Google+ Badge

domingo, 8 de agosto de 2010

Eleições 2010 - Briga com Jader ameaça reeleição de Ana Júlia no Pará


Matéria reproduzida pela jornalista Ana Paula Grabois do Jornal Valor Econômico, a partir de fontes diversas, - dentre elas "O Jornal Pessoal" do Editor e Jornalista Lúcio Flavio Pinto.


No Pará, tudo começa e termina no deputado Jader Barbalho (PMDB), ex-governador do Estado por dois mandatos e ex-senador.

A frase, repetida pela população paraense, parece não ter sido ouvida pela governadora Ana Júlia Carepa, que tenta a reeleição pelo PT no Estado. Ana Júlia começou a afastar-se de Jader há um ano e a briga acirrou-se há cerca de seis meses.

O PMDB, antes um aliado, não tem mais secretarias e está fora do governo Ana Júlia, cuja desaprovação bateu os 53% em pesquisa do Ibope realizada no fim de maio. Para reeleger-se, a governadora estimou um dos maiores gastos de campanha destas eleições, de R$ 47 milhões, montante superior ao estimado pelo candidato ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, de R$ 46 milhões. Em 2006, Ana Júlia tinha estimado gasto de R$ 10 milhões. "Ocorreu um erro em nossa estimativa", diz Maurílio Monteiro, secretário de Desenvolvimento do Pará e um dos comandantes da campanha do PT no Estado. Candidato ao Senado, Jader deve definir o resultado da eleição ao governo estadual.

Um dos mentores da candidatura da petista em 2006, Jader lançou de última hora Domingos Juvenil como concorrente pelo PMDB e faz mistério sobre quem vai apoiar no segundo turno. Ana Júlia deve ir ao segundo turno com Simão Jatene, ex-governador do PSDB e ex-secretário do governo Jader. Tanto o tucano quanto a petista esperam um acordo em um eventual segundo turno. "Ele falou a algumas pessoas que sim, mas precisamos dialogar, não sabemos", afirma a governadora. "Pelo grau de tensão que se criou entre PT e PMDB, acredito que ele vai nos apoiar", diz o candidato do PSDB.

Leia a matéria completa no Valor Econômico do fim de semana Aqui

Nenhum comentário: