Google+ Badge

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Quando era Ministro do Governo Federal tudo era diferente


Saiu do Governo, deixou de ser ministro do PT, aí já virou "tolo", Playboy", "neoliberal", etc. E a Marina a mãe de todas as desgraças!. 




BALADA DE CAMPOS

Na terça-feira (7), o PT nacional publicou um texto intitulado "A balada de Eduardo Campos". O artigo diz, entre outros ataques, que o governador é um "tolo", um "playboy mimado" e que "vendeu a alma à oposição" ao descartar aliança com o PT e decidir se lançar ao Palácio do Planalto.

Além de criticar Campos, o texto fez ataques à ex-senadora Marina Silva (PSB), neoaliada de Campos, chamando-a de "ovo da serpente". Segundo o artigo, Marina virou uma "pedra no sapato", em referência às divergências entre os dois frente à política de alianças adotada pelo PSB.

A publicação do artigo causou diversas reações no PSB. Em resposta, Campos escreveunesta quarta-feira (8) uma mensagem em sua página na mesma rede social sobre "o ataque covarde" do partido da presidente Dilma.

"Enquanto os cães ladram, a nossa caravana passa", escreveu o governador. "Sigo firme no debate de alto nível sobre o Brasil, sobre a construção de uma nova política que transforme verdadeiramente a vida das pessoas e do país", concluiu o pernambucano.

O vice-presidente do PSB e líder do partido na Câmara dos Deputados, Beto Albuquerque (RS), que havia rebatido o texto em sua conta no Twitter logo após a publicação, divulgou nota no site do PSB em que dizia que o PT se tornou uma "seita fundamentalista".



UOL




Nenhum comentário: