Google+ Badge

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Jornais 06/02/2010 - Ruim com eles pior sem eles

06 de fevereiro de 2010


O Globo (Boca maldita)

Manchete: Alimentos e transporte fazem inflação dobrar

Alta dos preços reforça pressão por aumento de juros

Os aumentos em transportes públicos e as chuvas que encareceram os alimentos fizeram com que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que serva de referência para o cálculo da meta de inflação do governo, mais do que dobrasse em janeiro. A taxa, divulgada ontem pelo IBGE, passou de 0,38% em dezembro para 0,75% no mês passado. Em 12 meses, o índice ficou em 4,59%. A alta da inflação pode levar o Banco Central a subir juros para conter preços. Analistas acreditam que as pressões inflacionárias vão continuar. (págs.1 e 33)

Lula, PT e Dilma defendem Estado forte

O presidente Lula e a ministra Dilma Rousseff fizeram ontem enfática defesa do Estado forte, mas “sem estatizar por estatizar” , tese defendida pelo PT para o programa de governo da cândida à Presidência. DEM e PSDB chamaram a proposta de populista e acusaram o PT de estar rasgando a “Carta aos Brasileiros”, de 2002. (págs. 1 e 3)

Secretário liga Arruda a suborno

O secretário de Comunicação de José Roberto Arruda confirmou que ele conversou com o jornalista Edimilson Edson dos Santos, o Sombra, filmado recebendo R$ 200 mil de suposto suborno. (págs. 1 e 8)

------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo (Hoje está ligth)


Manchete: BC não vê ameaça na alta do dólar

Governo alegra que cenário é diferente e decide não intervir na valorização da moeda; mercado critica

O Banco Central decidiu não intervir contra a alta do dólar, mesmo com a moeda americana subindo pela quarta semana seguida. Ontem, ela fechou a R$ 1,891, com alta de 0,37% no dia.

Mesmo com a tensão nos mercados, o BC não apareceu vendendo dólares, como no final de 2008; ao contrário, durante a semana, comprou dólares nas faixas de R$ 1,84 e R$ 1,88, o que ratificou o novo valor da moeda.

O argumento do governo é que, hoje, não há os mesmos problemas da época da crise global. Para o BC, as empresas brasileiras têm dólares de sobra e não há casos de aposta errada no câmbio, como ocorreu com Sadia e Aracruz. O mercado critica a atitude. Segundo operadores, o volume de negócios é reduzido porque importadores e exportadores esperam o câmbio se estabilizar.


Neste ano, a Bovespa já perdeu 15% em dólar. Ontem, caiu 1,83% e desceu a 62.762 pontos, o menor patamar em três meses. (págs 1 e Dinheiro)


Depoimento e fita complicam situação de governador do DF

À Polícia Federal funcionário público aposentado preso ao entregar sacola em R$ 200 mil a jornalista citou sobrinho de José Roberto Arruda. (págs. 1 e A4)


Mundo

Brasil não vê problema na guarda de urânio do Irã, afirma Amorim. (págs. 1 e A11)

------------------------------------------------------------------------------------

O Estado de S. Paulo (Da uma força ao Serra e toca nas feridas de outros)


Manchete: Justiça já prepara afastamento de Arruda

Suspeito de liderar esquema de corrupção no DF, governador pode até ser preso, após flagrante de tentativa de suborno; ele diz que não sai

A Justiça e o Ministério Público discutem formas de afastar o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, que poderia até ser preso. Arruda é acusado de chefiar esquema de corrupção conhecido como “mensalão do DEM”. O que agravou a situação foi uma tentativa de suborno, feita por um servidor, a um jornalista que ajudaria a fragilizar provas contra o governador. No caso do afastamento de Arruda, assumirá o vice, Paulo Octávio, presidente do DEM de Brasília e também suspeito de integrar o esquema. Por meio de sua assessoria, Arruda disse que não renunciará e que ao acredita que a Justiça ordene seu afastamento ou prisão: “Eles vão ter de me agüentar até 31 de dezembro”. (págs. 1 e A4)

PT ameaça intervir nos diretórios estaduais


Emprenhado em garantir palanques estaduais para a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência, o PT ameaça até intervir em diretórios que se recusarem a cumprir a orientação nacional de aliança com o PMDB. Documento do partido enquadra as seções estaduais e afirma que a “prioridade máxima” é o projeto nacional. (págs. 1 e A9)

Serra critica medidas que afrontem Judiciário

O governador José Serra (PSDB) defendeu um Judiciário “cada vez mais forte” e criticou iniciativas que afrontem a autonomia dos juízes. O endereço da mensagem é o Planalto que, por meio do Programa Nacional de Direitos Humanos, quer realização de audiências públicas como pré-requisito para concessão de liminares em caso de reintegração de posse. (págs. 1 e A6)

------------------------------------------------------------------------------------

Jornal do Brasil (Costuma bater na Petrobrás. O valor da empresa cai, mas de aqui a pouco da uma alta, aguarde)

Manchete: Valor da Petrobras cai US$ 12 bi em um dia

Vale também foi duramente atingida, com perda de US$ 9,8 bilhões

Na mais expressiva perda entre empresas de capital aberto das Américas, a Petrobras teve queda de US$ 11,956 bilhões em seu valor de mercado na última quinta-feira, dia em que a Bovespa fechou com baixa de 4,73%. O valor da empresa foi reduzido de US$ 174,637 bilhões para US$ 162,681 bilhões. A mineradora Vale também foi fortemente atingida, com perda de US$ 9,8 bilhões, seguida pela americana Exxon Móbil, com queda de US$ 8,9 bilhões. Analistas consideram que a redução no valor de mercado de grandes companhias reflete a apreensão com o déficit fiscal de países como Grécia, Espanha e Portugal, além da insegurança sobre a capacidade de consumo da economia dos EUA. (págs. 1 e Economia, A17)

Bilhete tinha letra de Arruda

O deputado Geraldo Naves (DEM-DF) admitiu que um bilhete entregue ao jornalista Edmilson dos Santos, o Sombra, foi escrito pelo governador do DF, José Roberto Arruda (sem partido). Entretanto, negou que o documento fosse uma tentativa de suborno para que Sombra alterasse depoimento à PF com acusações a Arruda. (págs. 1 e País, A4 e A5)

Coisas da política

Da exaustão de Lula ao bom senso de Aécio. (págs. 1 e A2)
------------------------------------------------------------------------------------

Correio Braziliense (Não fala uma palavra sobre a DEMensalão, e está aqui nas suas narizes)

Manchete: Tanque cheio esvazia o bolso do brasiliense

A sensação que o brasiliense tem ao abastecer o carro é traduzida em números. Pesquisa da Fundação Getulio Vargas mostra que a despesa com gasolina e álcool consome 5,7% do orçamento familiar no Distrito Federal, contra 3,5% da média nacional. É o maior índice registrado nas sete capitais pesquisadas. A alta renda per capita e a baixa concorrência entre os postos são alguns dos motivos que elevam o valor dos combustíveis — o preço do litro da gasolina em Brasília só é menor que em Salvador, de acordo com o levantamento.Ontem, consumidores colheram assinaturas na Rodoviária do Plano Piloto para propostas que tentam reduzir os preços, como a permissão para funcionamento de postos em supermercados. (págs. 1 e 41)

Desaparecidos - Cresce pressão para Goiás chamar a PF

A OAB vai reforçar perante o Ministério da Justiça o pedido das famílias dos seis jovens que sumiram de Luziânia, em janeiro, para que agentes federais ajudem nas investigações. Na segunda-feira, manifestantes irão a Goiânia tentar sensibilizar o governo estadual para que aceite uma operação conjunta. (págs. 1 e 34)

PROUNI abre inscrições

Nota do ENEM será um dos critérios para a obtenção do crédito universitário. Em 2010 serão 165 mil bolsas. (págs. 1 e 14)

Nenhum comentário: