Google+ Badge

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Irmão de Lula sofreu com tratamento, mas venceu tumor




MÔNICA BERGAMO
COLUNISTA DA FOLHA

Submetido a um tratamento semelhante ao que Lula vai agora enfrentar, seu irmão mais velho, Jaime Inácio da Silva, 74, "sofreu muito, mas está curado", diz José Ferreira de Melo, o Frei Chico, irmão mais conhecido do ex-presidente e espécie de porta-voz da família.

Marceneiro aposentado, Jaime descobriu que estava com câncer na região do pescoço, perto das amígdalas, há cinco anos, quando fazia um tratamento dentário.

"Ele reclamava muito de dor de garganta. A dentista aconselhou que procurasse um médico."
Jaime foi então ao Hospital Heliópolis, em São Paulo. E recebeu o diagnóstico de um tumor "pequeno, acho que do mesmo tamanho do que encontraram no Lula", diz Frei Chico. "Ele teve sorte."
"Queriam começar logo o tratamento, mas nós procuramos o hospital A.C. Camargo, que faz um mapeamento mais completo do corpo do paciente", conta o irmão.
Jaime foi tratado por Luiz Paulo Kowalski, médico que, por coincidência, integra a equipe que cuidará de Lula.

Foi submetido a tratamento parecido ao indicado agora ao ex-presidente: quimioterapia. Ele não foi operado.
"O tratamento foi doído. Jaime sofreu bastante. Mas valeu a pena. Está curado", diz Frei Chico. Hoje, enfrenta problemas de saúde de outra natureza, como uma infecção recente no pulmão e problemas na tireoide.

Ele conta que o irmão mais velho foi fumante por muito tempo, mas largou o vício "há mais de 20 anos".
Frei Chico diz estar confiante na cura de Lula.

"Se você pega uma equipe médica séria, não tem como dar errado. Ele vai sair dessa, vai superar", afirma.
Lula teve 18 irmãos -sete deles do casamento do pai, Aristides Inácio da Silva, com a mãe dele, dona Lindu, e outros dez do relacionamento do pai com Valdomira.

Cinco irmãos já morreram. José, o mais velho de dona Lindu, morreu há dez anos de doença de Chagas. Marinete, também de dona Lindu, morreu há seis meses, de câncer no pulmão. Rubens, filho de Valdomira, morreu de infarto. Odair, da mesma mãe, teve um AVC. E João Inácio, de Valdomira, morreu aos 41 anos, de câncer no cérebro.

Nenhum comentário: