Google+ Badge

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Pará - Os 20 projetos estratégicos do Governo, metas para mudar o perfil econômico e social do Estado


A Governadora do Estado anunciou na sexta feira 22 de janeiro um conjunto de programas que são estratégicos para o desenvolvimento do Estado. Parabéns pela iniciativa e acreditamos que os projetos são mesmo estratégicos e com sua implantação a vida dos paraenses mudará radicalmente.

Apenas alguns comentários são necessários para termos uma visão mais exata da ordem de grandeza dos projetos.


É fundamental saber se eles são metas concretas e, portanto deverão ter uma data para sua realização, já que muitos desses projetos não serão desenvolvidos neste mandato da Governadora e sim, se é reeleita, no segundo mandato, até 2014, inclusive a construção de alguns dos projetos irão além de 2014 (gasodutos, ferrovias, aeroportos, 6 hidrelétricas, etc).

Qual é a ordem e grandeza das metas. Financeiramete devem estar relacionados a uma previsão de crescimento do PIB e a uma base de projeção claramente entendida.

E para cumprir essas metas quais serão as ações a realizar?. É fundametal dar uma luz respeito disso.

Mesmo assim, é fundamental que se pense em uma data, de outra forma a idéia perde seriedade e pode até servir para acender o fogo dos que não torcem pelo sucesso do projeto de longo prazo do Estado. Poderia ser interessante relacionar esses projetos com o ano do Bicentenário da forma em que está sendo pensado o Projeto Brasil 2022 que é coordenado pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Uma outra questão importante é pensar, para o Estado do Pará, em projetos estratégicos relacionados diretamente ao capital social e não apenas físico do Estado. Dentre eles educação, capacitação tecnológica, Melhoria do ensino nas universidades do Estado, dentre elas a UEPA que ainda deixa muito a desejar, se comparada com outras universidades estaduais.
Em fim se percebe falta de investimentos no capital social dentre os 20 projetos.

Seguem os projetos que serão realizados, nos próximos anos.

Os 20 projetos - água para 400 mil famílias; aeroporto de Marabá e Santarém; mais casas em municípios com mais de 50 mil habitantes; o Plano de Desenvolvimento Sustentável do Xingu; a 2a e 3a. etapas do Ação Metrópole, com bilhete único e terminais; mais infocentros e pontos públicos com sinal livre de internet; gasoduto Belém-Marabá.
Estes são os 20 projetos:
1. Ferrovia Norte Sul até Barcarena
2. Terminal II em Barcarena, com 8 (oito) berços
3. Terminal de regaseificação em Barcarena
4. Gasoduto Belém-Marabá
5. Porto de Espadarte
6. Porto de Marabá
7. Porto de Vitória do Xingu
8. Cinco hidrelétricas no Tapajós
9. Hidrelétrica de Marabá
10. Federalização da PA-150
11. Aeroporto de Santarém
12. Aeroporto de Marabá
13. Terminal multimodal no Porto de Santarém
14. PDRS do Xingu
15. Ampliação do Programa Navega Pará, garantindo maior abrangência e velocidade
16. Projeto de urbanização integrada, com habitação, saneamento, pavimentação, atendimento básico de saúde (UPA), infocentro, creche, posto de segurança, Praça da Juventude.
17. Projetos Habitacionais para o Programa Minha Casa Minha Vida, para cidades com mais de 50 mil habitantes
18. Quatrocentos mil novas ligações de água.
19. Segunda Etapa do Projeto Ação Metrópole: prolongar a avenida João Paulo II até Marituba, duplicação da Perimetral e construção do Túnel sob a avenida Dr. Freitas.

20. Terceira Etapa do Projeto Ação Metrópole: Intervenção nas avenidas Almte. Barroso e Augusto Montenegro, criando um Sistema de Transporte e Trânsito integrado na Região Metropolitana de Belém que inclui a construção de terminais de integração de transporte coletivo.

4 comentários:

Bala disse...

Essas obras não sairão do papel. São grandes obras de infraestutura. É um absurdo pensar que em 4 anos vão construir tudo isso. Coloque aí 20 anos (6 aeroportos, uma ferrovia, um gasoduto). O Puty tava fumando quando escreveu isso.

Bala disse...

Esses são projetos do Milênio Henriques, vão a demorar mil anos.

GONZALO ENRIQUEZ disse...

Você é quem fala, Bala.

Bala disse...

Tu ainda acreditas nessas campanhas de marqueting da turma do PT?