Google+ Badge

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Política - O PMDB passa a conta antecipada ao PT

Ao longo e largo do País o PMDB quer seu espaço político reservado para apoiar a candidata do Presidente Lula à presidência.


Minas seria o primeiro Estado em que o PMDB quer o governo. Falaram um dia depois de patrus ananias confirmar que ele é o candidato, mas que requer o apoio do PMDB. apenas tem um cargo de governador e são três os postulantes a candidatos. Além desses dois está Pimentel, também forte e com amplo apoio das bases petistas mineiras.


Veja a nota sobre o primeiro impasse dessa aliança que seguramente chegará a um final feliz, mas com muita negociação antes.

PMDB propõe ao PT escolha de candidato único ao governo de Minas, diz Hélio Costa

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse que seu partido, o PMDB, fez hoje (27) uma proposta ao PT para a escolha de um candidato único ao governo do estado de Minas Gerais.

“Propusemos que na primeira semana de março façamos uma série de avaliações por meio de pesquisas de opinião pública e o candidato que estiver melhor posicionado, que melhor representar nossa aliança para disputar o governo de Minas, será o candidato de todos nós.”

Segundo o ministro, o PMDB não está fazendo exigências, mas também não quer ser pressionado. “O PMDB nunca fez exigências. O PMDB só faz uma exigência: que nossos companheiros também não façam exigências.”

Costa disse ainda que o nome de consenso dentro do partido para ocupar a vaga de vice na possível chapa da ministra Dilma Rousseff à Presidência da República é o do presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer.

“Nós todos apoiamos o deputado Michel Temer com muito entusiasmo, porque achamos que ele representa muito bem o partido e esperamos que ele possa vir a formar chapa com a ministra Dilma.”

Na reunião de hoje com o PT, Costa disse que foram discutidas, principalmente, as situações de Minas Gerais, da Bahia e do Ceará. "É onde ainda temos algumas dificuldades na composição das alianças", explicou.

Nenhum comentário: