Google+ Badge

domingo, 23 de agosto de 2009

CINEMA - Amantes sem sexo, sem os bônus e sem os ônus


da Efe, em Londres

O cineasta espanhol Pedro Almodóvar afirmou que ele e sua atriz favorita, Penélope Cruz, funcionam "como amantes sem os prazeres do sexo, mas também sem suas complicações."

As declarações foram feitas em entrevista para a edição deste domingo do jornal "The Observer", feitas em função da estreia de seu último filme, "Loz Abrazos Rotos" ("Os Abraços Partidos"), nos cinemas britânicos.

Trabalhamos muito bem, como um par que não dorme junto", disse Almodóvar. "Há algo que funciona muito bem em nossa relação, que combina nossa amizade com o lado profissional."

O cineasta revelou que, quando não estão trabalhando juntos em algum filme, muitas vezes combinam de ir jantar ou ao cinema. "Quando não me sinto bem, só digo isso porque sei que se apresentará imediatamente à minha porta, disposta a cuidar de mim", disse Almodóvar, ao que Penélope Cruz, presente na entrevista, emenda: "Sou uma enfermeira muito boa."

Em relação à carreira de Penélope em Hollywood, Almodóvar explica que "todo mundo queria trabalhar com ela ali porque é muito linda". Porém, isso fazia com que não pudesse desenvolver todo seu potencial.

"Eu sofria quando a via fazendo coisas que não eram tão boas como seria de esperar", explica. "Ela se converteu em um ícone da moda sem que se importassem se ela era ou não uma boa atriz. Isso é o que não gosto em Hollywood. Nunca lhes ocorre [nestes casos] dar a um ator algum papel diferente."

Para Penélope Cruz, seu encontro com Almodóvar foi fundamental para sua carreira. "Ele mudou meu modo de ver o mundo antes inclusive de conhece-lo", disse a atriz.

Leia mais na Folha Online

Aqui

Nenhum comentário: