Google+ Badge

sábado, 2 de maio de 2009

MEIO AMBIENTE - Defesa da floresta em pé - Brasileiros não querem desmatamento para aumentar área de agricultura

A ideia de aumentar a área de agricultura às custas de derrubada da floresta desagrada a maioria dos brasileiros. Em pesquisa divulgada na quarta-feira (29) pelo Datafolha, 94% dos entrevistados disse que gostaria de que os desmatamentos parassem de ocorrer, evitando assim desastres ambientais.

A pesquisa foi realizada a pedido da ONG Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, e ouviu 2.055 pessoas no mês de abril. Apenas 3% dos entrevistados afirmou que permitiria mais desmatamentos para aumentar a produção agrícola.

Quando questionados sobre a legislação ambiental, 91% dos entrevistados respondeu que as leis deveriam ser mais rígidas, para dificultar o desmatamento, enquanto 5% afirmou que as leis devem continuar como estão, e 4% gostaria de que elas fossem mais brandas, para anistiar os produtores que estão na ilegalidade.

Imagens de satélite mostram região de Peixoto Azevedo (MT). Na parte de cima, as florestas da região em 1992. Embaixo, já em 2006, mata cede espaço à agropecuária. (Foto: Nasa/Divulgãção)

No momento de apontar os responsáveis pelo desmatamento, a resposta é menos unânime. A maior parte (60%) das pessoas ouvidas disse que a maior culpa pelo desmatamento cabe às instituições de governo, que não aplicam as leis. Em segundo lugar (12%) ficou a legislação, que seria muito permissiva. A lista dos culpados é preenchida pelos consumidores (9%), que escolheriam apenas o produto mais barato; os financiamentos bancários (8%), que incentivariam atividades desmatadoras; e as redes de varejo (8%), que não se interessariam pelos produtos que comercializam.

Um recado também foi deixado para a próxima eleição: 93% dos entrevistados afirmou que votaria em candidatos que dificultassem o desmatamento, enquanto 3% disse pretender votar em pessoas que anistiem o desmatamento anterior, e 2% votaria em candidatos que permitissem mais derrubada de florestas.

Leia mais no Globo Amazônia aqui na integra

GRIPE - China interrompe a entrega de crianças adotadas por causa da gripe - 中国站提供收养儿童因为流感

O governo chinês deu instruções às agências de adoção internacionais para que aconselhem os pais que adiem as viagens para buscar as crianças já atribuídas, com o objetivo de evitar possíveis problemas derivados da gripe suína.

"Atualmente há casos de infecção humana da gripe suína detectados em alguns países e regiões. Devido ao alto caráter infeccioso dessa doença, as crianças são suscetíveis a ela devido a sua baixa capacidade de resistência. Com o objetivo de evitar infecções cruzadas durante o processo de registro de adoção e proteger a saúde das crianças nos orfanatos, assim como a dos pais, pede-se às agências que aconselhem os pais adotivos que receberam a notificação de vinda à China para a adoção que adiem a viagem", indica o anúncio feito pelo Centro de Assuntos de Adoção da China (CAAC) datado de 30 de abril.

Segundo o órgão, o período de validade da viagem para as notificações emitidas entre 1º de março e 30 de abril deste ano foi prolongado em três a cinco meses, mas não é necessário atualizar os papéis.

As instruções do governo não falam em proibição, embora na prática possam representar uma paralisação temporária, à espera de ver como evolui a epidemia nos próximos meses. A medida foi recebida com nervosismo por algumas famílias espanholas, que afirmam ter recebido instruções de não se deslocar, por enquanto, à China.
Leia mais no El País

MAIS DA GRIPE - Um vírus de fácil difusão e baixa mortalidade - A virus of easy diffusion and low mortality




Alicia Rivera
Em Madri
Gripe nível 5: "Uma pandemia é iminente e urge o tempo para que as autoridades sanitárias de todo o mundo preparem planos de intervenção em resposta". Dito assim, poderia parecer que a Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta sobre um risco de hecatombe planetária devido à gripe H1N1. Na realidade, em uma semana, houve 257 casos confirmados de pessoas doentes por essa nova gripe e menos de uma dezena de mortos. Pela gripe avícola, que começou em 2003 e continua atacando, foram registrados até agora 421 infectados e quase a metade morreu. Mas em nenhum momento a OMS elevou o alerta dessa gripe procedente das aves acima da fase 3, na classificação vigente de preparação e reação à pandemia de gripe.
É preciso levar em conta que esse nível 5 de alerta atende a fatores como resistência demonstrada de transmissão do vírus entre seres humanos, levando em conta a concentração regional de casos, embora na maioria dos países do mundo não tenha sido registrado nenhum, e não a morbidade (doentes) ou mesmo a mortalidade pela infecção.
A evolução dessa gripe está sendo "totalmente normal, não se sai do esperado nem apresenta especial gravidade", explica Vicente Larraga, diretor do Centro de Pesquisas Biológicas do CSIC.
A gripe se difunde facilmente pelo ar, e todo ano contagia milhões de pessoas.
A morbidade, na ausência de um surto excepcional, da gripe comum está entre 10% e 20%, com impacto muito variável por idades, mas a mortalidade é baixa (pouco mais de 0,1%) e se deve essencialmente a doenças pulmonares e cardiovasculares associadas. Na Espanha morrem entre 2 mil e 3 mil pessoas por ano.
Outra infecção respiratória que causou há poucos anos um grande alarma, dessa vez, sobretudo, no Extremo Oriente, foi a Sars (síndrome aguda de insuficiência respiratória). Embora o vírus que a provocou não tenha nada a ver com o da gripe, foi transmitida igualmente pelo ar, afetando as vias respiratórias e os intestinos. O surto de Sars foi detectado em novembro de 2002 e a OMS declarou o final de epidemia em julho de 2003; nesse tempo foram registrados 8 mil casos, dos quais 800 pessoas morreram.
"A mortalidade por Sars foi variável entre os afetados pelo grupo de idade: foi superior a 50% entre os maiores de 50 anos; de 6 a 10% nos doentes de 10 a 50 anos e não se registrou nenhum falecimento infantil", explica o virologista do CSIC Luis Enjuanes, coordenador do Plano de Ação de Euro-chinês para a Sars.
No entanto, a capacidade de difusão desse vírus, que fez disparar o uso de máscaras protetoras em muitos locais do Oriente, era baixa em comparação com o da gripe. "Calculou-se que uma pessoa com gripe em um avião pode infectar todos os passageiros da cabine, enquanto se tiver a Sars só infectaria os que estiverem sentados nas fileiras anterior e posterior a sua".

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Mapa da gripe suína

Confira os casos de gripe suína reportados ao redor do mundo no Estadão

MEIO AMBIENTE - Especialistas e senadores defendem crescimento econômico com preservação ambiental

No Senado houve um amplo debate sobre a legislação ambiental, entretanto, pouco se debateou sobre as verdadeiras causas do grave problema da Amazônia, o desmatamento a destruição da floresta, e a falta de oportunidades econômicas para os mais de 20 milhões de brasileiros que aí moram. Parece que a discussão foi centrada muito mais na busca de oportunidades para madeireiros, agricultores do que para as comunidades que cuidam da floresta e que foram historicamente esquecidas.

Na busca de soluções para a terra derrubada e desmatada, não se procura soluções para os que se encontram dentro da floresta. Assim, as comunidades que vivem na floresta encontram no desmatamento um verdadeiro inventivo para migrar para as áreas derrubadas, já que é nesse setor onde existem maiores ações de políticas públicas e alternativas para econômicas para as áreas já desmatadas.

Durante décadas foram promovidas atividades ambientalmente predatórias, como a pecuária e a indústria madeireira e, recentemente, a propagação da soja, que tem ampliado de forma extrema a fronteira agrícola. Embora tais atividades tenham, de certa forma, elevado a renda regional, e em alguns dos casos a renda per capita, elas não promoveram a eqüidade social desejada e têm acarretado o desmatamento e a destruição da floresta.

Assim a rica biodiversidade amazônica vem sendo espoliada e subaproveitada, ao longo dos tempos. Especialistas concordam que o momento atual é especialmente favorável para o aproveitamento da rica biodiversidade regional em bases eqüitativas, ambientalmente sustentáveis e economicamente dinâmicas.
Uma das possibilidades de uso sustentável da biodiversidade regional é por intermédio da bioindústria, que só agora começa a tratar esta questão como uma atividade econômica promissora para a região.

Apesar dessas deficiencias esse passo dado pelo Senado Federal é extremamente importante e mesmo sendo pouco representativo em quanto aos participantes dos diversos setores é um avanço que devemos celebrar.


VEJA AQUI A REPORTAGEM DA AGÊNCIA SENADO



Pela primeira vez, todas as comissões permanentes do Senado estiveram reunidas para discutir um assunto. Nesta quarta-feira (29), em audiência pública presidida pelo senador Valter Pereira (PMDB-MS), o Plenário ouviu especialistas e autoridades públicas sobre a legislação ambiental e a sua relação com agronegócio.

A posição unânime é a de que o país deve adotar uma postura de desenvolvimento econômico sem descuidar do meio ambiente. A diferença está na forma como isso será feito.

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO), de quem partiu a idéia do debate, defendeu que os estados possam regulamentar aspectos particulares da legislação ambiental, ficando a cargo da União as linhas gerais.

Ex-ministra do Meio Ambiente, a senadora Marina Silva (PT-AC) disse que mudanças na legislação devem ser resultado de diálogo com a sociedade. Ela citou pesquisa segundo a qual 90% dos brasileiros não admitem aumento nas áreas desmatadas, mesmo que isso signifique aumento nos preços dos alimentos.
Acompanhe a seguir a cobertura completa da audiência pública na Agência Senado

POLÍTICOS - A pior notícia de Serra

Por Gilberto Dimenstein da Folha Online
O aumento da criminalidade em São Paulo --e, especialmente o recorde do número de roubos e maior incidência de latrocínios-- é a pior notícia de toda a gestão do governo Serra.
A notícia é muito pior do que os indigentes indicadores revelados, há duas semanas, das escolas estaduais, que não demonstraram evolução, mas também não pioraram.
Não só parou de cair, mas como subiu a taxa de homicídios, depois de uma queda desde 1999.
O governo explica que uma das razões pode ser a crise econômica, que aumentou o desemprego. Até agora, porém, a explicação oficial para a redução da violência era a eficiência policial --o que eu sempre questionei, por ver que existiam também ações comunidade, influências demográficas e ampliação da escolaridade.
Nesse momento em que a curva muda, o problema, na visão do governo estadual, é mais externo do que interno. Pode, em parte, ser verdade. Mas não cola.
Se não mudar rapidamente esses números, Serra deixará o governo, arranhando uma das maiores conquistas sociais não só de São Paulo, mas também do Brasil --a redução da violência. E será não por uma questão econômica, mas de gestão.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

COTIDIANO - RELIGIÃO - A BIBLIA DO DIABO TRAS A PISTA DO MISTERIOSO MANUSCRITO MEDIEVAL - THE BIBLE OF THE DEVIL


A Biblia do Diabo

Después de casi 360 años regresará a Bohemia por algún tiempo la octava maravilla del mundo medieval, la llamada Biblia del Diablo. El manuscrito del medioevo más grande del mundo lo robaron en Praga las tropas suecas durante la Guerra de los Treinta Años. Desde el siglo 17 el precioso volumen está en Estocolmo.

Mide casi un metro de largo, pesa alrededor de 90 kilos, tiene más de 600 páginas y un misterioso dibujo del diablo que le ha valido su nombre alternativo. Sin embargo, el “Libro Grande” es mucho más que eso. Un documental de National Geographic, un best seller que fabula con su historia y nuevas investigaciones en busca de su autor, lo traen de vuelta.

La leyenda dice que en la Edad Media un monje sentenciado a muerte, por una grave falta a las reglas del monasterio, negoció su pena. Temeroso de morir, acordó ser emparedado, encerrado en un cuarto de murallas sin salidas, donde escribiría -en una noche- el mayor libro del mundo con los conocimientos de Dios. Sin embargo, cuando se dio cuenta que no podría cumplir, pactó con el demonio, quien finalmente realizó la tarea por él y le salvó la vida.
La huella de ese pacto diabólico sería un dibujo de Lucifer -a página completa- estampado en dicho manuscrito, hoy resguardo por la Biblioteca Real de Estocolmo: el Codex Gigas ("Libro Gigante") o la Biblia del diablo, nombre alternativo que se ganó por la mencionada imagen.

Leia Reportagem completa no Jornal "La Nación"

GRIPE SUÍNA - MAIS UM SEGREDO SOBRE A ORIGEM E CONSEQUENCIAS DA NOVA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL PARA SAIR DA CRISE, FICA A SEU CRITÉRIO (OBVIO) ACREDITAR

Antes de publicar este comentário anônimo, pensei muito se era correto difundir no Blog este tipo de INFORMAÇÃO.

Como sei que meus leitores, na imensa maioria dos casos, contam com um rigoroso critério seletivo da informação arrisquei e aqui vai este comentário sobre o novo caso que chama a atenção ao mundo.

Como mínimo, o comentário tem uma serie de dúvidas que devem ser esclarecidas pelas autoridades, principalmente no México, onde se originou a gripe.


Finalmente, ninguém aqui é júnior, como para acreditar em qualquer publicação anônima. Entretanto, também a gente quer saber detalhes, sem alarmismo, do processo que está preocupando ao mundo.

Veja aqui os comentários (a tradução é minha)

1 - A economia mundial precisava uma mudança

2 - O FMI destinaria 500 Bilhões de dólares para ajudar as economias emergentes, (os países pobres (México), dispostos a colaborar), pronto, os dados, já estavam no ar.

3 - Em seguida, veio a reunião privada do Presidente Felipe Calderón, do México e o Presidente Obama nos dias 16 e 17 de abril.

Surpreendentemente na quinta-feira, 23 de abril o Presidente do México convocou uma reunião de emergência com seu gabinete, e à noite o secretário de Saúde José Ángel Córdova Villalobos, anunciou em rede nacional, o aparecimento do vírus da gripe suína, bem como medidas imediatas, dentre elas, a interrupção das aulas em todos os níveis, no Distrito Federal e no Estado do México.

Dia 24 de abril, o grupo de países do G7 (g7+Russia) disse que a economia global devia retomar o crescimento neste ano e que se tomariam as medidas necessárias.

Finalmente, na segunda feira 27 de abril, a empresa farmacêutica Sanofi Aventis, anunciou que a injetaria 100 milhões de Euros na construção de uma nova fábrica de vacinas e que faria uma doação de 236.000 vacinas para apoiar a luta contra a influenza no México.
Do anterior se deduz que:

1. A mais de dois anos, a indústria farmacêutica mundial tem problemas financeiros, pelo declínio nas vendas de medicamentos.

2. Se você não criar guerras, crie doenças (assim, a economia global devia retomar o crescimento).

3. México, uma perfeita plataforma de lançamento da doença, os turistas vão ao México a partir de diferentes partes do mundo. Curiosamente, os países onde foram relatados casos das pessoas contaminadas que estiveram no México, e estão reforçando suas fronteiras, são os mesmos países do G-7. Como mínimo, curioso.

O que acontecera na próxima semana?. Possivelmente a suspensão das atividades das empresas da Cidade do México e do Estado do México. As aulas já foram suspensas até 6 de maio. O Governo fará uma análise das medidas tomadas e concluirá que "graças às medidas tomadas em tempo e ao apoio da opinião pública foram capazes de controlar a doença"

4. Pense um pouco, já que estamos falando a âmbito internacional, hoje se fala do vírus suíno e da crise financeira?. De antemão isto já é um alívio para o Banco Mundial e as bolsas do mundo.
Não será que, outra vez estamos sendo enganados (chupa cabras, Óvnis, Leite contaminado, etc.). As vendas dos medicamentos antigripais aumentaram enormemente, da mesma forma, aumentaram os preços e vendas das máscaras.

Se o argumento é que a interrupção de atividades provocará desemprego no México. O FMI já previa isso e destinará recursos do fundo para diminuir os efeitos da crise. Agora, pense nos lucros das grandes empresas transnacionais do setor que até pouco estava em crise.

O presidente mexicano anunciou que a doença é curável, e apenas informam de cifras gerais.


As perguntas que não querem calar?

1. Onde estão os mortos e onde estão concentrados os doentes?

2. Se realmente a doença é tão contagiosa, onde estão os familiares dos mortos?

3. Se o vírus da gripe suína é uma mutação da original dos suínos, o foco da infecção deveria ter começado no campo e não nas cidades.

3. Por que não se realizou até agora alguma entrevista com um paciente? (já foram apresentadas declarações de pessoas dizendo que um familiar tinha contraísdo a gripe, entretanto, agora já estava estável, graças aos medicamentos). Mas, se a família tem estado em contacto direto com o vírus, não seria lógico eles também, estarem doentes ou pelo menos em quarentena?

4. Porque não fala dos componentes do antigripal que está curando às pessoas doentes, e até hoje só se fala do nome comercial (no México).

quarta-feira, 29 de abril de 2009

FREBRE SUÍNA - UM SISTEMA ALIMENTÁRIO DE LIVRE MERCADO QUE MATA - AS ORIGENS E O VERDADEIRO EPICENTRO DO PROBLEMA - A food system that kills




A indústria da carne tem desencadeado uma nova praga

GRAIN, Abril de 2009

Veja Matèria na integra aqui

México está envolvido em um inferno que se repete depois do aparecimento da gripe aviária (ou gripe) aviária na Ásia, embora hoje, com um maior grau de mortalidade. Mais uma vez, a resposta oficial das autoridades vem tarde demais e cheia de falsedades. E mais uma vez, a indústria mundial de carne é o centro da situação e faz todos os tipos de desmentidos a medida que se acumulam provas sobre o seu papel na crise. Apenas cinco anos após o início da crise provocada pelo vírus da gripe aviária H5N1, e depois de muitos anos de uma estratégia global contra a pandemia de gripe, coordenados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Mundial da Saúde Saúde Animal (OIE), o mundo está chocado com o desastre causado pela gripe suína. A estratégia global falhou e deve substituí-lo por um sistema público de saúde, no qual as pessoas podem confiar.

O que sabemos sobre a situação no México é oficialmente que matou mais de 150 pessoas devido a uma nova variante da gripe suína que, de fato, é um cocktail genético do vírus da peste aviária, gripe e humanos. O novo vírus evoluiu para uma forma que se propaga facilmente de pessoa para pessoa e é capaz de matar as pessoas até as que eram perfeitamente saudáveis. Nós não sabemos exatamente onde você viu a evolução e recombinação genética, mas o óbvio lugar para procurar a sua origem está na criação da indústria do México y Estados Unidos[1]

Especialistas têm alertado para os anos que o aumento dos criadouros industriais de grande escala na América do Norte, criou condições perfeitas para o aparecimento e disseminação de novas formas de gripe altamente virulenta. "Porque os sistemas de energia tendem a concentrar um grande número de animais, em muito pouco espaço, facilitar a rápida transmissão e mistura de vírus", disse investigadores do National Institute of Health (NIH) dos Estados Unidos em 2006 [2]. Três anos atrás, a revista Ciência advertiu que a gripe suína evoluiu novamente para o rápido aumento no tamanho dos reprodutores da indústria e do uso generalizado de vacinas, estas infra-estruturas [3]. repetida a história da gripe das aves . Condições insalubres e superlotação das fazendas que compõem o vírus facilmente recombinam e desenvolver novas formas. Quando isso acontece, a natureza centralizada do sector garante que a doença está a espalhar-se afastadas, quer por fezes, alimento, água, ou mesmo as botas dos trabalhadores [4]. No entanto de acordo com o Centers for Disease Control and Prevention dos Estados Unidos "não existe qualquer sistema de monitorização nacional para identificar vírus que são prevalentes na população suína dos Estados Unidos" [5]. A situação é idêntica no México.

Comunidades no epicentro

Uma coisa que sabemos sobre o surto de peste suína ou gripe aviária no México é a de que a comunidade de La Gloria, Veracruz estado autoridades estavam tentando responder a uma virulenta epidemia de uma misteriosa doença respiratória que atingiu nos últimos meses. Os habitantes de La Gloria estão confiantes de que a doença está relacionada com a poluição das grandes explorações de suínos recentemente instalado por Carroll Farms, uma filial da empresa E.U. Smithfield Foods, o maior produtor de suínos no mundo.

Após inúmeros esforços da comunidade para levar ajuda às autoridades, os esforços foram cumpridos com a prisão de vários líderes da comunidade ameaças e morte contra aqueles que falam contra a empresa Smithfield em finais 2008, alguns funcionários locais Saúde decidiram investigar. A prova revelou que mais de 60% da população de 3 mil pessoas foram infectadas com a doença respiratória, mas as autoridades não confirmam o que era doença. Smithfield negou qualquer ligação com o estado das suas instalações. Barely 27 de Abril de 2009, dias após o governo federal mexicano anunciou oficialmente o surto da peste aviária, a imprensa revelou que o primeiro caso diagnosticado no país foi uma criança de 4 anos na comunidade de La Gloria, o 2. de abril de 2009. Secretário de Saúde do México disse que a amostra que você tomou foi a única criança nesta comunidade que as autoridades mantida. Isto apesar do facto de uma empresa privada de Risco avaliação U. S. Veratect, tinha notificado OMS funcionários na região de surtos de doença respiratória no poderoso La Gloria desde início de Abril de 2009 [6]. Quando a amostra obtidos a partir da criança fez exames laboratoriais confirmaram que era gripe suína [7].

Referencias
1 La industria porcina en México, al igual que sus contrapartes en Estados Unidos, no desean que a la enfermedad se le llame “gripe porcina”, aduciendo que no la transmiten los cerdos, sino que se transmite directamente entre las personas. Su preocupación, por supuesto, es el mercado de la carne de cerdo, que rápidamente ha colapsado producto del estigma. Algunas autoridades mexicanas, como el gobernador de Veracruz, están diciendo que la enfermedad viene de China, aunque no hay ninguna evidencia al respecto.
2 Mary J. Gilchrist, Christina Greko, David B. Wallinga, George W. Beran, David G. Riley and Peter S. Thorne, “The Potential Role of CAFOs in Infectious Disease Epidemics and Antibiotic Resistance", Journal of Environmental Health Perspectives, 14 de noviembre de 2006.
3 Bernice Wuethrich, “Chasing the Fickle Swine Flu”, Science, vol. 299, 2003
4 Iniciativa de políticas pecuarias en favor de los pobres. La producción pecuaria industrial y sus riesgos para la salud mundial. FAO, 2007. http://www.fao.org/ag/againfo/programmes/es/pplpi/docarc/pb_hpaiindustrialrisks.html
5 CDC, 21 de abril, 2009 / 58 (Dispatch);1-3: http://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/mm58d0421a1.htm
6 Dudley Althaus, “World’s queries have no answers”, Houston Chronicle, 27 de abril de 2009.
7 Andrés T. Morales, “Cerco sanitario en Perote, tras muerte en marzo de bebé por gripe porcina”, La Jornada, 28 de abril de 2009: http://www.jornada.unam.mx/2009/04/28/index.php?section=politica&article=012n2pol; Tracy Wilkinson y Cecilia Sánchez, “Mexico tries to focus on source of infection”, Los Angeles Times, 28 de abril de 2009.

LEIA AQUI O ARTIGO NA INTEGRA

AMAZÔNIA, BIODIVERSIDADE - CONFIRA UMA AÇÃO ESTRATÉGICA DO GOVERNO DO PARÁ - AN ACTION STRATEGY OF THE GOVERNMENT

Em Belém, Pará será lançado o Edital convocando a pesquisadores e interessados para realizar pesquisas em cadeias produtivas da biodiversidade. O foco será nas cadeias mais consolidadas (castanha-do-pará, copaíba, andiroba e babaçu) e cuja produção é realizada em comunidades extrativistas.

O evento ocorrerá no dia 07 de maio de 2009, terça-feira, com inicio às 15h, tendo por local o HILTON BELÉM HOTEL, localizado na Avenida Av. Presidente Vargas, 882, Centro, Belém-PA, com transmissão pelo site da Fundação de Pesquisa do Estado do Pará.

Os Governos dos Estados do Pará, Amazonas, Maranhão, Tocantins e Acre, por intermédio das suas respectivas Fundações de Amparo a Pesquisa, FAPESPA, FAPEAM, FAPEMA, FUNTAC e Secretarias de Ciência e Tecnologia (SECT-TO e SEDECT-PA), reuniram esforços para promover a formação e o fomento da REDE AMAZÔNICA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE BIOCOSMÉTICOS – REDEBIO.

A formação da REDEBIO objetiva, a partir do uso sustentável da biodiversidade disponível nos Estados partícipes, com ênfase nas cadeias produtivas extrativistas da biodiversidade da castanha-do-Pará, da andiroba, da copaíba e do babaçu, incentivar a criação e estruturação de sub-redes de pesquisa capazes de induzir o desenvolvimento de diversas áreas do conhecimento e fortalecer a capacidade instalada nas instituições de pesquisa, visando a transferência de tecnologia para as empresas regionais que atuam nesses segmentos do mercado, de modo a torná-las mais competitivas e visando geração de emprego e renda.

Neste contexto, os Governos dos Estados do Pará, Amazonas, Maranhão, Tocantins e Acre convidam os interessados, de acordo com as especificidades do Edital de Formação da Rede Amazônica de Pesquisa e Desenvolvimento de Biocosméticos – REDEBIO, a submeter propostas que estejam alinhadas com pelo menos um dos seguintes temas:

Desenvolvimento de sistemas agroecológicos voltadas para a produção de insumos das cadeias produtivas de cosméticos;
Desenvolvimento tecnológico no processamento dos insumos;
Avaliação sazonal da composição química de óleos e extratos;
Padronizaçao e estabilização de extratos e óleos regionais, e
Melhoramento de preparações e delineamento de formulações cosméticas.

terça-feira, 28 de abril de 2009

INTERNACIONAL - Diplomatas de EUA e Cuba têm novo encontro em Washington

O governo norte-americano teve ontem seu segundo encontro diplomático com o representante cubano nos EUA desde que Barack Obama chegou ao poder.
O primeiro encontro do tipo, também entre o secretário de Estado assistente para a América Latina, Thomas Shannon, e o chefe da Seção de Interesses de Havana em Washington, Jorge Bolaños, aconteceu em 13 de abril.
No dia seguinte, os EUA anunciaram a liberação de viagens e remessas de cubano-americanos para Cuba.
Sem divulgar detalhes do encontro, o porta-voz do Departamento de Estado, no entanto, procurou minimizar o significado da nova reunião, afirmando que não se trata de nova iniciativa dos EUA para dar mais um passo na melhora de relações com o regime de Raúl Castro.
Leia mais na Redação da Folha

MAPAS DA GRIPE SUÍNA - Serviços de mapas online rastreiam gripe suína - Services Online maps track swine flu

Internautas ajudam a mapear avanço da gripe suína utilizando Google Maps e outras ferramentas de mapas online. A cada hora os dados são atualizados.

Usuários do Google Maps e de diferentes serviços de mapas online estão usando este recurso para mapear avanço da gripe suína, indicando número de infectados e suspeitas de novos casos. Os mapas são atualizados a cada hora e mostram que o vírus já fez vítimas nos Estados Unidos, Canadá, Espanha, além do México. Um usuário americano do Google Maps chamado Niman e que se diz ser “pesquisador de biomedicina em Pittsburg, na Pensilvânia” criou o site H1N1 Swine Flu My Map, há menos de uma semana. Com ajuda de notícias publicadas em grandes veículos de comunicação, ele coloca as informações sobre a doença no serviço de mapas online. Para isso, ele usa marcadores roxos para registrar casos confirmados da doença. Caso o marcador não tenha um ponto preto no centro, isso significa que ocorreu uma morte.


Marcadores rosas mostram apenas suspeitas. No mapa, é possível encontrar suspeitas em países europeus, como França, Inglaterra e Itália, além de Israel. Caso a hipótese de doença seja rejeitada em algum país, a marcação rosa dá lugar a cor amarela.
Leia mais na Época Negócios Online e acompanhe o MAPA GOOGLE

MINERAÇÃO - Vale confirma corte na produção por queda "sem precedentes" da demanda

A mineradora Vale confirmou nesta terça-feira um corte na produção de minério de ferro da companhia diante da retração do consumo mundial em meio à crise econômica. Segundo relatório divulgado hoje, a queda entre o quatro trimestre de 2008 e o primeiro deste ano ficou em 25,9%, enquanto na comparação entre os primeiros trimestres, o recuo foi de 37,1%.
"Como produtora de matérias-primas destinadas às indústrias de transformação e construção civil, temos enfrentado redução de demanda sem precedentes derivada da substancial contração da produção industrial global", justifica a Vale.
Assim, a produção de minério de ferro pela Vale no primeiro trimestre desta ano atingiu 46,9 milhões de toneladas, ante 63,3 milhões no quatro trimestre de 2008 e 74,5 milhões no primeiro trimestre do ano passado.
Leia mais na Folha Online - dinheiro

POLÍTICOS - Deputado pagou com verba indenizatória advogado que atuou em sua defesa no TSE

O deputado Geraldo Resende (PMDB-MS) utilizou a verba indenizatória da Câmara para pagar ao menos um dos advogados que atuaram na sua defesa em processo que enfrentou de perda de mandato no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o que contraria ato da Mesa Diretora da Casa que disciplina o tema.
Resende foi acusado pelo PPS de infidelidade partidária e absolvido no mês passado.
Os congressistas podem contratar advogados só para fazer consultoria para "fins de apoio à atividade parlamentar." A assessoria técnica da Câmara informou que os deputados não podem usar a verba indenizatória para pagar advogados que atuam na defesa do político.
O nome do advogado Paulo Junges, no entanto, aparece entre os que receberam de Resende uma procuração para atuar em sua defesa no TSE em processo de perda de mandato. A causa foi encabeçada pelo advogado Eduardo Ferrão.

Leia mais na Folha Online

segunda-feira, 27 de abril de 2009

SAÚDE - GRIPE SUÍNA SE EXPANDE PARA A FRONTEIRA COM USA

Hermosillo, Sonora e Monterrey, Nuevo León, cidades da fronteira com Estados Unidos também foram afetadas pela gripe suína. Em Sonora 90% da produção de carne suína é exportada para países da Ásia e estes já deixaram de comprar carne mexicana.
Veja as medidas tomadas desde o domingo e declarações do Governador de Nuevo León.

DILMA CANDIDATA - Prioridade zero, cuidar da saúde dela disse Lula


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em visita a Manaus nesta segunda-feira (27), disse que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, continua sendo sua candidata à presidência da República em 2010 e que, a partir de agora, a prioridade 'zero' de Dilma é cuidar da saúde. No final de semana, a ministra anunciou que está se submetendo a sessões de quimioterapia para tratar de um linfoma.

"A prioridade zero é a Dilma cuidar da saúde dela. Com essas coisas não se brinca. E a segunda prioridade dela, até para superar a primeira, é trabalhar. É enfiar a cabeça no PAC 24 horas por dia", disse o presidente durante visita às obras do terminal hidroviário de São Raimundo, na zona oeste de Manaus.

Sobre a permanência de Dilma como sua candidata para 2010, Lula foi enfático.

Eu já disse publicamente que a Dilma é minha candidata. Agora, eu não sou o partido. Isso tem que passar pelo partido, passar pela base aliada, passar por uma discussão", disse o presidente.
Leia reportagem na UOL NOTICIAS POLÍTICA

VIOLÊNCIA - Rede de Combate aos Crimes discute ações contra assaltos a clientes de bancos

Durante dois dias, o Governo do Pará reuniu representantes de organizações sociais, sindicais, instituições públicas e representantes de bancos privados e públicos para a capacitação de uma rede comunitária de segurança bancária, capaz de combater o golpe da "saidinha" e os assaltos praticados nos caixas eletrônicos.

Na sexta-feira (24), o curso de capacitação da rede foi encerrado com a entrega de uma lista de sugestões dos participantes ao secretário adjunto de Segurança Pública do Estado, José Sales, que vai encaminhá-la às instituições bancárias e aos parceiros interessados na prevenção desses crimes.

O secretário disse que o estado, como mediador e agente de políticas públicas, cria uma rede de combate aos crimes relacionados aos bancos. "Essa é a primeira rede, mas outras serão criadas. A proposta busca juntar ações ao esforço da comunidade bancária e dos clientes que sofrem com a ação dos bandidos", frisou.

Para o coordenador operacional do programa Segurança Cidadã, Coronel Costa Junior, os bancos podem colaborar com a segurança, mudando a posição dos clientes e de alguns aparelhos dentro do estabelecimento e adotando sistema de câmeras dentro e fora de agências e postos.

Os clientes não ficariam mais de frente para os guichês. Nessa posição não saberiam qual operação o cliente estaria fazendo. Os clientes só teriam em sua frente o monitor de senhas e a televisão.

Outra sugestão da rede comunitária de segurança bancária é que o segurança do banco fique de olho nos clientes e seja criado um observador de comportamento suspeito. "Tipo aquele sujeito agoniado, que insiste em ficar olhando para os guichês", comentou o coronel.

Ainda como sugestão para ser adotado dentro do banco, Sandro Matos, diretor jurídico do Sindicato dos Bancários, disse que uma saída é o aumento efetivo do número de bancários, para agilizar o atendimento aos clientes. "Com menos gente (nos bancos) é mais fácil identificar quem é quem", opinou.
LEIA MATÉRIA NA INTEGRA NA AGÊNCIA PARÁ DE NOTÍCIAS

Lula: Especular sobre Dilma é burrice e desrespeito

Presidente afirma que sua ministra ‘continua candidata’

Age para que o PT evite abrir debate sobre alternativas

Nos diálogos privados que manteve no final de semana, Lula disse que o câncer contra o qual passou a se bater Dilma Rousseff não muda “uma vírgula” nos seus planos.

Disse que a ministra “continua candidata” a 2010. Disse que quem especular em contrário, além de “desrespeitar” Dilma, “vai passar atestado de burrice”.

O raciocínio, segundo Lula, vale para a oposição e também para o PT. Nos próximos dias, o presidente pretende agir para segurar o petismo.

Avaliou como positivas as primeiras manifestações do partido. Sempre na linha da manutenção dos planos originais. Mas receia a abertura de um debate sobre “Plano B”.
Leia matéria na integra no blog de Josias de Souza na folha OnLine"

domingo, 26 de abril de 2009

Estado faz economia de guerra para reduzir gastos. Sim mas, keynesiana ou monetarista?

Pelo que se percebe, o Estado trabalhará menos, mas o funcionalismo continuará recebendo. Se diminuirão as ações que geram demanda, a oferta diminui, a economia cresce menos e aí por diante. Para uma empresa pode até ser compreensível, entretanto, para toda a máquina estadual, que movimenta programas sociais e tem forte influência na economia, parece que não é a melhor medida, menos para um governo de esquerda.
Veja a noticia abaixo
Decreto baixado na véspera pela governadora Ana Júlia Carepa e publicado na edição de ontem do Diário Oficial do Estado institui medidas emergenciais para redução de gastos, por um prazo de 90 dias,em toda a máquina administrativa do Estado. As medidas integram um pacote que prevê, entre outras coisas, a redução do horário de expediente de algumas secretarias, órgãos e entidades integrantes do Poder Executivo.

De acordo com o decreto, de número 1.618, os organismos estaduais terão seu horário de funcionamento restringido até as 14 horas. Só permanecem a salvo dessas restrições as Secretarias e entidades governamentais consideradas finalísticas, cujos serviços são essenciais à população e as responsáveis pela gestão da máquina administrativa do Estado, ainda assim condicionadas a expressa autorização da Junta de Coordenação Orçamentária e Financeira do Governo.

Ao editar o decreto, com data de 23 de abril, a governadora Ana Júlia fez referência explícita à crise econômica internacional, “com reflexos diretos no Brasil e no Estado do Pará”, e atentou para os limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, concluindo então pela necessidade da adoção de medidas emergenciais de redução de gastos. O texto não diz, mas são medidas típicas de uma economia de guerra.

Pelo que estabelece o decreto, as dotações orçamentárias constantes do orçamento fiscal e da seguridade social do exercício de 2009, dos órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual, ficam contingenciadas em 30% no grupo de despesa “Outras Despesas Correntes”, na fonte de recursos do tesouro estadual. Dessa contenção ficam excetuadas as dotações constantes do Programa de Encargos Especiais.
LEIA NA INTEGRA NO DIÁRIO DO PARÁ

ECONOMIA PARÁ - OS DOIS DISCURSOS PARA UM MESMO PROBLEMA

Veja como é interessante acompanhar os discursos de alguns secretários de finanças. O do Pará, por exemplo, já fala "nas decorrências da crise Internacional" que segundo outros ela ainda não tocou no Brasil e menos afetaria, ainda, os custeios dos governos estaduais.
O secretário da Fazenda do Pará declarou que o fator fundamental que está orientando as medidas restritivas urgentes do governo, são os gastos em custeio e pessoal, onde as reposições salariais representaram a maior percentagem. È mesmo?

As severas medidas emergenciais de contenção de gastos, adotadas pelo governo através de decreto (de nº 1.618/2009) editado na quinta-feira passada pela governadora Ana Júlia e publicado na edição do Diário Oficial de sexta, 24 de abril, fazem parte de um conjunto de providências que tem por objetivo fazer face às perdas de receita sofridas pelo Estado em decorrência da crise financeira internacional.
De acordo com o secretário da Fazenda, José Raimundo Barreto Trindade, o Estado vem adotando as medidas consideradas necessárias para não ultrapassar o limite prudencial de 46,17% estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (lei complementar 101, de 2000). Esse percentual é o limite máximo permitido de comprometimento de gastos com pessoal sobre a receita corrente líquida.
Uma vez ultrapassado esse limite em dois quadrimestres, conforme frisou o secretário, ficam automaticamente bloqueadas todas as operações de crédito. José Raimundo Trindade assinalou que 17 Estados brasileiros já ultrapassaram o limite prudencial.
Do Pará não se sabe por que falta ainda fechar o último quadrimestre. Por precaução, porém, o governo decidiu antecipar as medidas e afastar riscos, enquadrando-se assim às normas da Lei de Responsabilidade Fiscal. Por outro lado, o da redução da receita, viu-se o governo do Pará afetado pelo declínio do FPE, o Fundo de Participação dos Estados. Além desses, houve ainda um terceiro fator, apontado pelo secretário da Fazenda. Ele observou que a maior parte dos Estados buscou reconstituir o poder de compra do funcionalismo público com a reposição das perdas salariais que haviam sofrido nos últimos anos.
VEJA NA INTEGRA NO DIÁRIO DO PARÁ

CHILE -Gobierno monitorea, con camara, aeropuerto p evitar contagio de influenza -Governo controla o aeroporto para impedir uma infecção por influenza


El Gobierno decidió seguir la recomendación de la Organización Mundial de la Salud (OMS) de fiscalizar el ingreso de personas provenientes de norteamérica para prevenir la expansión de la influenza porcina en Chile.

Es así que en el Aeropuerto Internacional de Santiago se implementó una barrera sanitaria para realizar un control de las personas que vengan a nuestro país desde México y el suroeste de Estados Unidos, específicamente de Texas y California.

La principal herramienta de monitoreo es un escáner febril (ver galería de fotos abajo), que detecta si la persona en cuestión tiene una temperatura corporal de más de 37 grados celsius, mediante una cámara de rayos X. De encontrar algún contagiado -cosa que hasta el momento no ha sucedido- será derivado al Hospital del Tórax.

La llamada "influenza porcina" es una variación de la enfermedad gripal que conocemos normalmente y que se manifiesta con mayor frecuencia en los meses de invierno. La diferencia de este tipo de infección es que también afecta a los animales. Se puede contagiar por la vía oral y por el contacto de utensilios que hayan utilizado personas con influenza.

La Organziación Mundial de la Salud (OMS) señaló que la influenza porcina tiene potencial pandémico por lo que los países deben tomar sus precauciones para evitar los contagios.

POLITICA - QUANTO CUSTAM OS PARLAMENTARES NO BRASIL? - POLITICS - How much the parliaments in Brazil?


Para 2009, dois terços das casas legislativas elevaram seus orçamentos acima da inflação oficial, segundo levantamento da ONG TRANSPARÊNCIA BRASIL. Compare.

CUSTO POR PARLAMENTAR
Em 2009, cada senador custará cerca de R$ 34 milhões, quase seis vezes mais do que um deputado federal, segundo o levantamento da ONG Transparência Brasil. Entre as assembleias, o deputado mais caro é do Distrito Federal. O mineiro vem em seguida, com R$ 10 milhões, e o catarinense, sob a cifra de R$ 7 milhões

ALTA NO ORÇAMENTO 2009
Dois terços das Casas legislativas dos Estados e das capitais elevaram seus orçamentos acima da inflação oficial, de 5,9%, segundo a Transparência Brasil. A campeã de aumento é a Câmara de Aracaju, que prevê elevação de gastos de 53,9%

CUSTO DE LEGISLATIVO POR HABITANTE
A pesquisa também relaciona o custo dos parlamentares para os moradores das capitais brasileiras. Espera-se que o custo seja tanto maior quanto menor seja a população, mas não é exatamente o que se observa. Rio de Janeiro e Belo Horizonte, por exemplo, estão em posições intermediárias
Veja reportagem na integra no Estadão

SAÚDE - Coisa de mulher....agora de homens

O QUE ESTÁ FALTANDO???

1. DIFICULDADE DE PERDER PESO QUE ESTÁ FALTANDO: ácidos graxos essenciais e vitamina
AONDE OBTER: semente de linhaça, cenoura e salmão - além de suplementos específicos.

2. RETENÇÃO DE LÍQUIDOSO QUE ESTÁ FALTANDO: na verdade um desequilíbrio entre o potássio, fósforo e sódio .ONDE OBTER: água de côco, azeitona, pêssego, ameixa, figo, amêndoa, nozes, acelga, coentro e os suplementos.

3. COMPULSÃO A DOCES O QUE ESTÁ FALTANDO CROMO:
ONDE OBTER: cereais integrais, nozes, centeio, banana, espinafre, cenoura + suplementos.

4. CÂIMBRA, DOR DE CABEÇAO QUE ESTÁ FALTANDO: potássio e magnésio
ONDE OBTER: banana, cevada, milho, manga, pêssego, acerola, laranja e água.

5. DESCONFORTO INTESTINAL, GASES, INCHAÇO ABDOMINALO QUE ESTÁ FALTANDO: lactobacilos vivos.
ONDE OBTER : coalhada, iogurte, missô, yakult e similares

6. MEMÓRIA RUIMO QUE ESTÁ FALTANDO: acetil colina, inositol
ONDE OBTER: lecitina de soja, gema de ovo + suplementos.

7.. HIPOTIREOIDISMO (PROVOCA GANHO DE PESO SEM CAUSA APARENTE)O QUE ESTÁ FALTANDO: iodo
ONDE OBTER: algas marinhas, cenoura, óleo, pêra, abacaxi, peixes de água salgada e sal marinho.

8.. CABELOS QUEBRADIÇOS E UNHAS FRACASO QUE ESTÁ FALTANDO: colágeno
ONDE OBTER: peixes, ovos, carnes magras, gelatina + suplementos

9. FRAQUEZA, INDISPOSIÇÃO, MAL ESTARO QUE ESTÁ FALTANDO: vitaminas A, C, e E e ferro
ONDE OBTER: verduras, frutas, carnes magras e suplementos.

10. COLESTEROL E TRIGLICERÍDEOS ALTOSO QUE ESTÁ FALTANDO: Ômega 3 e 6
ONDE OBTER: sardinha, salmão, abacate, azeite

11. DESÂNIMO, APATIA, TRISTEZA, RAIVA, INSATISFAÇÃO QUE ESTÁ FALTANDO: Dinheiro, meu filho, dinheiro.
ONDE OBTER: Quando eu descobrir, informarei.

Veja na integra no blog Coisa de Mulher BOM DOMINGO