Google+ Badge

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

O PT das mil caras

PT de Natal contraria orientação nacional e declara apoio ao PDT

Contrariando orientação da cúpula do partido, o PT de Natal (RN) decidiu apoiar o candidato Carlos Eduardo Alves (PDT), que disputa o segundo turno na cidade com Hermano Moraes (PMDB).


Os dois partidos são da base aliada do governo federal, e o PMDB reivindicava neutralidade do PT na disputa. O impasse chegou a atrasar em um dia a declaração de apoio de Gabriel Chalita (PMDB) a Fernando Haddad (PT) em São Paulo.

Líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Alves (RN) disse que o PT se comprometeu pelo menos que o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff ficarão de fora da campanha na cidade. "Isso fortaleceu mais ainda a relação PMDB-PT", disse.

Em nota divulgada na noite de quinta-feira (11), o PT de Natal disse que prestará "apoio crítico" ao pedetista. "Tal posição não nasce de alinhamentos automáticos. Deixamos claro que o PT não participará da futura administração municipal", diz o texto.

Carlos Eduardo Alves terminou o primeiro turno com 40,4% dos votos válidos, contra 23% de Moraes. O candidato petista, Fernando Mineiro, ficou a menos de um ponto de Moraes, com 22,6%.

O PT diz ainda que o apoio ao PDT tem intenção de evitar o fortalecimento do bloco político no poder no Estado e se manifesta contra o DEM e o governo de Micarla de Sousa (PV) em Natal.

O PMDB potiguar integra a base de apoio da governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

Carlos Araújo, presidente do diretório municipal do PT em Natal, confirmou pressões nacionais para que fechasse com o PMDB. Mas, segundo ele, a questão local prevaleceu.

O peemedebista Moraes disse ter ficado incomodado com a decisão do PT, mas que a respeita. Segundo ele, o PMDB ofereceu apoio em 2008 à candidata derrotada do PT, Fátima Bezerra, e esse gesto não foi correspondido agora pelos petistas.
Folha de São Paulo.
CLARA ROMAN
DE SÃO PAULO

Nenhum comentário: