Google+ Badge

domingo, 18 de setembro de 2011

Painel da Folha

RENATA LO PRETE - painel@uol.com.br

Pesos e medidas
Em conversa com auxiliares, Dilma Rousseff avaliou ter sido um erro optar, na formação do governo, por manter quase todos os partidos nos ministérios que ocupavam na gestão anterior. Para defender seu ponto de vista, a presidente citou distorções como o fato de o PR, uma sigla de porte médio, comandar o robusto Ministério dos Transportes, que só lhe foi dado, lá atrás, numa deferência de Lula ao vice José Alencar.
O PP abocanhou as Cidades mais ou menos na época em que, num acidente de percurso, elegeu o presidente da Câmara. Hoje, a representação da legenda no Congresso está aquém do tamanho da pasta.



Para mais O Esporte era pouca coisa quando foi dado ao diminuto PC do B. Mas agora há Copa e Olimpíada, e o partido, que tem ainda a Embratur e a Agência Nacional do Petróleo, está superdimensionado no governo.

Para menos Dilma reconhece que, por essa lógica, quem está subrepresentado na Esplanada é o PMDB.

Em tempo Na transição, um dos defensores do modelo "cada macaco no seu galho", que replicou em boa medida o desenho partidário do ministério de Lula, foi o vice Michel Temer (PMDB).

Dupla dinâmica A parceria entre Francisco Dornelles (PP-RJ) e Lindberg Farias (PT-RJ) em repetidas e tensas reuniões no Senado sobre a partilha dos royalties do petróleo rendeu-lhes o apelido de "Batman e Robin".

Duelo? Depois da retirada da candidatura de Jovair Arantes (PTB-GO), outros dois deputados devem desistir de concorrer a uma vaga de ministro do Tribunal de Contas da União: Sérgio Brito (PSC-BA) e Vilson Covatti (PP-RS). Restarão ainda seis nomes inscritos para a eleição desta quarta no plenário da Câmara, mas a disputa real deve se dar entre Ana Arraes (PSB-PE) e Aldo Rebelo (PC do B-SP). Isso se Aldo também não mudar de ideia.

Calculadora A CNB, corrente majoritária do PT, se reúne amanhã para discutir a eleição de 2012. Será a segunda tentativa de referendar Fernando Haddad como candidato do grupo à prefeitura paulistana. Mas não há consenso. "A chance é de 50%", arrisca um aliado do ministro da Educação.

Arquibancada 1 Geraldo Alckmin abriu consulta aos presidentes dos grandes clubes de futebol sobre o projeto que libera a entrada de bandeiras nos estádios, aprovado pela Assembleia paulista. Antes de vetá-lo ou sancioná-lo, o tucano quer saber se os cartolas consideram viável a mudança, desaconselhada pela Polícia Militar.

Arquibancada 2 Do seu time do coração, o Santos, o governador recebeu sinal verde. Luis Álvaro Ribeiro disse acreditar que a festa nos gramados ficará valorizada com a medida. O mesmo afirmou Andrés Sanchez, que preside o Corinthians.

Preliminar O comitê organizador local convocou as sedes da Copa amanhã ao Rio para transmitir novas instruções sobre segurança nas arenas. A ideia é explicar as diretrizes da Fifa aos dirigentes regionais antes da conferência unificada sobre o tema promovida pelo Ministério da Justiça, na sexta-feira, em Porto Alegre.

Boleiros Mais dois ex-jogadores devem se aventurar nas eleições para as Câmaras Municipais em 2012. Zé Elias (ex-Corinthians) é cortejado pelo PPS para disputar vaga de vereador na capital paulista e Washington (ex-São Paulo e ex-Flu) se filiou ao PDT de Caxias do Sul (RS).

com LETÍCIA SANDER e FABIO ZAMBELI

tiroteio

"Nós achávamos que o 'caçador de marajás' havia se convertido à democracia, mas parece que não. Será que tem mais uma Elba da qual ele não quer que o país saiba?"

DO DEPUTADO ANDRÉ VARGAS (PT-PR) sobre Fernando Collor (PTB-AL), que ironizou a defesa petista da Lei de Acesso à Informação, cuja votação o senador tenta adiar, lembrando que o partido reivindica marco regulatório para a mídia.

contraponto

Manda quem pode

Na recente sabatina do novo diretor-geral do Dnit, o senador Blairo Maggi (PR-MT) discorria sobre a dificuldade em fazer uma rodovia em região de Mato Grosso onde há uma reserva indígena.
-Os índios, na época, não permitiam a passagem. Mas essa mudança tem praticamente vinte anos que foi feita. A gente conhece os índios muito bem, eles eram muito amigos do meu pai. Tem até um lá que se chama Blairo.
Eduardo Braga (PMDB-AM) não perdeu a deixa:
-No mínimo, ele é o cacique da tribo!

Nenhum comentário: