Google+ Badge

sábado, 16 de outubro de 2010

Pesquisa IBOPE para eleições no Pará. Jatene 18 pontos na frente, No Blog do P. Bemerguy e no O Estado do Tapajós

Pesquisa Ibope:Jatene teria 60% dos votos válidos 

Pesquisa Ibope, que vai ser divulgada pela Tv Liberal hoje à noite e na edição de domingo de O Liberal, aponta que Simão Jatene venceria o segundo turno com 60% dos votos válidos.

Na pesquisa estimulada, segundo o instituto, Jatene teria 54% dos votos; Ana Júlia 36%. Brancos, nulos e indecisos somariam 10% dos votos.

Detalhes da pesquisa Ibope Jatene tem 18 pontos de vantagem sobre Ana Júlia.

VEJA a matéria do jornalista Paulo Bemerguy no Jornal O Estado do Tapajós e no Blog do Espaço Aberto

Mais briga no Pará, só que no Ring


Paraense e argentino duelam no ringue

É pra valer - Se vencer, paraense estará entre os dez melhores do ranking mundial O boxe paraense vive hoje um dia de decisão com John Anderson "Renatinho". Ele coloca em disputa o cinturão de campeão latino-americano, categoria médio 72 kg, pela Organização Mundial de Boxe (WBO) diante do argentino Matias Franco, de 22 anos.

A luta será de 12 rounds previstos no ringue armado na casa de show Mormaço, na Cidade Velha, a partir das 17 horas. Enfrentar argentinos chega até ser uma rotina paraense, que no mês de agosto venceu Walter Acuña, numa luta amistosa realizada na cidade de Cachoeira do Arari. Mas, contra Matias Franco a situação é diferente em todos aspectos.

Primeiro lugar, vale ao paraense, se vencer, lugar entre os dez melhores do ranking mundial e com direito de desafiar o campeão do mundo. Segundo, John Anderson está defendendo o cinturão de campeão latino- americano e, terceiro aspecto, diz respeito sua invencibilidade sobre representantes portenhos. São cinco vitórias, sem nenhuma derrota.

O Liberal

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Notícia é noticia, deu no blog do Bacana, faça vc as conexões


 " Eu tinha esperança que o Governo de Ana fosse de mudanças, de transformações.

Mas na verdade foi um governo de frustrações." Com essa frase Priante explicou o motivo pelo qual estará hoje dando seu apoio a Jatene, inclusive gravando depoimentos para TV e rádio.

Perguntamos ao Priante o que ele achava da declaração de Lula ontem em Ananindeua, dizendo sentir falta do PMDB. O recém eleito deputado disse; " É que nós aqui do Pará já conhecemos Ana Júlia, o Presidente precisa conhecê-la melhor".

Perguntado se apoiará Serra, Priante disse que apoia Dilma. Mas porque tu não foi no comício dela em Ananindeua ? " O ambiente estava contaminado", declarou Priante.



Almir, o Gabriel, deixou todos de boca aberta quando foi apoiar Juvenil. Não por Juvenil, mas por Jader, a quem perseguiu durante seu reinado no Governo.
Almir recebeu Jader em sua casa, desfilou com Jader em campanha, e que foi uma surpresa, isso foi.

Mas Almir não para por aí. Vai surpreender mais, e vai fazer isso hoje.
Almir vai declarar seu apoio a Ana Júlia, a Ana do PT.

Isso mesmo.

Jatene deve ter feito alguma coisa para o homem, só pode.
Só a psicanálise mesmo para explicar. 



Ofício de quem não tem nada pra fazer no fim de mandato


Meu Deus do Ceu, Só faltava essa.

Em resposta à fama de colecionadora de desafetos, a equipe de Dilma Rousseff costuma dizer: Como ministra, ela podia divergir tecnicamente, mas jamais discutia com os ex-colegas de Esplanada.

Hoje, nem se falam.

Numa hora em que o comitê de Dilma se esforça para seduzir Marina Silva e parte dos 20 milhões de votos dela, o governo decidiu empatar o namoro.

Chefiada pelo ministro Samuel Pinheiro Guimarães, a SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos) abriu, em Brasília, um seminário.

Encontro destinado a debater alterações num certo PAS (Plano Amazônia Sustentável). Trata-se de uma das principais contribuições de Marina Silva ao governo Lula. Elaborou-o durante três anos. Chamava-o de “filho”.

Mandou o rebento à mesa de Lula em 2008.

O presidente decidiu confiar a execução à SAE, chefiada na época por Mangabeira Unger. Por que não Marina? Lula alegou que a titular do Meio Ambiente não seria suficientemente “isenta”.

Marina pediu o boné. Ao deixar o governo, disse que perdia o cargo, não a cabeça.
Depois, foi do PT para o PV. Na nova legenda, empinou a candidatura que a fez ser cobiçada por Dilma e pelo antagonista José Serra.

Samuel Guimarães jamais pôs para andar o “filho” de Marina. 

Acha que falta-lhe algo: "Sou defensor de metas concretas".

Na abertura do seminário, a atual ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, fez ressalvas ao projeto da antecessora ilustre.

Para ela, o PAS de Marina injeta na política ambiental um excesso de preservacionismo. "O debate sobre questões ambientais tem uma demanda não só da economia de baixo carbono, mas tem de ter uma visão de desenvolvimento sustentável de natureza estratégica para o Brasil".

Empenhado em fazer a sucessora, Lula talvez devesse chamar os ministros Samuel Guimarães e Izabella Teixeira para uma conversa. Iniciaria o diálogo assim: “A dois meses e meio do término do governo, vocês não têm coisa melhor para fazer do que discutir um plano de 2008? Ora, francamente!” 

À falta de uma intervenção do patrono, coube à própria Dilma sair em socorro de si mesma. 

Biodiversidade - Bióloga descobre inseto não catalogado na ilha de Páscoa


Cientistas identificaram uma nova espécie de inseto, ainda não catalogada, na ilha de Páscoa, ao sul do oceano Pacífico.

Ainda sem nome e do tamanho equivalente a um grão de arroz, o inseto estava em uma caverna e há possibilidade de haver outros, conta a bióloga Jut Wynne da Universidade do Norte do Arizona.

Famosa pela suas estátuas de pedra moai, a ilha tem uma história ligada à rota do comércio escravo e foi habitada por uma população indígena dizimada por doenças vindas da Europa. O ambiente também se alterou com a chegada de espécimes não nativas, como ratos.

Hoje, grande parte dos seres vivos encontrados no local veio de outras regiões, explica a bióloga. Ainda pairam dúvidas se o inseto, uma espécie de piolho de livro – ou Psocoptera -, é nativo da ilha ou se veio migrou de outra parte da Polinésia.

(Fonte: Folha.com)

Pará - Lula faz discurso emocionado em Ananindeua

Em comício na noite desta quinta ontem, em Ananindeua, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um emocionado discurso de apoio às candidaturas de Dilma Roussef e Ana Júlia Carepa, candidatas do PT à Presidência da República e ao Governo do Pará respectivamente, inclusive pedindo aos paraenses que lhe deem de presente de aniversário a eleição das petistas.

Lula apresentou Dilma como responsável pela coordenação do “maior programa habitacional do Brasil” e pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Disse que a candidata tem sido alvo de ataques e a comparou a vários outros presidentes e lideranças políticas da história do país.

“As acusações que fazem a ela vêm de uma parte da elite que fazia essas acusações a Ulysses Guimarães em 74, quando foi candidato contra Geisel; fizeram contra Tancredo (Neves), quando ele foi para o Colégio Eleitoral; faziam a mim em 1989; fizeram contra Getúlio Vargas, João Goulart e Juscelino.

A elite não se conforma que um torneiro mecânico sem diploma universitário tenha feito mais do que eles”. Sobre Ana Júlia, Lula disse que ela só tem o defeito “de gostar do povo como gosta da filha dela”. Lula conclamou os paraenses a trabalharem para conquistar votos para Dilma e Ana. Disse que a candidata ao governo precisará ficar “24 horas por dia” nas ruas para vencer as eleições.

Com muitos elogios a Dilma e Ana Júlia, o presidente não deixou de atacar a oposição. “Teve presidente que viajava o mundo em busca de um título de doutor honoris causa. Eu já fui indicado para 40, aceitei todos, mas só vou receber depois que deixar a Presidência”. Além de Lula, Dilma e Ana Júlia, foi dada a palavra para o governador reeleito da Bahia, Jacques Wagner, e para o compositor e guitarrista Chimbinha, da banda Calypso, responsável pelo novo jingle de campanha de Ana Júlia.

Chimbinha disse que o apoio a Ana Júlia se deu porque ela mostrou preocupação com o meio ambiente ao lançar o programa “Um Bilhão de Árvores”. Foi o segundo comício de Lula em Belém na campanha eleitoral deste ano, o primeiro com a candidata Dilma Rousseff. Lula saudou as cidades de Altamira, Santarém, Itaituba, Bragança, Paragominas e Rondon do Pará, que receberam, em tempo real, imagens do comício enviadas pela internet, e prometeu voltar ao Pará no dia 9 de novembro, para inaugurar as eclusas de Tucuruí. A obra, iniciada há quase 30 anos, vai devolver a navegabilidade no trecho do rio Tocantins perdida com a construção da usina hidrelétrica de Tucuruí.

 Diário do Pará.

Biodiversidade - Pesquisadores vão estudar a utilização de fragrâncias amazônicas


Estudantes da Universidade Federal do Amazonas, Ufam, vão desenvolver fragrâncias com inspiração na flora amazônica, no município de Itacoatiara,AM.

As pesquisas foram aprovadas pelo Programa de Infraestrutura para Jovens Pesquisadores, Programa Primeiros Projetos, PPP, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas, FAPEAM, e receberão financiamento no valor de R$ 30 mil.

Serão feitos testes a partir de matérias-primas sintéticas e naturais, de acordo com a pesquisadora, Margarida Carmo de Souza. “As substâncias sintéticas imitam o óleo natural. Queremos experimentar os dois para a produção de sabonetes, cremes, loções e perfumes”, disse. Ainda há muitos aromas na floresta com potencial de utilização, segundo ela.

O uso de material sintético tem como objetivo preservar o meio ambiente, uma vez que a obtenção de produtos em larga escala pode ser ecologicamente inviável. “A maioria dos insumos está presente, em baixas concentrações, nas espécies vegetais.

Além disso, podem estar contidos em órgãos como caules e raízes, o que seria um agravante, pois para a extração do óleo seria necessário derrubar a árvore inteira”, explicou. *Com informações da Agência FAPEAM.

Por Danielle Jordan / Ambientebrasil.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Aqui em Brasília -Pesquisa saindo

Já está pronta nova pesquisa Data Folha, será publicada ainda hoje ou, a mais tardar amanhã.

Curiosidades de um ficha suja na Folha de São Paulo. Como se tergiversam os fatos

Governo revê plano de Marina para Amazônia

Segundo o jornalista Cláudio Angelo do Caderno Ciência da Folha (foto ao lado Esq.) o Governo iria a rever o Plano Amazônia Sustentável. 

Coincidentemente eu estava no evento e fiquei do lado do jornalista quando fez as entrevistas com a Professora da Universidade Federal do Pará (UFPA) e Assessora da Secretaria de Mineração (MME) Maria Amélia Enríquez. 

Segundo o Jornalista Maria Amélia teria dito: "O plano é muito preservacionista", afirmou Maria Amélia Enríquez, assessora do Ministério de Minas e Energia que participou de um dos painéis do seminário.

Mentira do jornalista. Inescrupulosa  e abominável mentira que depois não conseguiu provar e ficou valendo, para tudo Brasil, um texto inventado pelo responsável do Caderno da Folha. 
No que diz respeito à entrevista da Professora Amélia Enríquez, foram outros os temas  tratados. Mineração e desenvolvimento sustentável e nada do PAS. 

Outra falsidade, Marina Silva não estava no Seminario da SAE, essa foto foi tirado fora do contexto. Deve ser de outro evento e foi colocada na matéria. 

Entretanto, o Secretário da SAE, Luis Salomão e o Ministro, Samuel Pinheiro, sim falaram que o PAS devia ser revisto. Sem o conhecimento da realidade da região, foi dito que um dos problemas da Amazônia estava no setor transporte e devia-se contar com maior presença militar na região. Doçe na boca de uma criança para quem quer iniciar a destruição da floresta e a biodiversidade da região. 

Veja aqui a matéria completa do Jornalista da FOLHA DE SÃO PAULO.

O PAS (Plano Amazônia Sustentável), maior legado de Marina Silva no Ministério do Meio Ambiente, será revisto.

Claudio Angelo
Folha de São Paulo.

A nova versão deverá incluir projetos de mineração, defesa e hidrelétricas. A reforma do plano começou a ser debatida em seminário da SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos) justamente quando o PT tenta atrair os 20 milhões de eleitores da candidata do PV para o segundo turno.


Ministros criticam proposta de ex-ministra, considerada "preservacionista" 

Mudanças vão incluir a presença de militares, projetos de mineração e hidrelétricas, além de rever terras indígenas

Marcello Casal Jr/Agencia Brasil

Marina com Zequinha Sarney (esq.) e membros da Executiva do PV, ontem em Brasília

CLAUDIO ANGELO
DE BRASÍLIA

Principal legado de Marina Silva no Ministério do Meio Ambiente, o PAS (Plano Amazônia Sustentável) será revisto pelo governo. Sua nova versão deverá incluir projetos de mineração, defesa e grandes hidrelétricas.
A reforma no plano começou a ser debatida ontem em um seminário organizado pela SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos).


O momento não poderia ser pior politicamente: o PT e o governo tentam atrair a candidata derrotada verde e seus 20 milhões de eleitores para a campanha de Dilma Rousseff no segundo turno.


O PAS é um ponto sensível para Marina: construído durante três anos, ele deveria dar as diretrizes para o desenvolvimento da região. Marina costumava se referir ao plano como seu "filho".


Quando decidiu lançá-lo, em maio de 2008, o presidente Lula entregou sua execução à SAE, então chefiada por Mangabeira Unger, alegando que Marina não era "isenta". Foi o estopim da demissão da ministra.

A SAE, porém, nunca colocou o plano em prática. Além de não ter "porte" para executá-lo, como admitiu ontem, a secretaria considera o PAS genérico. "Sou defensor de metas concretas", disse ontem o ministro Samuel Pinheiro Guimarães.


"O plano é muito preservacionista", afirmou Maria Amélia Enríquez, assessora do Ministério de Minas e Energia que participou de um dos painéis do seminário.


A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que abriu o seminário, criticou o excesso de preservacionismo na política ambiental.


"O debate sobre questões ambientais tem uma demanda não só da economia de baixo carbono, mas tem de ter uma visão de desenvolvimento sustentável de natureza estratégica para o Brasil."
"Nós precisamos rever o PAS", afirmou o secretário-executivo da SAE, Luiz Alfredo Salomão. "Não porque tenha erros, mas tem lacunas que precisam ser preenchidas e atualizadas."


Uma das "lacunas" é a presença dos militares. Eles foram excluídos do plano de Marina e não concordam com certos princípios defendidos pela ex-ministra, como grandes terras indígenas contínuas em fronteiras.
"Nós aprendemos que não pode haver desenvolvimento sem a defesa estar assegurada", afirmou Salomão.

Outra lacuna são energia e mineração. O PAS original critica a atividade mineradora, afirmando que ela "não impulsiona políticas de desenvolvimento endógeno".

Já o governo quer ampliar a exploração do potencial mineral da Amazônia.
Isso inclui a montagem de um polo petroquímico em Manaus, que use o gás natural de Urucu e o potássio de jazidas que a Petrobras possui em Nova Olinda (AM).

"O Amazonas é o terceiro produtor de hidrocarbonetos do país e não é possível que essa riqueza não seja colocada a serviço do desenvolvimento ", disse Salomão.

Ele lembrou que as hidrelétricas do Madeira e do Xingu não estavam em construção quando o PAS foi lançado, nem estavam previstos investimentos de US$ 22 bilhões em mineração, que incluem a duplicação da produção de ferro em Carajás

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Acompanhe ao vivo a cobertura do resgate dos mineiros chilenos

Você pode acompanhar pela TVN (Televisión Nacional de Chile) a cobertura  completa do resgate e, desde este instante, os preparativos das equipes técnicas e especialistas responsáveis pelas tarefas de resgate. 

Será o evento internacional mais difundido pela imprensa internacional neste último tempo.

Comenta-se que nem o terremoto recebeu tanta cobertura da imprensa, inclusive está sendo comparado com a queda do Muro do Berlim, não pela sua importância e sem pela cobertura da imprensa.  

Clique aqui e ente em "TV de Chile" e logo em TVN e pronto, estará assistindo ao vivo os preparativos sobre um dos mais importantes eventos internacionais. 

O resgate começará a partir das 20:00h.

Nossa Senhora de Aparecida transmissão da entrada ao Templo

Não tudo é maldade na família Allende do Chile


A portadora da santa

A propósito, o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida planeja entregar hoje a Mônica Serra Allende uma réplica da imagem original da santa.

Pedirá à mulher de José Serra, que é chilena, para levá-la à embaixada do Chile com uma missão: dar o exemplar aos 33 mineiros refugiados sob a terra no deserto do Atacama que estão prestes a serem resgatados.

A peça deve ser enviada ao bispo local, que definirá o destino da imagem. Mónica Allende é parente do Salvador Allende e veio para Brasil como refugiada política e esposa do Serra.

E para quem não se lembra de Salvador Allende Segue uma lembrança.



segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Tiririca tem sete dias para apreender a ler. No planeta, a imagem do Brasil pelo chão

Francisco Everardo Oliveira Silva, el payaso «Tiririca»

El diputado más votado de Brasil tiene siete días para aprender a leer


Resulta complicado determinar qué es más surrealista en la historia de Francisco Everardo Oliveira Silva.






No lo es, desde luego, que haya sido el diputado más votado, con 1,3 millones de papeletas, en las pasadas elecciones brasileñas. Ni que sea un equilibrista reconvertido en payaso. Ni que se haya presentado con el lema “peor de lo que está no va a estar”.


Para ver a matéria completa no Jornal espanhol La Razón clique Aqui

Quem acredita no Ciro? - O grande falastrão - PMDB Ajuntamento de assaltantes e Michel Temer o Chefe dessa quadrilha