Google+ Badge

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Ator Philip Seymour Hoffman é encontrado morto em Nova York

O ator americano Philip Seymour Hoffman, 46, vencedor do Oscar por seu papel em "Capote" (2005), foi encontrado morto neste domingo (2) em seu apartamento no bairro de Greenwich Village, em Nova York. 


A informação foi confirmada em nota pela família do ator, que classificou a morte como "trágica e repentina".

"Estamos arrasados com a perda de nosso querido Phil e apreciamos as manifestações de amor e apoio que recebemos de todos", disseram os familiares em nota.




De acordo com informações reveladas por dois policiais à agência de notícias Associated Press, o corpo de Hoffman foi encontrado por um amigo, que ligou para o serviço de emergência por volta das 11h15 locais (14h15 em Brasília). O ator ainda tinha uma seringa espetada no braço quando a polícia chegou, o que levanta suspeitas de overdose. Ainda segundo a agência, envelopes de plástico contendo uma substância que aparentava ser heroína também foram encontrados no local e enviados para testes em laboratório.

No passado, Hoffman reconheceu publicamente ter tido problemas com drogas após se formar na escola de artes dramáticas da Universidade de Nova York (NYU), mas que voltou a ser sóbrio após um período na reabilitação. "Foi tudo aquilo (drogas e álcool), sim. Tudo em que eu pudesse por minhas mãos... eu gostava de todas elas", disse em entrevista em 2006 ao "60 Minute". Segundo o site "TMZ", o ator voltou a ser internado em maio passado em uma clínica de dependência por uso de heroína.

Phillip Seymour Hoffman deixa três filhos, todos frutos de seu longo relacionamento com a figurinista Mimi O'Donnell.



Trajetória


Ator de cinema e teatro, Philip Seymour Hoffman nasceu na cidade Rochester (Nova York) em 23 de julho de 1967, onde participou de aulas de teatro no colégio. A profissionalização veio através do curso de artes dramáticas na Universidade de Nova York (NYU), onde se formou em 1989.

Seu primeiro papel de destaque em Hollywood foi com "Boogie Nights" (1997), de Paul Thomas Anderson, mas logo se tornou conhecido no circuito independente, com filmes como "Felicidade" (1997), "O Talentoso Mr Ripley" (1999), "Magnólia" (1999) e "Quase Famosos" (2000). O grande público pôde conhecer seu talento em papéis secundários em títulos de grande bilheteria, como "Cold Mountain" (2003) e "Missão Impossível 3" (2006).

O reconhecimento do trabalho veio com prêmios, entre eles o Oscar e o Globo de Ouro de melhor ator no drama "Capote" (2005). O ator também teve indicações ao Oscar por sua atuação como coadjuvante em produções de grande destaque como "O Mestre" (2012), "Dúvida" (2008) e "Jogos do Poder" (2007).

Recentemente ele fez parte do segundo filme da série "Jogos Vorazes" e estava com contrato assinado para integrar o elenco do terceiro filme da série. Hoffman tinha sete dias de trabalho para encerrar as filmagens do projeto, mas a morte não deve afetar o lançamento dos dois próximos filmes da série, previstos para novembro de 2014 e 2015 respectivamente. "Philip Seymour Hoffman era um dos talentos mais singulares da nossa geração. Ficamos felizes de termos contado com ele na família de 'Jogos Vorazes'. Perdê-lo é uma tragédia e enviamos nossas condolências à família de Philip", disse a Lionsgate em nota.

Dois novos filmes com Hoffman estrearam em janeiro passado no festival de Sundance, nos EUA: o thriller de espionagem "A Most Wanted Man," dirigido por Anton Corbijn, e "God's Pocket", do diretor estreante John Slattery. Antes de morrer, Hoffman também se preparava para rodar seu segundo filme como diretor, "Ezekiel Moss", com Jake Gyllenhaal e Amy Adams no elenco.
*Com informações de agências internacionais

Nenhum comentário: