Google+ Badge

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Em reunião na AL, Jatene faz críticas ao orçamento



Cada vez que a votação de orçamento se aproxima, a temperatura esquenta na Assembleia Legislativa do Estado (AL). Na tarde de ontem, o governador eleito, Simão Jatene, participou de uma reunião da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária, com direito a conflitos entre deputados e reclamações sobre a elaboração da peça orçamentária.

Quem abriu a sessão foi a presidente da comissão, deputada Simone Morgado, que já demonstrou a intenção da pauta. “O orçamento de 2011 é o que nos preocupa. Temos vários exemplos de problemas. Vemos que 80 municípios não receberão o Bolsa-Trabalho e o Fundo de Desenvolvimento Estadual (FDE) pode ter investimento zero para 2011”. Na mesa, além dela e de Jatene, estava o presidente da AL, Domingos Juvenil. Outros 20 deputados participaram da reunião.


Jatene continuou os ataques ao orçamento elaborado pelo atual governo. “Existem problemas que se referem à distribuição dos recursos entre os órgãos e, o mais grave, as previsões entre investimentos, custeio (despesas diversas) e gastos com pessoal. São problemas que sintetizam a nossa preocupação”.


Uma das críticas referiu-se ao previsto com folha de pagamento de pessoal. Ele disse que este ano estão previstos R$ 5,970 bilhões de gastos com pessoal, enquanto que para 2011 são R$ 5,928 bilhões. “A proposta do orçamento cobre apenas a folha atual. Não prevê margem de reajuste e recuperação dos salários dos servidores e nem o aumento do salário mínimo. E não se prevê no orçamento os planos de carreiras que tramitam aqui”.

Nenhum comentário: