Google+ Badge

sábado, 11 de agosto de 2012

Sob vaias, apitos e assobios, Dilma afirma que vai assegurar empregos à população mais frágil. Banqueiros!

Em meio a protesto, presidente diz querer serviço público de qualidade. 

Só ela?. Todos queremos, mas para isso devia ter investido. Depois de uma década Brasil está no mesmo patamar em educação básica.

AGU defende corte de salário de grevistas; para sindicalista, o governo 'tenta apagar fogo com gasolina'

O governo endureceu o tom contra os servidores federais em greve. Dilma Rousseff enfrentou protesto e vaia em Minas e disse que a prioridade é garantir emprego a quem não tem estabilidade. "Tem de olhar o que é mais importante no país, e aí atendê-lo. (...) O que o meu governo vai fazer é assegurar empregos para aquela parte da população que é a mais frágil, que não tem direito à estabilidade."

Nenhum comentário: