Google+ Badge

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Mineração - A china está de volta, a produção de aço alcança o maior nível na história


A produção de aço da China registrou em outubro o segundo maior nível mensal da história, de 51,75 milhões de toneladas, um aumento de 42,4% em comparação com o volume produzido em igual mês do ano passado, informou o Departamento Nacional de Estatísticas.

O recorde foi atingido em agosto, de 52,33 milhões de toneladas. No acumulado de janeiro a outubro, a produção aumentou 10,5% frente a igual intervalo do ano passado, para 472,47 milhões de toneladas. “Os preços do aço estão em recuperação, portanto não devemos esperar grandes cortes na produção, e é óbvio que a demanda está crescendo”, disse o analista de siderurgia Xie Zhaowei, da Great Wall Futures.

Segundo ele, os setores de construção e exportação têm absorvido a oferta crescente no segundo semestre do ano. A taxa de utilização da capacidade de produção de barras reforçadas, item utilizado na construção, está em torno de 93% a 95%. “Com as margens de lucro em alta, os fabricantes conseguem sustentar essa taxa de utilização e a economia parece bem”, disse o diretor de pesquisa da Dalu Futures, Gao Yanrong.

Segundo ele, as usinas têm conseguido facilmente margens de lucro de 600 yuan por tonelada nas últimas semanas. O volume crescente da produção siderúrgica contraria os esforços do governo chinês para conter o excesso de produção, em meio a preocupações de que a oferta alta demais possa derrubar os preços e prejudicar a recuperação nascente.

A Associação de Ferro e Aço da China (Cisa, na sigla em inglês) que lidera as negociações de preço com as mineradoras, disse na semana passada esperar que a produção de aço no ano todo seja de 550 milhões de toneladas. Essa projeção, no entanto, parece irrealista, já que, para ser
cumprida, as usinas teriam de reduzir a produção mensal em novembro e dezembro para menos de 40 milhões de toneladas.

O Departamento de Estatísticas chinês também anunciou hoje que a produção de cobre atingiu recorde de 390 mil toneladas em outubro, 1% maior que o volume de setembro e 28% acima do nível de outubro do ano passado.

Nenhum comentário: