Google+ Badge

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Industria automotriz - Complexo brasileiro de país desenvolvido


 

BNDES aprova R$ 307,4 milhões para a Hyundai

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 307,4 milhões à Hyundai Motor Brasil para a implantação de uma unidade industrial em Piracicaba (SP) destinada à produção de veículos de passeio.

Esta será a primeira fábrica da sul-coreana Hyundai no país, com produção estimada de cerca de 150 mil unidades por ano. O prazo previsto para a conclusão das obras da fábrica, instalação e teste de equipamentos é março próximo.

A produção será de veículos batizados provisoriamente de “Projeto HB”, especialmente desenvolvidos para atender às necessidades dos consumidores brasileiros. Os veículos da família HB serão distribuídos em três modelos: Hatchback (5 portas), Sedan (4 portas) e Mini SUV (utilitário com 5 portas), equipados com motorização 1.0L e 1.6L flex e câmbio manual ou automático.

O início da produção de veículos está previsto para o final deste ano, com o modelo Hatchback. Os modelos Sedan e Mini SUV têm lançamento previsto para 2013. Todos os modelos terão, desde o início de sua produção, o índice de nacionalização mínimo exigido na legislação brasileira.

(Valor

Lucro da General Motors sobe para US$ 7,6 bilhões em 2011

Por Eduardo Laguna | Valor
SÃO PAULO – A General Motors (GM) informou hoje nos Estados Unidos que alcançou lucro líquido de R$ 7,6 bilhões no ano passado, resultado que superou em 61,7% os ganhos do exercício anterior, de US$ 4,7 bilhões.

Puxado pelo bom desempenho na América do Norte, o resultado veio na esteira de um crescimento de 11% da receita, que chegou a US$ 150,3 bilhões, enquanto o resultado operacional medido pelo Ebit (o lucro antes dos resultados financeiros e impostos) subiu para US$ 8,3 bilhões, em valores ajustados, ante US$ 7 bilhões de um ano antes.

“Em nosso primeiro ano como empresa aberta, nós crescemos nas linhas de cima e de baixo (do balanço), avançamos nosso market share global e fizemos investimentos estratégicos em nossas marcas pelo mundo”, comemora o presidente da montadora, Dan Akerson. Só no quarto trimestre, o lucro líquido somou US$ 500 milhões, em linha com o desempenho do mesmo trimestre de 2010.

No relatório que acompanha as demonstrações financeiras, a montadora detalha que o lucro operacional medido pelo Ebit ficou em US$ 7,2 bilhões na América do Norte, acima dos US$ 5,7 bilhões de 2010. O resultado compensou as perdas de US$ 700 milhões e US$ 100 milhões na Europa e na América do Sul, respectivamente.

A empresa diz que espera um aumento de receita neste ano, como resultado do crescimento da indústria automobilística global. Além disso, prevê melhora de preços, com uma inflação de custos moderada. Por outro lado, a expectativa é que o mix de produtos e gastos de pensão sejam desfavoráveis.

Os investimentos da GM previstos para este ano são da ordem de US$ 8 bilhões. A montadora promete manter uma estratégia agressiva no desenvolvimento de produtos e tecnologia.
(Eduardo Laguna | Valor)

Nenhum comentário: