Google+ Badge

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Aécio provoca Dilma e pergunta onde ela vai votar no domingo



BELO HORIZONTE - O senador Aécio Neves (PSDB-MG) voltou a criticar a presidente Dilma Rousseff nesta sexta-feira por seus comentários sobre as eleições em Belo Horizonte.

Classificou-a de “extremamente agressiva” e disse que ela cometeu um “desrespeito” com o eleitor de Belo Horizonte ao sugerir que os votos em Lacerda seriam influenciados por quem se acha dono de Minas e da capital -- numa referência ao tucano.

Aécio é o principal apoiador da campanha do prefeito e candidato à reeleição, Marcio Lacerda (PSB), enquanto Dilma fez campanha para Patrus Ananias (PT).

“Ela está precisando de um descanso, eu acho. A agressividade da presidente não coaduna com o cargo que ela ocupa, portanto, acho que Minas Gerais faz política de altíssimo nível”, disse ele. Na quarta-feira à noite, Dilma subiu num palanque com Patrus em BH e teceu vários comentários críticos aos tucanos, em particular a Aécio.

O tucano também provocou a presidente, que durante o comício de Patrus reafirmou ser mineira de Belo Horizonte, apesar de Aécio ter se referido a ela dias antes como “estrangeira” na cidade. Dilma deixou a cidade ainda jovem, quando já militava contra o regime militar.

Agora à tarde, Aécio cutucou novamente a presidente ao questionar o local onde ela vota. “Quero dizer também que não existe na democracia momento mais importante, de maior identificação do cidadão com a sua terra do que no momento do voto. Tenho uma curiosidade muito grande em saber onde a mineira Dilma Rousseff vai votar no próximo domingo.”

Dilma vota em Porto Alegre, onde viveu grande parte da vida.

Lacerda está na frente de Ananias com uma diferença de 9 a 11 pontos percentuais, segundo Ibope e Datafolha. A vantagem é suficiente para elegê-lo no primeiro turno.

No domingo, Aécio, que participou ativamente da campanha do prefeito, vai acompanhá-lo na urna.

(Marcos de Moura e Souza / Valor)



© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.

Nenhum comentário: