Google+ Badge

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Você nasceu Gay?


Um pouco de lenha à fogueira


Silas Malafaia: ninguém nasce gay


O evangélico Silas Malafaia rebateu, através de carta enviada por e-mail à redação de A TARDE, nesta terça-feira, 5, os argumentos usados em vídeo pelo biólogo, mestre em genética e doutorando na Universidade de Cambridge (Inglaterra), Eli Vieira, postado na internet como resposta às declarações polêmicas do pastor feitas ao programa de entrevistas De Frente com Gabi, da apresentadora Marília Gabriela, no último domingo, dia 3. As declarações de Malafaia causaram uma onda de protestos nas redes sociais, por conta do teor homofóbico das falas do religioso.


O vídeo de Eli Vieira, por sua vez, foi publicado como resposta ao apelo do deputado federal Jean Wyllys (Psol - RJ), que também por meio das redes sociais, no próprio domingo, conclamou os "homens e mulheres da ciência a não se calarem ante a estupidez fundamentalista e o cinismo dos exploradores comercias da fé!"



No texto, o pastor evangélico diz estar enviando "sua resposta ao doutorando em Genética". Confira a íntegra da carta do pastor Silas Malafaia:
"Minha resposta ao doutorando em Genética, que me parece estar defendendo a sua causa na questão da homossexualidade:

Toda a argumentação que ele apresenta é apenas suposição científica, sem prova real, e tremendamente questionada pela própria Genética. É igual à Teoria da Evolução, uma argumentação científica que não pode ser provada.

Não existe ordem cromossômica homossexual, só de macho e fêmea. Então, pseudodoutor, não existe uma prova científica de que alguém nasce homossexual, apenas conjecturas.
Dados de pesquisas americanas:

86% dos homens homossexuais já se apaixonaram ou tiveram relação com mulheres; 66% das mulheres homossexuais já se apaixonaram ou tiveram relações com homens. Como alguém nasce homossexual se já teve relação heterossexual? Isso é uma piada!

46% dos homens homossexuais já sofreram abuso por homens. A pesquisa é mais estarrecedora ao mostrar que 68% dos homens homossexuais só se identificaram com o homossexualismo após o abuso.
Se o rapaz metido a doutor em Genética quiser saber mais, leia o livro Nascido gay?, do Dr. John S. H. Tay, que tem mestrado em Pediatria e dois doutorados: um em Genética e outro em Filosofia, e analisou 20 anos de pesquisas sobre o assunto.

Mais uma para o pseudodoutor sobre os gêmeos monozigóticos, que são idênticos geneticamente: 35% desse tipo de gêmeo que é homossexual, o seu irmão gêmeo é heterossexual. Logo, conclui-se que geneticamente não se nasce homossexual, e o fator externo, do ambiente, é fundamental para determinar isso. Preferência aprendida ou imposta. Ou todos teriam de ser homossexuais ou todos teriam de ser heterossexuais no caso de gêmeos monozigóticos.

[Algumas fontes de pesquisas do livro citado: TOMEO, M. E.; TEMPER, D. I.; ANDERSON, S. Kotler D. Archives of Sexual Behavior [Registros sobre comportamento sexual], outubro de 2011; 30(5):535-41 ; STODDAR, J. P.; DIBBLE, S. L.; FINEMAN, N. "Sexual and physical abuse: a comparison between lesbians and their heterosexual sisters", in: Journal Of Homosexuality, 56(4):407-20, 2009.]
A verdade é esta: ninguém nasce gay. Não existe prova científica, apenas teorias científicas."

Nenhum comentário: