Google+ Badge

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Pará - de 7 mil para 30 mil empregos (ano), a meta do Governo (Blog da Governadora)

O tempo de plantar e o tempo de colher


Escreve a Governadora.

Com muita alegria no coração volto hoje à Assembleia Legislativa do Pará, com a certeza já inscrita nas Sagradas Escrituras: de que há um tempo de plantar e um tempo de colher.

Com o apoio do povo e de parceiros como o governo federal e a base aliada, plantamos um novo modelo de desenvolvimento no Pará, a partir de 2007. Com um olhar cuidadoso para as populações que mais precisam e preparando o Pará para um novo ciclo de desenvolvimento. Modelo que faça crescer o bolo e que seja repartido às famílias que moram neste Estado, em especial as que mais precisam de apoio do governo e de oportunidades, acesso.

120 mil empregos -Traçar políticas públicas que acelerem o crescimento com distribuição de renda é meta deste governo, em parceria com o governo federal.

E deu resultado. Recentemente, a Federação das Indústrias do Pará – a FIEPA lançou a publicação “Pará Investimentos 2010-2014”, prevendo investimentos públicos e privados de bilhões de dólares no Estado, com a expectativa de geração de 119 mil empregos, média de 30 mil empregos a cada ano.

Ou seja, a partir deste ano, retomamos o volume recorde de geração de emprego de 2008, que foi lamentavelmente interrompida pela crise financeira internacional que atingiu fortemente o Pará.

Contra a correnteza - Os impactos da crise nos fez nadar contra a correnteza, trabalhar num cenário adverso, com perda de arrecadação e de repasses federais. Mesmo assim, fechamos 2009 com saldo positivo de mais de 7 mil empregos e aumento de 2,8% na arrecadação própria do Estado.

Plantar a infraestrutura do novo modelo de desenvolvimento e começar a colher os frutos. É com essa alegria e a certeza de estar no rumo certo que chegarei logo mais para conversar com as deputadas e os deputados estaduais na sessão inaugural dos trabalhos legislativos de 2010.

Nenhum comentário: