Google+ Badge

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Lula afirma que está preocupado com eleição e não com mensalão

 
Lula ao lado do prefeito Emídio (dir.) e de Lapas, que substituiu João Paulo como candidato

Em Osasco, ex-presidente evita citar João Paulo, condenado no STF

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou ontem de comício em Osasco (SP), mas não mencionou o deputado federal João Paulo Cunha (PT), que desistiu da eleição ao ser condenado pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão.

Lula elogiou o novo candidato do PT, Jorge Lapas, e criticou o principal adversário do petista, o tucano Celso Giglio -que teve sua candidatura barrada pela Lei da Ficha Limpa, mas recorreu ao TSE.

Dirigindo-se a Lapas, Lula declarou: "Você está concorrendo essas eleições com figuras de ontem com ideias de anteontem". Segundo ele, a administração de Giglio (2001-2004) foi um "tempo nefasto".

Os demais petistas que discursaram também não citaram João Paulo Cunha.

Lula aproveitou também para defender o seu governo e criticar o FMI (Fundo Monetário Internacional): "O Brasil era humilhado. O Brasil não poderia decidir nada sem consultar meia dúzia de gringo que mandava no FMI".

Antes, em um ato de campanha de Fernando Haddad em Santo Amaro (zona sul), Lula tinha declarado que não estava preocupado com o julgamento do mensalão, mas sim com a eleição.

Em seu discurso, disse que não iria "falar mal de candidatos", mas que eles não têm "50% da capacidade" de Haddad para governar São Paulo.

Questionado sobre preocupação com o julgamento do mensalão, respondeu: "Estou preocupado com as eleições". O STF (Supremo Tribunal Federal) começa a julgar hoje o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-presidente nacional do PT José Genoino e o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares.







(LUIZA BANDEIRA E DANIEL RONCAGLIA)


DE SÃO PAULO

Nenhum comentário: