Google+ Badge

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Japão derramará 11.000 toneladas de água radioativa no océano




Radioatividade é medida em cachorro na região de Fukushima
A companhia que administra a usina nuclear de Fukushima, a Tokyo Electric Power (Tepco), planeja jogar até 11,5 mil toneladas de água radioativa no oceano Pacífico. A água está cerca de cem vezes acima dos limites recomendados de contaminação. O objetivo é liberar capacidade de armazenagem para água ainda mais contaminada.

A Tepco tem feito tentativas desesperadas para conter o vazamento. Ontem, recorreram a sais de banho para produzir uma cor leitosa na água, para ajudar a rastrear a origem do vazamento. A empresa pretende estender uma cortina feita a partir de tecido de poliéster para impedir que o sedimento radioativo se dissemine no oceano.

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica, Yukiya Amano, disse que a operadora da usina Fukushima Daiichi não tomou as medidas "necessárias para evitar o acidente" e disse que a crise nuclear japonesa representa um grande desafio com enormes implicações para o futuro da energia nuclear.
Yukio Edano, Secretario del Gabinete de Japón, dijo: “Si la situación sigue así por mucho tiempo, el problema de la contaminación por radiación acumulada aumentará. Incluso aunque el mar disperse la radiación, se transformará en un problema mayor, por lo que tenemos que impedir lo antes posible que esto se extienda hasta el mar”.
 

Nenhum comentário: