Google+ Badge

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

ESPORTE - Só falta a assinatura: Huracán aceita proposta do Timão por Defederico




Alejandro Gómez, empresário do meia-atacante, viajou esta noite para Buenos Aires, onde entregará pré-contrato ao presidente do clube argentino

Só falta uma assinatura para que Matías Defederico seja anunciado como jogador do Corinthians. A proposta feita pelo Timão foi aceita pelo Huracán, e o empresário do meia-atacante, Alejandro Gómez, viajou na noite desta quinta-feira para Buenos Aires, com um pré-contrato que será assinado por Carlos Babington, presidente do clube argentino. A expectativa é de que o atleta chegue ao Brasil na quarta-feira.

Na terceira reunião entre o staff de Federico e o departamento de marketing do Corinthians foram definidas todas as bases do acordo. Acompanhados pelo advogado argentino Mário Vaizman, Wagner Martinho, representante do meia-atacante no Brasil, e Luís Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Alvinegro, chegaram a um consenso e redigiram as cláusulas contratuais que em breve estarão nas mãos de Babington.

Por 80% dos direitos econômicos do jogador, o Timão vai desembolsar US$ 4 milhões (aproximadamente R$ 7,5 milhões). Os outros 20% seguem sob o comando do empresário Alejandro Gómez. Assim que Defederico realizar os exames médicos, ele assinará um contrato de quatro anos com o clube do Parque São Jorge. A previsão do anúncio oficial da contratação é para segunda-feira.

O “novo Messi”, como é conhecido na Argentina, é uma das principais apostas do Corinthians para a Taça Libertadores da América de 2010. Só que o jogador já deve ser importante para a sequência do time no Campeonato Brasileiro. Há cinco jogos sem vencer e depois de cair da quarta para a 11ª colocação, o Timão corre para qualificar o elenco e suprir as ausências que tem tido nos últimos meses.

Matías Defederico tem 20 anos, foi destaque do Huracán no Campeonato Argentino e tem como meta brilhar no Corinthians para chegar à Europa. Não à toa a documentação para o seu passaporte italiano já está sendo providenciada.

Os US$ 4 milhões que serão desembolsados pela compra do jogador serão pagos da seguinte maneira: uma parte à vista, na assinatura do contrato, e o saldo em 12 vezes. Na negociação, o Timão apresentou como garantia dinheiro que tem a receber do fornecedor de material esportivo. A partir de 2010, são R$ 16,5 milhões anuais.

Nenhum comentário: