Google+ Badge

domingo, 19 de agosto de 2012

Dilma promete estimular investimento privado para combater crise, como?

MARECHAL DEODORO - A presidente Dilma Rousseff garantiu nesta sexta-feira que o governo seguirá estimulando os investimentos privados como forma de combater os efeitos da crise econômica global. “O Brasil vai combater a crise investindo”, afirmou Dilma, que participou da inauguração de uma fábrica de PVC da Braskem, em Alagoas.
A presidente admitiu que o governo federal segue preocupado com os custos elevados e com a perda de competitividade da indústria nacional, motivo pelo qual continuará anunciando pacotes de estímulo ao investimento.
“Primeiro foi o pacote de rodovias e ferrovias, depois vêm os portos e aeroportos e também a mudança no patamar de custo da energia elétrica no Brasil”, afirmou a presidente, no momento em que foi mais aplaudida pelos presentes. Segundo ela, a economia já começou a reagir aos estímulos do governo.
Dilma também ressaltou a política econômica ao mencionar que seu governo não repete a “situação de valorização artificial do câmbio, como acontecia em outros tempos”.
Antes dela, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, rebateu as críticas de que as medidas federais são anunciadas de forma dispersa e sem consistência.
“Para os desatentos, dizemos que as medidas parecem fatiadas porque são setoriais, e as indústrias têm setores”, afirmou o ministro. “Mas é claro que há uma lógica”, completou.
Além de Pimentel, participaram da solenidade o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, e a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, além do governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB).
(Murillo Camarotto | Valor)

Nenhum comentário: