Google+ Badge

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

ENERGIA - PMDB e oposição querem retirada de urgência do pré-sal. E o pagamento do PMDB pela absolução do Sarney?

BRASÍLIA - O PMDB e os partidos de oposição defenderam nesta quarta-feira, durante reunião dos líderes de todos os partidos com o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), a retirada do regime de urgência na votação dos projetos que regulamentam a exploração do petróleo na camada pré-sal.
O líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), pediu a Temer que solicite ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva a retirada da urgência. Desde esta terça-feira, os partidos de oposição (PSDB, DEM e PPS) vem criticando o regime de urgência. A reunião desta quarta-feira prosseguia até o fim da manhã. Segundo o deputado Humberto Souto (PPS-MG), que deixou a sala mais cedo, Temer deverá pedir ao presidente Lula a retirada da urgência dos projetos.
Por esse regime, os textos precisam ser votados em 45 dias na Câmara, e o Senado tem o mesmo prazo.

Leia mais sobre o Pre-sal
Aqui

Nenhum comentário: