Google+ Badge

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Lula diz que, antes de apoiar Sarney, seu apoio é para o Senado

da Agência Brasil
da Folha Online


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira que, antes de apoiar o homem José Sarney (PMDB-AP), presidente do Senado, seu apoio é para a instituição.

"É menos do que apoiar o homem, é apoiar a instituição. Defendo que haja um processo justo de investigação, uma apuração correta e que se faça um julgamento correto", disse Lula em entrevista à rádio Tupi, do Rio de Janeiro.

Reforma elaborada pela FGV amplia poder político dos senadores em gabinetes
FGV propõe corte de R$ 376,4 mi e redução de 43% nos cargos de chefia do Senado
Blog do Josias: Oposição hesita em levar caso Sarney até plenário do Senado

Lula disse ainda que o que ele não quer é "esse oba-oba de denuncismo". "Isso não dá certo em lugar nenhum do mundo."

Amanhã, o Conselho de Ética do Senado vai analisar os 11 recursos da oposição contra o arquivamento sumário de denúncias e representações que acusam do presidente da Casa de uma série de irregularidades.

Os integrante do conselho vão decidir, no voto, se os processos contra Sarney devem tramitar no colegiado.

Com apenas cinco das 15 vagas de titulares no Conselho de Ética, DEM e PSDB precisam do apoio dos três petistas para dar andamento às ações contra o peemedebista. Nos bastidores, senadores do DEM também foram procurados por aliados de Sarney para votarem contra a abertura dos processos.

As representações arquivadas tratam do suposto envolvimento do senador com a edição de atos secretos no Senado, da suspeita de que teria interferido a favor de um neto que intermediava operações de crédito consignado para servidores da Casa e de ter supostamente usado o cargo em favor da fundação que leva seu nome e mentido sobre a responsabilidade administrativa pela fundação.

Leia mais na Folha Online

Aqui

Nenhum comentário: