

Andrade acusou Camata de apresentar à Justiça Eleitoral recibos falsos para esquentar sobras de dinheiro da campanha de 2002, de ter recebido propina da construtora Odebrecht e de usar de forma irregular verbas do Senado.Camata disse que o ex-assessor sofre de "distúrbios psiquiátricos" e que as denúncias são uma "falácia, calúnia".

Camata, que é suplente da Mesa, pediu para ser investigado pelo Conselho de Ética e pela corregedoria e disse que quando os dois órgãos se reunirem irá se afastar. Na prática, porém, ele já não participa mais do conselho, pois os mandatos dos atuais membros foram encerrados em março.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

JUDICIÁRIO - A indústria do golpismo A justiça eleitoral está patrocinando a reciclagem da política dos coronéis. FERNANDO DE BARROS E SILVA - Folha

SÃO PAULO - Ninguém pode, de boa-fé, ser contrário à punição daqueles governantes que corrompem o processo eleitoral. Compra de votos, uso indevido da máquina pública, abuso do poder econômico -são todos comportamentos passíveis de sanções, até mesmo da cassação do mandato, medida que se banalizou, mas de trivial não tem nada. Este é o primeiro ponto.

Segundo: ninguém compromissado com a democracia pode aceitar que a cassação de alguém tenha como consequência a sua substituição por quem foi vencido nas urnas. O segundo colocado não é o próximo da fila, mas o que foi rejeitado pelo voto popular. Não é o reserva do time, é o adversário derrotado.

É preciso desvincular o castigo ao corrupto do prêmio ao perdedor.Não tem sido essa, porém, a interpretação da justiça eleitoral. Suas decisões recentes parecem dar curso a uma nova indústria do golpismo no país, agora com amparo legal. Ainda mal começamos a perceber as consequências políticas desse protagonismo.

Há dois meses, José Maranhão (PMDB), derrotado em 2006 por Cássio Cunha Lima (PSDB), assumiu o governo da Paraíba. Agora, Roseana Sarney (PMDB) vem ocupar o cargo de Jackson Lago (PDT) no Maranhão. Falta a esses dois governantes o oxigênio da democracia: legitimidade popular.Há outros seis governadores na mira do TSE. Se a moda pega, corremos o risco de regredir para um quadro realmente sinistro: quase um terço das unidades da Federação nas mãos de quem foi derrotado nas urnas em 2006.

Não por acaso os governantes sub judice vêm de Estados periféricos, onde a disputa pelo poder se trava muitas vezes entre famílias rivais e o aparelho burocrático vive refém do arbítrio, sujeitado ao pessoalismo mais brutal.

O caso do Maranhão, a capitania hereditária dos Sarney e seus agregados, é exemplar e joga luz sobre um problema que o ultrapassa.

POLÍTICA - Roseana divide a oposição para governar o Maranhão

Três dias depois de assumir o Estado do Maranhão, a ex-senadora Roseana Sarney (PMDB) inicia nesta segunda-feira (19/04) seu governo investindo no racha dos partidos de oposição e disposta a trazer para seu lado antigos aliados que romperam com a família Sarney. É o caso do ex-prefeito de São Luís, Tadeu Palácio, do PDT do governador cassado Jackson Lago, que vai assumir a secretaria de Turismo do Estado. Roseana Sarney também dividiu o PT e dará a secretaria de Trabalho para a chamada ala "sarneísta" do partido.

Ao mesmo tempo em que trabalha pelo racha na oposição e pela ampliação de sua base de apoio na Assembleia Legislativa, a nova governadora tenta dissociar sua imagem de seu pai, o senador José Sarney (PMDB-AP).

Empossada na última sexta-feira no cargo, Roseana afirma, sem modéstia, que ganhou o governo do Maranhão no primeiro turno das eleições de 2006, quando obteve 49% dos votos válidos - na realidade, no primeiro turno, ela obteve 47,2% dos votos válidos contra 34,3% dados ao ex-governador Jackson Lago (PDT).

"Ficou claro que houve corrupção na eleição. Eu ganhei no primeiro turno com ampla maioria. Tive uma ampla maioria em cima do segundo colocado, que foi o Jackson. Era meu esse governo. Eu ganhei as eleições", disse Roseana. Com 20 meses pela frente de governo, Roseana Sarney se afastará temporariamente do comando do Estado, no fim de maio, quando se submeterá à 21ª cirurgia de sua vida, desta vez para a retirada de um aneurisma.

Antes da operação, a governadora quer construir um amplo leque de alianças partidárias que permitirá cacifar sua candidatura à reeleição do governo, nas eleições de 2010. Mal assumiu o governo, Roseana já controla 28 das 42 cadeiras da Assembleia Legislativa do Maranhão.
Correio Braziliense

POLÍTICOS - Empresários cobram dos políticos pelo uso do dinheiro - só que o próprio presidente da CNI também fez farra com dinheiro público

O Presidente da CNI Armando Monteiro Neto emitiu bilhetes para a mulher, a filha e o filho para lugares distintos: Santiago, Madri e Buenos Aires.

A crise de credibilidade do Congresso foi alvo de cobrança de empresários presentes a um encontro em Comandatuba (BA) ontem. Diante do presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), e de outros políticos, uma representante do setor produtivo brasileiro questionou o suposto mau uso do dinheiro público.Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza, foi a porta-voz de cerca de 300 executivos.

Cobrou mudanças e respostas.Os políticos pediram que não houvesse generalização. "Os desacertos de membros do Legislativo não contaminam a instituição. Sem ela, não há democracia", disse Temer. "Jesus escolheu 12 [apóstolos] e um deles era ladrão [traidor]. Nem por isso deixamos de segui-lo", afirmou o ministro José Múcio (Relações Institucionais)."Você não vê dizer que todos nós demos passagens para a [apresentadora Adriane] Galisteu.

Não é que eu não gostaria...", brincou o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), em referência a uma viagem paga pela cota do deputado Fábio Faria, ex-namorado de Galisteu.

Fortes declarou que também não se pode generalizar, por exemplo, ao dizer que os empresários não pagam impostos. "Da mesma maneira que há maus empresários, há bons." Luiza Trajano disse que todos os empresários que não pagam impostos devem ser punidos.
UOL.

POLÍTICOS - As regras para a distribuição das passagens não estavam claras. SIM, ME APLICA!

É DINHEIRO PÚBLICO GASTO EM LAZERES PRIVADOS, MAIS CLARO QUE ISSSO? SÓ ÁGUA!!!!!

Essa última dos congressista foi demais. Até analfabeto -muitos deles são analfabetos funcionais-, sabem que os recursos de passagens que recebem é dinheiro público e não pode ser confuso isso de usar dinheiro público para custear passagens de parentes e namoradas o namorados de parentes para festas internacionais.

Alguns vão mais longe, fazem gracinha e se mofam da população que os assiste indignada. O caso mais emblemático é o do Senador Heráclito Fortes (PMDB-DEM,PI), que falou na última sessão do Senado que amante de deputado podia receber passagens de graça, desde que fosse bonita. Pode uma coisa dessas!.

Alguns dos Deputados, aqueles que conseguiram criar vergonha e as quantias não são muito altas, vão devolver o dinheiro. Ver para crer disse o Santo.

POLÍTICOS - Por fim alguém que fala sério sobre a substituição da democracia dos votos pela máquina do Tribunal Superior Eleitoral

A relação de Tarso Genro com José Sarney, que já eram ruim, não vão melhorar com a mais recente declaração do ministro da Justiça, que criticou a "judicialização da política" no dia em que Roseana (PMDB) tomou posse no Maranhão. Sarney, como se sabe, não descansou até que o TSE tirasse Jackson Lago (PDT) do cargo.

O ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou hoje que o Brasil assiste a uma espécie de "judicialização" da política, com a Justiça Eleitoral e o Supremo Tribunal Federal (STF) regulando o sistema partidário e eleitoral. Para ele, a inércia do Legislativo está abrindo espaço cada vez maior para a regulação do Judiciário, o que ameaça o equilíbrio entre os Poderes. "Há hoje no Brasil uma radicalização da estatização da política em função dos poderes que o Judiciário tem avocado para si. E essa é a mais complexa e difícil questão de ser resolvida. Por uma questão muito simples: quando o Poder Judiciário resolve, não tem instância para recorrer."

"Podemos estar perante um fenômeno novo no processo político brasileiro: uma hiperconcentração de poder e legitimidade no Judiciário e um esvaziamento dos demais Poderes, que pode ser absolutamente problemático", afirmou Tarso, durante um seminário sobre reforma política na Universidade Cândido Mendes, no Rio de Janeiro. O ministro citou como exemplos a definição pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), confirmada pelo STF em 2008, de que os mandatos são dos partidos e a submissão à Justiça de centenas de processos de parlamentares que trocaram de partido.

Para ele, na prática o Judiciário pode julgar até a subjetividade dos políticos, ao analisar os motivos que os levam a trocar de sigla. "E se o Tribunal entender que vai decidir também se uma pessoa tem condição ideológica para entrar num partido? Quem julga se pode sair pode (querer) julgar também se pode entrar", disse Tarso, alertando para o perigo do que comparou à "instauração de um jacobinismo do Poder Judiciário atípico". Ele também citou a regulação do uso de algemas pelo STF no ano passado.
Agência Estadoe Folha

domingo, 19 de abril de 2009

POLÍTICOS - Deu no Painel da Folha

Ciranda.
Mauro Fecury (PMDB-MA), que assumirá a vaga de Roseana Sarney (PMDB-MA) no Senado, é um dos donos da Unieuro, universidade que tem como reitor Luiz Curi, por sua vez marido de Emília Ribeiro, indicada por José Sarney (PMDB-AP) para a diretoria da Anatel.

A bordo.
Fecury, historicamente ligado a Sarney, é também dono de um jato em que o presidente do Senado e a nova governadora do Maranhão costumam voar. O aparelho está à venda. Será trocado por modelo mais recente.

POLÍTICOS - "Farra de passagens" atinge líderes da Câmara - farra of tickets with public money for Brazilian politicians

No País não existe limite para a corrupção. Até o Presidente dos empresários (CNI) usa o dinheiro público para a farra das passagens.

E no Pará o Deputado Peres Franco, Vic, embarcou em viagens internacionais até seu futuro genro, namorado da filha. É uma festa que não acaba. Por enquanto os paraenses pobres votavam nos supostos deputados e políticos paladinos da ética.

Muitos não gostam do Jornal Folha de São Paulo, porque acham ele um jornal de oposição radical contra o Governo e até gostariam que fosse extinto. entretanto se não fosse pela Folha não contaríamos com a informação completa, como esta da farra dos passagens. Muitos jornais calaram a notícia, assim aconteceu no Pará.

Registros de companhias de aviação obtidos pela Folha revelam que caciques da Câmara dos Deputados, como dirigentes e líderes partidários, financiaram dezenas de viagens ao exterior de familiares e amigos.Entre os quais, os presidentes nacionais do PT, Ricardo Berzoini (SP), e do DEM, Rodrigo Maia (RJ).

Constam da lista também nomes como Ciro Gomes (PSB-CE), ex-candidato ao Planalto; José Genoino (PT-SP), ex-presidente do PT; Armando Monteiro Neto (PTB-PE), presidente da Confederação Nacional da Indústria; Eunício Oliveira (PMDB-CE), ex-ministro das Comunicações; e Vic Pires (DEM-PA), ex-candidato a corregedor da Câmara.


A maioria dos deputados ouvidos pela reportagem justificou os bilhetes aéreos para os parentes alegando que o regimento interno da Casa não proíbe a prática. Os destinos mais recorrentes são cidades badaladas do turismo internacional, como Nova York, Paris, Madri, Miami, Frankfurt, Buenos Aires e Santiago.

O presidente do PT, por exemplo, emitiu em dezembro de 2007 um bilhete para a capital argentina para sua filha Natasja Berzoini. Procurado pela reportagem, não ligou de volta.Já Rodrigo Maia, além de ter levado a mulher e a filha para Nova York (EUA), bancou também uma passagem aérea para sua prima Anita para o mesmo destino. "Ela foi resolver um problema particular de saúde", disse o presidente do DEM.

Maia reconheceu que a viagem a Nova York foi a turismo. Ele levou a mulher também a Paris, mas disse que foi em missão oficial a Londres, com escala na capital francesa.Genoino, que deixou a presidência do PT na esteira do escândalo do mensalão, em 2005, usou passagens para ele, a mulher e o filho para Madri.

Ciro Gomes emitiu duas passagens para Nova York, uma em dezembro de 2007 e a outra em abril do ano passado, para sua mãe, Maria José Gomes. Procurado pela reportagem, Ciro não
ligou de volta.

Vic Pires, por sua vez, não se limitou a usar a cota aérea apenas para familiares, tendo agraciado até o namorado de sua filha com uma viagem a Miami (27 passagens ao todo).

Monteiro Neto emitiu bilhetes para a mulher, a filha e o filho para lugares distintos: Santiago, Madri e Buenos Aires.

São muitos mais, é uma lista que não acaba, dos mais honestos até os declarados corruptos estão aqui.
Leia mais aqui
LEONARDO SOUZA, ADRIANO CEOLIN, EDUARDO SCOLESEDA - Folha, SUCURSAL DE BRASÍLIA.

COMPANHIA DE TRÂNSITO DE BELÉM - Uma multa a cada cinco minutos em 2008 - A fine five minutes in 2008

Um prefeito despreparado, que dirige uma cidade com os maiores índices de analfabetismo, de violência e em geral de falta de estrutura de saúde, de educação do Brasil. Um prefeito que NÃO foi multado quando falsificou um diploma de médico e mentiu descaradamente quando se fez passar, também, por advogado já diplomado, quando não tinha realizado o exame da ordem.
Ele mesmo incentiva a indústria das multas de trânsito - a maior fonte de arrecadação do Município.

Veja a reportagem do Diário do Pará.
Pergunta que não quer calar, e que mexe com o bolso de milhares de belenenses: o número de multas aplicadas pela Companhia de Transporte do Município de Belém (CTBel) corresponde ao esforço rotineiro dos seus fiscais, ou beira o que muitos já classificam como uma “indústria de multas”? Em Belém, onde estima-se cerca de 280 mil veículos registrados, só nos doze meses de 2008 a CTBel aplicou200 mil multas, quase uma(0,7) para cada veículo, o que resultou em arrecadação de R$ 18 milhões.

Para entender melhor a reclamação dos motoristas, o DIÁRIO lançou mão de um exercício matemático simples que revela curiosidades. A companhia soma hoje 190 fiscais, sendo 85 agentes de trânsito e 105 guardas municipais - que atuam nas ruas, inclusive multando. Se levarmos em consideração o universo aproximado de 200 mil infrações cometidas em Belém no ano passado, e lembrarmos que, segundo a CTBel, a média é de que 70% dessas infrações são registradas por “canetadas”de fiscais, agentes ou guardas – o restante é por radares -, os números ficam ainda mais interessantes.

Ao esmiuçar o universo de multas aplicadas pelos agentes em 2008 - cerca de 140 mil -, chegamos a aproximadamente 11.666 infrações registradas por mês. Nada menos que 388,8 registradas por dia, ou 16,2 a cada hora - média de 1,35 a cada cinco minutos ao longo de todo o ano de 2008.Deste modo, por mês, cada um dos 190 fiscais em ação do órgão foi responsável, então,por anotar cerca de 61,4 infrações(média de 2,4 por dia, se trabalhassem todos os30 dias do mês, sem folgas)durante todo o ano.Leia mais na edição de hoje do Diário do Pará. (Diário do Pará)

MÚSICA - Poema de Mario Benedetti - BOM DOMINGO!

MÚSICA - ROMÂNTICOS DE SEMPRE - Tania Libertad

Llamame... cuando tengas
que sentir mi carino,
cuando te duela el corazon,
cuando se junten
con tus ojos los mios...

Cuando escuches mi cancion,
cuando no puedas
encontrar tu camino.

Llamame y veras
que soy la voz
que se transforma en mujer.

Soy el origen del ser
la estacion del mundo
que has de tener,
abrazame asi...
y volveras a ser feliz,
volveras a revivir,
volveras a mi
con amor...

Porque es asi
porque siempre sera asi
cada vez que tu me llames
amor...