Google+ Badge

sábado, 24 de outubro de 2009

Meio ambiente - COP-15- Devemos manter uma meta específica de redução?

Do Blog ambiente Brasil

A menos de 50 dias da COP-15, em Copenhague, capital da Dinamarca, onde líderes de todo o mundo irão decidir um novo acordo climático, o Brasil ainda não definiu a sua posição

As opiniões sobre o assunto ainda estão divergindo bastante. Para o Ministério da Ciência e Tecnologia, Itamaraty e Casa Civil, o país não deve estabelecer uma meta específica de redução de gases estufa, apenas deve se comprometer em reduzir de 80% do desmatamento da Amazônia, oque equivale ao corte de 20% das emissões de gases poluentes na atmosfera até 2020. O Ministério do Meio Ambiente por sua vez quer que o país se comprometa a diminuir em 40% a quantidade de CO2 emitida durante este mesmo período.

Segundo o cientista Carlos Nobre, do Instituto de Pesquisas Espaciais, a meta de redução de 80% no desmatamento já é bem difícil de ser atingida, pois além das medidas de fiscalização e controle, ela requer uma boa política de incentivos. “Começa a haver uma tendência de achar que a meta de 80% do desmatamento e a consequente redução no ritmo de emissão de CO2 de 20% é pouca coisa. As pessoas se esquecem que até pouco tempo não havia no governo nem mesmo consenso para redução do desmatamento”, diz Nobre.

Já o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, acredita que as metas de redução das emissões em 40% e do desmatamento em 80% podem ser mantidas caso o Brasil cresça de 5% a 6% nos próximos anos, como previu a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef.

Qual é a sua opinião? O Brasil deve manter uma meta específica de redução de emissões, ou deve apenas se comprometer em reduzir o desmatamento na Amazônia?

Nenhum comentário: